Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3288

Título: Caracterização anatômica em diferentes ambientes e óleos essenciais de cinco espécimes de Copaifera langsdorffii Desf.
Título Alternativo: Anatomical characterization in different environments and essential oils of five specimens of Copaifera langsdorffii Desf.
Autor(es): Nascimento, Manoel Euclides do
Orientador: Pinto, José Eduardo Brasil Pereira
Coorientador(es): Castro, Evaristo Mauro de
Membro da banca: Bertolucci, Suzan Kelly Vilela
Zoghbi, Maria das Graças Bichara
Área de concentração: Cultura de Tecidos
Assunto: Copaifera langsdorffii
Constituintes voláteis
Óleo essencial
Aclimatação
Caracterização anatômica
Acclimatization
Essential oil
Volatile constituents
Anatomical characterization
Data de Defesa: 2-Jul-2010
Data de publicação: 27-Ago-2014
Referência: NASCIMENTO, M. E. do. Caracterização anatômica em diferentes ambientes e óleos essenciais de cinco espécimes de Copaifera langsdorffii Desf. 2010. 166 p. Tese (Doutorado em Fitotecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2010.
Resumo: O óleo-resina de C. langsdorffii é produzido no interior de estruturas secretoras, cujos estudos anatômicos são raros, sobretudo em diferentes fases de desenvolvimento da planta. É uma espécie com crescimento inicial normal, porém, ele torna-se lento na fase subsequente. São escassos os estudos sobre a composição química intraespecífica do óleo essencial nos diferentes órgãos da planta. Este trabalho foi realizado com os objetivos de caracterizar a anatomia dos elementos secretores nos órgãos vegetativos, em diferentes ambiente e fases de desenvolvimento; testar os efeitos do estresse térmico e a intensidade e a qualidade de luz sobre as plantas jovens e, ainda, analisar o teor e realizar a identificação dos constituintes químicos do óleo essencial nos diferentes órgãos da planta adulta. O estudo anatômico foi realizado a partir do material botânico nativo do campus da UFLA, em Lavras, MG e foi processado em microscopia fotônica e eletrônica. Após trinta dias do início da germinação, as plantas jovens provenientes de sementes foram aclimatizadas em dois experimentos. No primeiro, sob malhas azul, vermelha e preta (50%), preta (70%) e pleno sol; no segundo experimento, em câmaras BOD, nas temperaturas de 15°C, 25°C, 35°C e a testemunha, que permaneceu em casa de vegetação (29ºC). As amostras de folha, caule, pericarpos e sementes foram reduzidas, acondicionadas e armazenadas em freezer, a -20ºC, para posterior extração do óleo essencial por hidrodestilação em Clevenger. Foi medido o teor de óleo essencial em 240 amostras das folhas, caules e pericarpos. Cada órgão foi analisado em cinco diferentes espécimes e em quatro diferentes tempos de hidrodestilação. A composição química foi identificada por cromatografia em fase gasosa/espectrometria de massas, a partir de cinco amostras das folhas, caules e pericarpos e quatro amostras das sementes. O óleo essencial acumula-se em cavidades secretoras nas folhas e em ductos secretores no caule das plantas jovens e adultas. Nos dois experimentos, sob diferentes ambientes, constataram-se variações na densidade estomática, na espessura do mesofilo, na área foliar e na produção de biomassa seca, para as mudas cultivadas sob malhas vermelha e azul e para as plantas jovens submetidas a 25ºC, que se tornaram mais vigorosas, com melhores condições morfoanatômicas nos órgãos vegetativos, estruturas e tecidos foliares. Ocorreu significativa variação nos teores de óleo essencial entre os órgãos e os espécimes, tendo o maior rendimento sido observado nos pericarpos, seguido das folhas e dos caules. Os compostos majoritários encontrados em todos os espécimes e órgãos avaliados foram -elemeno, α-copaeno, β-cubebeno, cipereno, β-cariofileno, cumarina, germacreno D, viridifloreno, biciclogermacreno, -cadineno, espatulenol, óxido de cariofileno, epóxido de humuleno II, iso-espatulenol, epi--muurolol, -muurolol, α-cadinol e (2E, 6E)-farnesoato de metila. Houve significativa variação intraespecífica e maior similaridade entre os constituintes químicos das folhas e dos caules.
The oil-resin of C. langsdorffii is produced within the secretory structures, whose anatomical studies are rare, especially at different stages of plant development. It is a species with normal initial growth, but it is slow in the subsequent phase. Are few studies on the chemical composition of intra-specific essential oil in different plant organs. The aim of this study was to characterize the anatomy of secretory elements in vegetative organs at different stages of development and environment, test the effects of heat stress and intensity and light quality on young plants, and analyze the content and perform identification of chemical constituents of essential oil in different organs of the adult plant. The anatomical study was performed using the native plant material on the campus of UFLA, Lavras-MG and was sued by light microscopy and electron. After thirty days of the onset of germination, the young plants from seeds were acclimatized in two experiments: under blue mesh, red and black (50%), black (70%) and full sun, the second experiment was conducted in chambers BODs temperatures: 15 ° C, 25 ° C, 35 ° C, and the witness, who remained in the greenhouse (29 C). Samples of leaf, stem, pericarp and seeds were cut, packed and stored at -20 ° C freezer for subsequent extraction of essential oil by hydrodistillation in Clevenger. We measured the essential oil content in 240 samples of leaves, stems and pericarps, each organ was analyzed in five different specimens and four different times of hydrodistillation. The chemical composition was identified by gas chromatography / mass spectrometry from five samples of leaves, stems and pericarps and four samples of seeds. The essential oil accumulates in secretory cavities in leaves, and secretory ducts in the stem of juvenile and adult plants. In both experiments under different environments, it was found variations in stomatal density, thickness of mesophyll leaf area and dry biomass production, for the seedlings grown under mesh red and blue for the young plants under 25 ° C, which became stronger, with better conditions morphoanatomical in vegetative organs, structures and leaves. There was significant variation in levels of essential oil from organs and specimens, the highest yield observed in the pericarp, followed by leaves and stems. -elemene, α-copaenee, β-cubebene, ciperene, β-caryophyillene, coumarin, germacrene D, viridiflorene, bicyclogermacrene, -cadinene, spathulenol, caryophyllene óxide, epóxide of humulene II, iso-spathulenol, epi--muurolol, -muurolol, α-cadinol e (2E, 6E)-farnesoato de metila. A significant intraspecific variation and a greater similarity between the chemical constituents of leaves and stems.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3288
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Caracterização anatômica em diferentes ambientes e óleos essenciais de cinco espécimes de Copaifera langsdorffii Desf..pdf1,5 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback