Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3372
Título: Abacateiro e oliveira como fontes de matéria prima visando a extração de óleo
Título(s) alternativo(s): Avocado and olive tree as raw material in order to oil extraction
Autor : Oliveira, Marcelo Caetano de
Primeiro orientador: Ramos, José Darlan
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Pio, Rafael
Primeiro membro da banca: Melo, Paulo César de
Rufini, José Carlos Moraes
Chagas, Edvan Alves
Área de concentração: Produção Vegetal
Palavras-chave: Persea americana
Olea europaea
Avaliação
Variedades
Evaluation
Varieties
Data da publicação: 1-Set-2014
Referência: OLIVEIRA, M. C. de. Abacateiro e oliveira como fontes de matéria prima visando a extração de óleo. 2011. 83 p. Tese (Doutorado em Agronomia/Fitotecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2011.
Resumo: Nos últimos anos, pesquisas têm indicado que óleos ricos em ácidos graxos monoinsaturados, como o ácido oleico, trazem grandes benefícios à saúde humana. Com isso, tanto o mercado nacional como o internacional vêm apresentando significativo incremento no consumo destes produtos. Neste sentido, tanto o óleo de abacate como o de azeite de oliva apresentam quantidades muito superiores desses ácidos graxos quando comparados a outros óleos comumente consumidos no Brasil, a exemplos dos de soja e milho. Além disso, os equipamentos de extração são similares, existindo inclusive máquinas de dupla aptidão, o que favorece a utilização destes por maior período e contribui com a viabilidade do investimento. Sendo assim, o presente trabalho teve como objetivo principal avaliar o abacateiro e a oliveira visando a extração de óleo. O primeiro trabalho foi conduzido avaliando-se onze variedades de abacateiro nas características fenológicas nos ciclos 2008/2009 e 2009/2010, físicas e químicas dos frutos, além do perfil dos principais ácidos graxos presentes no óleo bruto extraído das variedades ricas em lipídeos. Os resultados indicam ´Ouro Verde´, ´Quintal´, ´Wagner´ mostrando-se como precoces; ´Fortuna´, ´Imperador´, ´Hass´, ´Margarida´, ´Paulistinha´, ´Pedroso´ e ´Reis´ de meia estação; e ´Fuerte´ e ´Campinas´ tardias. As variedades Fuerte e Hass apresentaram os melhores resultados com 21,07 e 26,12% de óleo na polpa com predomínio do ácido oléico nas amostras. O segundo trabalho foi efetuado em dez variedades de oliveira onde foram avaliadas as características fenológicas das plantas nos ciclos 2008/2009, 2009/2010 e 2010/2011, físicas e o teor lipídico dos frutos; além do perfil dos principais ácidos graxos presentes no óleo bruto extraído das variedades ricas em lipídeos. Os resultados indicam que o período de florescimento variou de julho a outubro e o de colheita de janeiro a março, sendo que a mais precoce foi a variedade Arbequina e as mais tardias Galega, Grappolo 575 e Santa Catalina. A variedade Grappolo 561 apresentou frutos de maior diâmetro transversal e Grappolo 541 frutos de maiores massa total. As variedades Arbequina e Grappolo 561 apresentaram maior teor de lipídeos e o azeite extraído dentro dos padrões de qualidade exigidos para o azeite de oliva. Portanto, pode-se concluir que existem variedades de Abacateiro e Oliveira propícias para a extração de óleo em larga escala.
Abstract: In recent years, research has shown that oils rich in monounsaturated fatty acids such as oleic acid bring great benefits to human health. For this reason, both the national and the international market have shown significant growth in the consumption these products. In this sense, both the avocado oil and the olive oil have much higher acids content than other oils commonly consumed in Brazil such as soybeans and corn. Besides, extraction equipment for olive oil is similar to that for avocado including dual purpose machines, which favors their use for a longer period contributing to the viability of the investment. This work was carried out with the objective of evaluating both avocado and olive trees in order to find out both the quality and the quantity of the oil extracted. The first study eleven varieties of avocado had their phenological data in the 2008/2009 and 2009/2010 cycles, as well as the fruits physical and chemical properties and the profile of major fatty acids present in crude oil extracted from the varieties rich in lipids were evaluated. The results indicate that Ouro Verde', 'Quintal', 'Wagner' showed up as earlier, 'Fortuna', 'Imperador', 'Hass', 'Margarida', 'Paulistinha', 'Pedroso' and 'Reis' mid-seasoned and 'Fuerte' and 'Campinas' were late. The varieties Fuerte and Hass presented the best results with 21.07 and 26.12% of oil in the pulp with a predominance of oleic acid in the samples. In the second work was performed in ten varieties of olive trees where they were evaluated for plant phenological characteristics in the 2008/2009, 2009/2010 and 2010/2011 cycles, physical and fat of the fruit, the profile of the major fatty acids present in crude oil extracted from the lipid-rich varieties. The results indicate that the flowering period ranged from July to October, the harvest season ranged from January to March, the earliest varieties were Arbequina and the late ones were Galega, Grappolo 575, and Santa Catalina. Grappolo 561 had the longest transverse diameter Grappolo 541 the highest total mass fruits. The Arbequina and Grappolo 561 had highest lipid content, which met the required quality standards established for olive oil. Therefore, we can conclude that there are varieties of avocado and olive trees which are favorable for the extraction of oil in large scale.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3372
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE_Abacateiro e oliveira como fontes de matéria prima visando a extração de óleo.pdf428,67 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.