Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/33949
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorCordeiro, Natielle Gomes-
dc.date.accessioned2019-04-30T13:35:09Z-
dc.date.available2019-04-30T13:35:09Z-
dc.date.issued2019-04-30-
dc.date.submitted2019-02-21-
dc.identifier.citationCORDEIRO, N. G. Variações espaço-temporais em áreas de cerrado em Minas Gerais. 2019. 76 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/33949-
dc.description.abstractThe Cerrado is a plant formation with great potential phytophysiological which has a significant diversity related to the fauna and flora. Given its intrinsic characteristics, the domain is characterized as a global hotspot and acts as a carbon sink. Thus, it is important to emphasize the knowledge of its phytophysiognomies, in which, through floristic surveys, it is possible to understand the structure and development of the tree community and provide information for elaboration of conservation and preservation strategies. The aim of this study was to evaluate the vegetation dynamics of the campo cerrado and cerrado sensu stricto phytophysiognomies in fragments located in Minas Gerais by the measurements of three time intervals (fragment I: 2003, 2010 and 2014, fragment II: 2003, 2005 and 2010, and fragment III: 2002, 2005 and 2013), as well as quantify the carbon stock and analyze its temporal and spatial variations in the respective periods. Forest surveys were carried out in three Cerrado fragments located in Brasilândia de Minas, Corinto and Olhos d'Água. It was sampled a specific number of plots (10 x 100m) into the areas of interest and all individuals with diameter at 1.30 meters of soil (DBH) ≥ 5cm were measured had the total height measured, as well as the botanical identification. The dynamics of the tree community, diametric structure, extended-correspondence analysis (DCA), as well as the carbon stock quantification and spatial analysis of the variable were studied. The areas showed a higher recruitment rate when compared to mortality. The DCA allowed to predict that there is a greater heterogeneity for the fragments I and III when compared to the fragment II, thus presenting a greater substitution of species along the first axis. It should be noted that basal area, varied between 3.67 and 13.07 m².ha -1 and the average carbon variation was between 10.23 and 32.8 Mg.ha -1 . It was observed through the annual increment per hectare a variation from 0.3054 to 2.5740 Mg.ha -1 .year -1 . The thematic maps allowed to infer about the growth of the carbon stock, confirming through the correlation of the maps the difference between the periods in each area. The three fragments maintained a significant development and growth and consequently the carbon stock had a progressive increase.pt_BR
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Lavraspt_BR
dc.rightsrestrictAccesspt_BR
dc.subjectEstoque de carbonopt_BR
dc.subjectDinâmica da vegetaçãopt_BR
dc.subjectGeoestatísticapt_BR
dc.subjectCarbon stockpt_BR
dc.subjectVegetation dynamicspt_BR
dc.subjectGeoestatisticspt_BR
dc.titleVariações espaço-temporais em áreas de cerrado em Minas Geraispt_BR
dc.title.alternativeSpace-temporal variations in areas of cerrado in Minas Geraispt_BR
dc.typedissertaçãopt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Engenharia Florestalpt_BR
dc.publisher.initialsUFLApt_BR
dc.publisher.countrybrasilpt_BR
dc.contributor.advisor1Mello, José Marcio de-
dc.contributor.referee1Assis, Adriana Leandra de-
dc.contributor.referee2Acerbi Júnior, Fausto Weimar-
dc.contributor.referee3Gomide, Lucas Rezende-
dc.contributor.referee4Terra, Marcela de Castro Nunes Santos-
dc.description.resumoO Cerrado é uma formação vegetal com grande potencial fitofisionômico e apresenta uma significativa diversidade quanto a fauna e flora. Devido as suas características intrínsecas, o domínio se caracteriza como um hotspot mundial e atua como sumidouro de carbono. Sendo assim, é importante ressaltar que, o conhecimento das suas fitofisionomias, por meio dos levantamentos florísticos potencializa a compreensão da estrutura e desenvolvimento da comunidade arbórea, subsidiando informações para o emprego de estratégias de conservação e preservação. Assim, este estudo teve como objetivo avaliar a dinâmica da comunidade arbórea das fitofisionomias campo cerrado e cerrado sensu stricto em fragmentos situados em Minas Gerais com mensurações em três intervalos de tempo (fragmento I: 2003, 2010 e 2014; fragmento II: 2003, 2005 e 2010; fragmento III: 2002, 2005 e 2013), bem como realizar a quantificação do estoque de carbono e analisar suas variações temporais e espaciais nos respectivos períodos. Para desenvolvimento do trabalho realizou-se inventários em três fragmentos de Cerrado situados em Brasilândia de Minas, Corinto e Olhos d’Água. Para tanto, foram alocadas parcelas 10 x 100m (1000 m 2 ) nas áreas de interesse e todos os indivíduos com diâmetro à 1,30 metros do solo (DAP) ≥ 5cm foram medidos. Os indivíduos que atenderam o critério de inclusão tiveram a altura total mensurada, assim como empregou-se a identificação botânica. Realizou-se o estudo da dinâmica da comunidade arbórea, estrutura diamétrica, análise de correspondência destendenciada (DCA), bem como a quantificação do estoque de carbono e análise espacial da variável. As áreas apresentaram maior taxa de recrutamento em relação a mortalidade. Por meio da DCA, os autovalores permitiram predizer que há uma maior heterogeneidade para os fragmentos I e III quando comparados com o fragmento II, apresentando assim uma maior substituição de espécies ao longo do primeiro eixo. Ressalta-se que a área basal apresentou uma variação entre 3,67 a 13,07 m².ha -1 e a variação média do carbono esteve entre 10,23 e 32,8 Mg.ha -1 . Ao quantificar o incremento periódico anual por hectare, observa-se que este variou entre 0,3054 a 2,5740 Mg.ha -1 .ano -1 . Os mapas temáticos permitiram inferir quanto ao crescimento do estoque de carbono, confirmando por meio da correlação dos mapas a diferença entre os períodos em cada área. Os três fragmentos mantiveram um desenvolvimento e crescimento significativo e consequentemente o estoque de carbono teve um aumento progressivo.pt_BR
dc.publisher.departmentDepartamento de Ciências Florestaispt_BR
dc.subject.cnpqRecursos Florestais e Engenharia Florestalpt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/3547448411119619pt_BR
Appears in Collections:DCF - Engenharia Florestal - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_Variações espaço-temporais em áreas de cerrado em Minas Gerais.pdf1,55 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.