Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Genética e Melhoramento de Plantas - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3354

Título: Seleção assistida por marcadores moleculares e capacidade combinatória de linhagens de pimentão com resistência múltipla a doenças
Título Alternativo: Marker-assisted selection and combining ability of sweet pepper lines with multiple disease resistance
Autor(es): Nogueira, Douglas Willian
Orientador: Maluf, Wilson Roberto
Coorientador(es): Figueira, Antonia dos Reis
Membro da banca: Souza, Rovilson José de
Azevedo, Sebastião Márcio
Resende, Luciane Vilela
Área de concentração: Genética e Melhoramento de Plantas
Assunto: Nematoide
Potyvirus
Phytophthora capsici
Resistência genética
Capsicum annuum
Híbridos
Pvr4
Nematode
Genetic resistance
Data de Defesa: 13-Dez-2010
Data de publicação: 29-Ago-2014
Referência: NOGUEIRA, D. W. Seleção assistida por marcadores moleculares e capacidade combinatória de linhagens de pimentão com resistência múltipla a doenças. 2010. 80 p. Tese (Doutorado em Genética e Melhoramento de Plantas)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2010.
Resumo: O pimentão é a terceira solanácea mais cultivada, ocupando uma área de cerca de 13.000 hectares com produção de aproximadamente 350 mil toneladas. A produção nacional concentra-se nos estados de São Paulo e Minas Gerais. Nos últimos anos, tem sido observado um aumento significativo na produção, principalmente, após a utilização de cultivares híbridas e a intensificação do uso de estufas. Não obstante esses dados, a ocorrência de doenças é um dos principais problemas do cultivo do pimentão no Brasil, destacando-se a requeima, as viroses e os nematoides. Os objetivos do presente trabalho foram : (a) Avaliar genótipos de pimentão quanto à presença do marcador molecular tipo CAPS, ligado ao alelo Pvr4, que confere resistência ao PepYMV e determinar a utilidade deste marcador para a seleção assistida de plantas resistentes ao virus. (b) Inferir sobre a capacidade combinatória de linhagens de pimentão. (c) Desenvolver híbridos de pimentão com resistência múltipla a doenças. Os trabalhos foram realizados em casa de vegetação na área experimental da empresa HortiAgro Sementes Ltda e no laboratório de Virologia Molecular (LVM) do Departamento de Fitopatologia da Universidade Federal de Lavras. Para a avaliação com marcador tipo CAPS e para a presença do alelo Pvr4, foram utilizadas plantas individuais dos seguintes genótipos de pimentão: Magali-R, Konan-R, Myr-29, Ikeda, PIM-025, Criollo de Morellos (CM-334- UFV e CM-334-INRA), PIM-004, populações F1RC1 (PIX-051, PIX-052 e PIX- 053) e populações F2 (PIX-044 e PIX-045). A avaliação dos genótipos com o marcador detectou que a resistência ao PepYMV nos genótipos CM-334-INRA, Myr-29, PIX-044 e PIX- 053 está associada à banda de 444pb ligada ao alelo de resistência Pvr4. Nestes casos, os materiais resistentes homozigotos (Pvr4/Pvr4) mostraram uma banda de 444 pb; os suscetíveis (Pvr4+ /Pvr4+ ), uma banda de 458 pb e os resistentes heterozigotos (Pvr4+ /Pvr4) mostraram as 2 bandas. Contudo, em CM-334-UFV, Magali-R, Martha-R, PIX-045, PIX-051 e PIX-052, a resistência ao PepYMV não esteve associada ao marcador CAPS, indicando que nestes materiais o alelo Pvr4 ou não está ligado em associação à banda de 444 pb, ou ainda que sua resistência é controlada por um outro gene. Para estudar a capacidade combinatória, foram avaliados 30 híbridos experimentais, 24 obtidos a partir do cruzamento de dois grupos de genitores (grupo I: Carolina Wonder, Charleston Belle, PIM-013, PIX-044B-01-01, PIX- 044B-13-01, PIX-045B-27-02, PIX-045B-32-03 e PIX-052B-06-01; grupo II: Linha-004, MYR-29-03-02 e MYR-29-10-08) e seis obtidos a partir do cruzamento entre algumas linhagens do grupo I. Seis genótipos comerciais foram utilizados como testemunhas (Magnata Super, Konan R, Mallorca, Martha R, Stephany e Magali R). Utilizou-se o delineamento em blocos casualizados com três repetições. Avaliaram-se os seguintes caracteres: produção total de frutos, massa média de fruto total, produção precoce de frutos, espessura do pericarpo, profundidade de inserção do pedúnculo floral e relação comprimento/ diâmetro. Quanto à capacidade geral de combinação, destacaram-se as linhagens Carolina Wonder, Charleston Belle, PIM-013 e MYR-29-03-02. Entre os híbridos experimentais, destacaram os híbridos 1x2’ =F1(Carolina Wonder x MYR-29-03-02), 2x2'=F1(Charleston Belle x MYR-29-03-02), 4x1=F1(PIX- 044B-01-01 x Carolina Wonder) e 4x2=F1(PIX-044B-01-01 x Charleston Belle), com desempenho médio superior ou equivalente ao das testemunhas e que aliam resistência múltipla a doenças.
