Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DZO - Departamento de Zootecnia >
DZO - Programa de Pós-graduação >
DZO - Zootecnia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3320

Título: Fatores não genéticos e desempenho de cavalos Puro Sangue Inglês no Brasil
Título Alternativo: Influence of environment factors on the performance of Brazilian Thoroughbreds horses
Autor(es): Dias, Marco Aurélio Dessimoni
Orientador: Gonçalves, Tarcísio de Moraes
Membro da banca: Souza, José Camisão de
Lima, José Augusto de Freitas
Oliveira, Antonio Ilson Gomes de
Área de concentração: Produção e nutrição de não-ruminantes
Assunto: Cavalos PSI
Classificação no páreo
Tempo do páreo
Turfe
Thoroughbred horses
Rank at finish
Time at finish
Turf
Data de Defesa: 26-Jul-2010
Data de publicação: 29-Ago-2014
Referência: DIAS, M. A. D. Fatores não genéticos e desempenho de cavalos Puro Sangue Inglês no Brasil. 2010. 57 p. Dissertação (Mestrado em Zootecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2010.
Resumo: Para avaliar influencia dos fatores não genéticos sobre as características de desempenho de cavalos Puro Sangue Inglês no Brasil, foram utilizados 234.350 registros de tempos de páreos de 20.826 animais, cadastrados de 2000 a 2009, competidores dos principais hipódromos brasileiros (Gávea, Cidade Jardim, Cristal e Tarumã). Estão compreendidos animais com idade a partir de dois anos. Características de desempenho estudadas no páreo foram: velocidade e tempo do páreo, número de colocações em primeiro lugar, entre os 5 primeiros lugares e acima de quinto lugar. Como fontes de variação, das variáveis estudadas consideraram-se os fatores não-genéticos: proprietário, tipo, distância e chamada do páreo, ano hípico, hipódromo, baliza, raia, sexo e pelagem do animal. Também ajustaram-se covariáveis efeitos lineares de idade do animal (dias) e pesos do jóquei e do animal. Todos os fatores não-genéticos estudados foram importantes fontes de variação para as características velocidade e tempo. Para número de colocações em primeiro lugar, o ano hípico, a baliza, a pelagem e a distância do páreo foram importantes fontes de variação. Sexo do animal e distância do páreo foram as únicas variáveis importantes para número de colocações entre os 5 primeiros lugares. Distância do páreo foi a única causa de variação importante para número de colocações acima de quinto lugar. Alterações nas características de desempenho avaliadas são dependentes do páreo realizado. Páreos de grupos especiais e animais mais velhos associado a maior número de vitórias são mais velozes e possuem menor tempo. Machos são superiores às fêmeas em velocidade, tempo e número de colocações entre os 5 primeiros lugares. Dependendo do hipódromo, da pista e da distância em que ocorre os páreos os desempenhos são diferentes. Competidores de pelagem tordilha são mais velozes e têm menor tempo do que animais de outras pelagens.
To evaluate the influences of the of nongenetic factors on the performance characteristics of Thoroughbred horses (PSI) in Brazil, data of 227,098 registrations of times of races of the 20,826 animals were used, registered from 2000 to the year of 2009, competitors of the main Brazilian hippodrome, being understood animals of all of the ages starting from two years. The performance characteristics in the race were studied: speed (V) and time (T) of the races, number of placements in 1° put (N1); between the 5° put (N5) and of placements above 5° put (N6).The available nongenetic factors were: proprietor, type, distance (D) and call of the race, equine year (AH), hippodrome (H), post position (B), streak (R), sex and animal´s coat (Pel). Covariates were adjusted linear effects of animal age (days) and weight of the jockey and the animal. For the feature N1 the AH, B, D and the Pel were important sources of variation. Animal sex and D were the only variables important for the characteristic N5. A D was the only cause of variation important to N6. Changes in performance traits are dependent of the performed on the race. Races of special groups and older animals associated with a greater number of victories are faster and have a shorter time. Males are superior in V, T and N5 in the race for females. Depending on the hippodrome, the streak and the distance that occurs the races, the performance of animals are different. Competitors coat of dark gray are faster and have less time in the race than other coat´s animals.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3320
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DZO - Zootecnia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Fatores não genéticos e desempenho de cavalos Puro Sangue Inglês no Brasil.pdf531,78 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback