Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/33438
metadata.teses.dc.title: Características químicas e térmicas de frações do óleo de amêndoa de jerivá
metadata.teses.dc.title.alternative: Chemical and thermal characteristics of jeriva kernel oil fractions
metadata.teses.dc.creator: Tavares, Talita de Sousa
metadata.teses.dc.creator.Lattes: http://lattes.cnpq.br/6129698232971623
metadata.teses.dc.contributor.advisor1: Nunes, Cleiton Antônio
metadata.teses.dc.contributor.referee1: Lima, Lidiany Mendonça Zacaroni
metadata.teses.dc.contributor.referee2: Vieira, Tales Giuliano
metadata.teses.dc.subject: Conteúdo de gordura sólida
Cristalização
Lipídio
Estearina
Oleína
Óleo de amêndoa de jerivá
Solid fat content
Crystallization
Lipid
Stearin
Olein
Jerivá kernel oil
metadata.teses.dc.date.issued: 2-Apr-2019
metadata.teses.dc.description.sponsorship: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
metadata.teses.dc.identifier.citation: TAVARES, T. de S. Características químicas e térmicas de frações do óleo de amêndoa de jerivá. 2019. 48 p. Dissertação (Mestrado em Agroquímica)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2019.
metadata.teses.dc.description.resumo: Os frutos das palmeiras de Jerivá (Syagrus romanzoffiana) têm alto teor lipídico e potencial para ser utilizado na obtenção de óleos e gorduras destinados à elaboração de alimentos. Esse fruto e sua amêndoa já são normalmente consumidos pela população e podem ser utilizados para a produção de farinhas, barra de cereais e biscoitos. A fração lipídica desse fruto apresenta um considerável teor de ácidos graxos saturados e monoinsaturados, além de compostos fenólicos e tocoferóis, os quais atuam como antioxidantes. Neste trabalho foram explorados processos de fracionamento a seco e com solvente para a obtenção de frações lipídicas derivadas do óleo de amêndoa jerivá. Três diferentes condições experimentais para fracionamento resultaram em 6 frações distintas. No fracionamento a seco o óleo foi deixado em uma BOD durante 24 horas na temperatura de 14,5 °C; já no fracionamento com solvente o óleo foi misturado com acetona e deixado cristalizar a 6,5 °C durante 5 horas com agitação e por 7 horas sem agitação. As frações foram comparadas com o óleo quanto a parâmetros térmicos e químicos. As estearinas tiveram quantidades ligeiramente maiores de ácidos graxos saturados em relação ao óleo e as oleínas. As temperaturas de início da cristalização e fusão e as temperaturas máximas de cristalização e fusão das estearinas foram superiores às do óleo e as oleínas. O conteúdo de gordura sólida (CGS) das estearinas foram maiores que aqueles do óleo na faixa de 10 a 35°C, enquanto que os das oleínas foram menores, estando todas as frações fundidas a 40 °C. O diagrama de fases experimental mostra que as estearinas permaneceram sólidas até temperaturas mais elevadas (16 °C – 18 °C) que as oleínas (14 °C – 15 °C). E todas as estearinas apresentaram maiores estabilidades oxidativas que as oleínas. Portanto, o fracionamento do óleo da amêndoa de jerivá pode ser promissor para produzir frações a serem utilizadas em aplicações alimentares específicas.
metadata.teses.dc.description.abstract: The fruits of Jerivá palm (Syagrus romanzoffiana) have high lipid content and potential to be used as a source of oil for preparation of food. This fruit and kernels (almonds) are already normally consumed by the population and can be used for the production of flour, cereal bar and cookies. The lipid fraction of this fruit presents a considerable content of saturated and monounsaturated fatty acids, besides phenolic compounds and tocopherols, which act as antioxidants. This work, dry and solvent fractionation processes were explored to obtain fractions derived from jerivá kernel oil. Three different experimental conditions for fractionation resulted in 6 different fractions. In dry fractionation, the oil was left in a BOD for 24 hours at the temperature of 14.5 °C, while in solvent fractionation the oil was mixed with acetone and allowed to crystallize at 6.5 °C for 5 hours with agitation and for 7 hours without agitation. The fractions were compared to the oil for thermal and chemical parameters. Stearins contained slightly higher contents of saturated fatty acids relative to oil and oleins. The crystallization and melting onset temperatures and the crystallization and melting peak temperatures of the stearins were higher than oil and the olein. The solid fat content values of the stearins were higher than those of the oil in the range of 10 to 35 °C, while those of the oleins were smaller, all fractions were melted at 40°C. The experimental phase diagrams show that the stearins remained solid to temperatures higher (16 °C - 18 °C) than the oleins (14 °C - 15 °C). And all the stearins presented better oxidative stabilities than the oleins. Therefore, the fractionation of the jerivá kernel oil can be promising to produce fractions to be used in specific alimentary applications.
metadata.teses.dc.description: Arquivo retido, a pedido da autora, até abril 2020.
metadata.teses.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/33438
metadata.teses.dc.publisher: Universidade Federal de Lavras
metadata.teses.dc.language: por
Appears in Collections:DQI - Agroquímica - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.