Sweet peppers in Brazil are the third most cultivated solanaceous crop. They are grown in over 13000 ha, and yearly production amounts to ca. 350 thousand metric tonnes, with the states of São Paulo and Minas Gerais as major producers. There has been a significant increase in yields in the past two decades due in great part to the widespread use of hybrid cultivars and/or protected cultivation. Diseases, with emphasis on blight, viruses and nematodes are considered major problems of the crop. The present work had the following objectives: (a) to screen sweet pepper genotypes for the present of the CAPS molecular marker associated with the Pvr-4 allele that controls resistance to the PepYMV potyvirus; (b) to assess combining ability of selected pepper lines; (c) to develop sweet pepper hybrids with multiple disease resistances. Trials were carried out in plastic houses at the Hortiagro Sementes experiment station, Ijaci-MG, and at the Plant Virology Laboratory/ Department of Plant Pathology/ Universidade Federal de Lavras, Lavras-MG, Brazil. The presence of the CAPS marker associated with Pvr-4 was assessed in individual plants of the genotypes: Magali-R, Konan-R, Myr-29, Ikeda, PIM-025, Criollo de Morellos (CM-334-UFV and CM-334-INRA), PIM-004, first-backcross populations PIX-051, PIX-052 e PIX-053) and F2 populations (PIX-044 e PIX-045). PepYMV in genotypes CM-334-INRA, Myr-29, PIX-044 and PIX-053 was found possess the 444bp expected to be associated with the Pvr-4 allele: homozygous resistant genotypes (Pvr4/Pvr4) showed a single 444bp band, whereas susceptible genotypes (Pvr4+/Pvr4+) showed a single 458bp band, and heterozygous resistant (Pvr4+/Pvr4) genotypes showed both the 444bp and the 458bp bands. In contrast, PepYMV resistance in CM-334-UFV, Magali-R, Martha-R, PIX-045, PIX-051 and PIX-052 was not associated with the CAPS marker, indicating that in these genotypes either the Pvr-4 is not linked to the 444 bp CAPS band, or the resistance is under control of a different gene locus. In order to assess combining ability of sweet pepper lines, 30 experimental hybrids were tested: 24 hybrids comprised a partial diallel among two groups of parental lines (group I: Carolina Wonder, Charleston Belle, PIM-013, PIX-044B-01-01, PIX-044B-13-01, PIX- 045B-27-02, PIX-045B-32-03 and PIX-052B-06-01; group 2: Linha-004, MYR-29-03-02 and MYR-29-10-08), and 6 hybrids obtained from crosses among lines of group I. Six commercial hybrids (Magnata Super, Konan R, Mallorca, Martha R, Stephany and Magali R) were used as check treatments. The genotypes were tested in a randomized complete block design with two replications, and the following traits were assessed: total fruit yield, mean fruit mass, early yield, pericarp thickness, depth of peduncle insertion, and fruit length/diameter ratio. Lines Carolina Wonder, Charleston Belle, PIM-013 e MYR-29-03-02 were found to have good general combining ability. Hybrids 1x2’ =F1(Carolina Wonder x MYR-29-03-02), 2x2'=F1(Charleston Belle x MYR-29-03-02), 4x1=F1(PIX-044B-01-01 x Carolina Wonder) and 4x2=F1(PIX-044B-01-01 x Charleston Belle) had performances equivalent to or superior to the check treatments, and had multiple disease resistances.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3354
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DBI - Genética e Melhoramento de Plantas - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Seleção assistida por marcadores moleculares e capacidade combinatória de linhagens de pimentão com resistência múltipla a doenças.pdf835,75 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback