Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Agronomia/Fisiologia Vegetal - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/337

Título: Tolerância cruzada em sementes osmocondicionadas de melão (Cucumis melon L.) e tomate (Lycopersicon esculentum Mill.)
Autor(es): Lira, Jean Marcel Sousa
Orientador: Alvarenga, Amauri Alves de
Coorientador(es): Guimarães, Renato Mendes
Membro da banca: Magalhães, Marcelo Murad
Faria, José Márcio Rocha
Área de concentração: Crescimento e Desenvolvimento Vegetal
Assunto: Secagem
Viabilidade
Proteína termoresistente
Estresse
Drying
Stress
Viability
Heat - Resistant protein
Data de Defesa: 27-Fev-2012
Data de publicação: 2013
Agência de Fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq
Referência: LIRA, J. M. S. Tolerância cruzada em sementes osmocondicionadas de melão (Cucumis melon L.) e tomate (Lycopersicon esculentum Mill.). 2012. 108 p. Dissertação (Mestrado em Fisiologia Vegetal)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2012.
Resumo: Were evaluated effects of slow and fast drying associated with thermal stress (cold and heat), water and exogenous application of ABA in primed seeds of melon (Cucumis melon L cv. Hales Best Jumbo) and tomato (Lycopersicon esculentum Mill cv. Gaucho Improved .). This work consists of two tests. In the first, melon seeds were primed in a solution of KNO3 (0.35 M), potential of -1.7 MPa, temperature 25 ° C in the dark, with constant aeration for a period of six days. After the seeds were treated without drying, slow drying, fast drying, cold shock + slow drying, cold shock + fast drying, heat shock + slow drying, heat shock + fast drying, PEG slow + drying, PEG + fast drying, ABA + slow drying and ABA + fast drying. To use the control unprimed seeds. The effects of treatments on germination and seedling, IVG, IVE, activity of the antioxidant system (SOD, CAT and APX), H2O2 concentration and concentration of heat-resistant proteins were evaluated. We also evaluated the viability of the seeds through the accelerated aging test. In the second trial were primed tomato seeds in a solution of KNO3 (0.30 M), potential of -1.48 MPa, the temperature at 20 ° C in the dark, with constant aeration for a period of seven days. After the seeds were subjected to the same treatments and evaluations which melon seeds. The completely randomized design (CRD) with three replicates for each treatment. The statistical analyzes were Scott-Knott test, Pearson Correlation and Principal Component Analysis by R. Melon seeds without drying and slow drying + ABA had a reduction in germination percentage when compared with control. While the seeds of heat stress and drying retained their viability. Catalase activity was reduced and the heat-resistant protein concentration was higher in these seeds. The seeds of tomatoes ABA + slow drying had reduced the percentage of germination, while slow drying benefited viability. Catalase and APX activity was not detected in tomato seeds, with a reduction of heat-resistant protein. Action in conjunction with a stress is beneficial to dry melon seeds, but have no effect on tomato seeds.
O presente trabalho foi constituído de dois ensaios nos quais foram discutidos os efeitos da secagem lenta e rápida associada ao estresse térmico (frio e calor), hídrico e aplicação exógena de ABA em sementes osmocondicionadas de melão (Cucumis melon L cv. Hales Best Jumbo) e tomate (Lycopersicon esculentum Mill cv. Gaucho Melhorado). No primeiro ensaio as sementes de melão foram osmocondicionadas em solução de KNO3 (0,35 M), potencial de -1,7 MPa, temperatura a 25°C, no escuro, com aeração constante por um período de seis dias. Após este período, as sementes foram submetidas aos tratamentos sem secagem, secagem lenta, secagem rápida, choque de frio + secagem lenta, choque de frio + secagem rápida, choque de calor + secagem lenta, choque de calor + secagem rápida, PEG + secagem lenta, PEG + secagem rápida, ABA + secagem lenta e ABA + secagem rápida. Para controle utilizou-se as sementes não osmocondicionadas. Os efeitos dos tratamentos sobre porcentagem de germinação e plântulas, IVG, IVE, atividade do sistema antioxidante (SOD, CAT e APX), concentração de H2O2 e concentração de proteínas termorresistentes foram avaliados. Também foi avaliada a viabilidade das sementes através do teste de envelhecimento acelerado. No segundo ensaio as sementes de tomate foram osmocondicionadas em solução de KNO3 (0,30 M), potencial de -1,48 MPa, temperatura a 20°C, no escuro, com aeração constante por um período de sete dias. Após este período, as sementes foram submetidas aos mesmos tratamentos e avaliações das sementes de melão. O delineamento foi inteiramente casualizado (DIC), com três repetições para cada tratamento. As análises estatísticas utilizadas foram teste de Scott-Knott, Correlação de Pearson e Análise de Componentes Principais através do R. As sementes de melão sem secagem e ABA + secagem lenta tiveram redução na porcentagem de germinação quando comparados com o controle. Enquanto as sementes do estresse térmico e secagem mantiveram sua viabilidade, a atividade da catalase foi reduzida e a concentração das proteínas termorresistentes foi maior nestas sementes. Já as sementes de tomate no ABA + secagem lenta tiveram redução na porcentagem de germinação, enquanto a secagem lenta beneficiou à viabilidade. A atividade da catalase e APX não foi detectada nas sementes de tomate e houve redução das proteínas termorresistentes. Ação de um estresse em conjunto com secagem é benéfica para sementes de melão, mas não surtem efeito nas sementes de tomate.
Informações adicionais: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Agronomia/Fisiologia Vegetal, área de concentração em Crescimento e Desenvolvimento de Plantas, para obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/337
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DBI - Agronomia/Fisiologia Vegetal - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO Tolerância cruzada em sementes osmocondicionadas de melão (Cucumis melon L.) e tomate (Lycopersicon esculentum Mill.).pdf817,17 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback