Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DZO - Departamento de Zootecnia >
DZO - Programa de Pós-graduação >
DZO - Zootecnia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3322

Título: Suplementação de probiótico para filhotes cães da raça Beagles recebendo alimentos comerciais
Título Alternativo: Probiotic suplementation to Beagle puppies receiving commercial foods
Autor(es): Feliciano, Marcus Antônio Rossi
Orientador: Saad, Flávia Maria de Oliveira Borges
Membro da banca: Piccoli, Roberta Hilsdorf
Logato, Priscila Vieira Rosa
Leite, Carlos Artur Lopes
Área de concentração: Nutrição de monogástricos
Assunto: Digestibilidade
Probiótico
Cão
Data de Defesa: 17-Jan-2008
Data de publicação: 29-Ago-2014
Referência: FELICIANO, M. A. R. Suplementação de probiótico para filhotes cães da raça Beagles recebendo alimentos comerciais. 2008. 92 p. Dissertação (Mestrado em Zootecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2008.
Resumo: Com o objetivo de avaliar os efeitos de probióticos no trato gastrintestinal em cães filhotes, foi conduzido experimento no Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Lavras (UFLA), utilizando 18 animais de ambos os sexos, raça Beagle, no período de 27 dias. As variáveis analisadas foram: digestibilidade e escore fecal, microbiologia e pH fecais, alterações em exames de diagnóstico por imagem e análises hematológicas dos cães. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado, com três tratamentos e seis repetições, totalizando 18 unidades experimentais, para todos os parâmetros avaliados. O experimento foi dividido em duas fases: Fase 1: troca da dieta comercial de alta qualidade para a de qualidade padrão; Fase 2: troca da dieta comercial de qualidade padrão para a de alta qualidade. Os tratamentos experimentais consistiram em tratamento 1: controle; tratamento 2: probiótico 1; tratamento 3: probiótico 2. Os dados obtidos, por meio deste experimento, mostraram que tanto nas Fases 1 e 2 não houve diferença significativa para os coeficientes de digestibilidade da matéria seca, da proteína bruta e da energia bruta, assim como para o escore fecal. No entanto, na primeira fase, houve melhora do coeficiente de metabolicidade da energia bruta, provavelmente por uma menor excreção de nitrogênio na urina. O tratamento 2, contendo principalmente Lactobacillus, apresentou resultados significativos (P<0,25) nas análises microbiológicas. Detectou-se significância (P<0,05) no uso de probióticos pelo exame ultra-sonográfico, sendo que não foi visibilizada qualquer alteração ecogênica em camadas compatível com alteração patológica. A utilização de probiótico não apresentou significância (P>0,05) nos níveis de gás intestinal mensurados pela área observada. Houve significância na Fase 2 (P<0,05), ou seja, melhora nos níveis séricos avaliados pelas análises hematológicas, mas isso não pode ser imputado ao uso de probiótico e sim à melhoria da alimentação. Desta forma, conclui-se que o uso de probióticos pode ser benéfico para a saúde intestinal e dos cães, especialmente quando se utiliza dietas com qualidade inferior.
Aiming at evaluating the probiotic effects in gastrointestinal tract in puppies, a research was carried out at the Animal Science Department of the Universidade Federal of Lavras (UFLA), using 18 males and females Beagle puppies, during 27 days. The analyzed variables were: digestibility and faecal score, microbiology and faecal pH, imaging diagnostic exam alterations and hematologic analyses of the dogs. The experimental delineation was fully casualized, with 3 treatments and 6 repetitions, totalizing 18 experimental unities, for all available parameters. The research was divided in two levels, Level 1: changing high quality commercial food to standard; Level 2: changing standard quality commercial food to high quality. The experimental treatments were treatment 1: control; treatment 2: probiotic 1; treatment 3: probiotic 2. The obtained results showed that there was no significative difference in dry matter, protein, energy digestibility coefficients and faecal score. However, in Level 1 there was improvement in energy metabolicity coefficient, probably due to nitrogen decrease in the urine. The treatment 2, containing mainly Lactobacillus , presented significative results (P<0,25) in the microbilogic analysis. It was detected significance (P<0,05) in the probiotic through ultrasonography, when was not observed ecogenic alterations in layers compatible to pathologic alterations. The probiotic application presented no significance (P>0,05%) in the bowel gas levels measured in the observed area. There was significance in level 2 (P<0,05%) with improve in the serum levels evaluated by hematologic analysis, but this occurred probably due to a better food intake than due to the probiotic utilization. It was concluded that probiotics use can bring benefits to canine intestinal health specially when using low quality foods.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3322
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DZO - Zootecnia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Suplementação de probiótico para filhotes cães da raça Beagles recebendo alimentos comerciais.pdf1,14 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback