Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3284
Título: Características morfofisiológicas de cafeeiros Coffea arabica L.
Autor : Batista, Luiz Antônio
Primeiro orientador: Guimarães, Rubens José
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Carvalho, Gladyston Rodrigues
Primeiro membro da banca: Castro, Evaristo Mauro de
Botelho, Cesar Elias
Área de concentração: Produção Vegetal
Palavras-chave: Anatomia
Café
Fisiologia
Morfologia
Potencial hídrico
Anatomy
Coffee
Physiology
Morphology
Hydric potential
Data da publicação: 27-Ago-2014
Referência: BATISTA, L. A. Características morfofisiológicas de cafeeiros Coffea arabica L. 2010. 66 p. Tese (Doutorado em Agronomia/Fitotecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2010.
Resumo: Atualmente, o estado de Minas Gerais é o maior produtor nacional de café arábica, sendo responsável por 52% da produção. A região Sul de Minas responde por metade da produção do estado. O trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar o comportamento de quinze cultivares selecionadas pelo programa de melhoramento genético do cafeeiro em Minas Gerais (Epamig/UFLA/UFV/Procafe), relacionando sua tolerância e adaptação a ambientes secos. O experimento foi instalado na fazenda experimental da Epamig em São Sebastião do Paraíso, Sul de Minas Gerais, em fevereiro de 2005, no delineamento em blocos casualizados com três repetições e uma planta por parcela. Os resultados mostraram variações nas características avaliadas, como área foliar, comprimento e número de ramos, diâmetro do caule, altura de plantas, potencial hídrico e na espessura dos tecidos foliares e características estomáticas. Aplicou-se o teste de Skott-knott para a comparação das médias. As cultivares que se destacaram em relação às demais foram Topázio MG 1190, Catucaí Amarelo 2 SL, Pau-Brasil MG 1, Obatã Vermelho IAC 1669-20 e Palma 2, sendo, portanto, indicadas para a região sul de Minas Gerais. As características anatômicas encontradas nas cultivares avaliadas são fatores indicativos para uma seleção de materiais tolerantes ao déficit hídrico em áreas aptas ao cultivo de café com restrições hídricas.
Minas Gerais state is currently the greatest arabica coffee producer nationwide, responding for 52% production. South of Minas Gerais region responds for half state production.This work aimed to assess behavior of 15 cultivars selected by coffee plant genetic improvement in Minas Gerais (EPAMIG/UFLA/UFV/PROCAFE ), related to its tolerance and adaptation to dry environments. The experiment was installed at EPAMIG experimental farm in São Sebastião do Paraíso, South of Minas Gerais, in february 2005, delineation was in randomized blocs with three replications and one plant per parcel. Results have shown variations in evaluated characteristics such as foliar area, lenght and number of branches, stem diameter, plant height, hydric potential and foliar tissue thickness and stomastic characteristics. Skott-knott was applied to compare averages. Cultivars which highlighted in relation to other ones were Topázio MG 1190, Catucaí Amarelo 2 SL, Pau-Brasil MG 1, Obatã Vermelho IAC 1669-20 and Palma 2, therefore they were most indicated for the south region of Minas Gerais. Anatomic characteristics found in cultivars evaluated are indicative factors for selecting material tolerant to hydric deficit in areas able to cultivate coffee under hydric restriction.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3284
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE_Características morfofisiológicas de cafeeiros Coffea arabica L..pdf380,07 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.