Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3418

Título: Maturação de sementes de milho: aspectos físicos, bioquímicos e fisiológicos
Título Alternativo: Maturation of corn seeds: physical, biochemical and physiological aspects
Autor(es): Faria, Maria Aparecida Vilela de Resende
Orientador: Von Pinho, Renzo Garcia
Coorientador(es): Guimarães, Renato Mendes
Von Pinho, Édila Vilela de Resende
Membro da banca: Dias, Denise Cunha Fernandes dos Santos
Magalhães, Paulo César
Área de concentração: Fitotecnia
Assunto: Milho
Sementes
Maturidade fisiológica
Corn
Seed
Physiologic maturity
Data de Defesa: 13-Mai-2007
Data de publicação: 2-Set-2014
Referência: FARIA, M. A. V. de R. Maturação de sementes de milho: aspectos físicos, bioquímicos e fisiológicos. 2007. 129 p. Tese (Doutorado em Agronomia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2007.
Resumo: Sementes de milho podem ser colhidas em espigas, com altos teores de água, a partir do momento em que atingem altos níveis de qualidade. No presente trabalho estudou-se a maturação de sementes de híbridos de milho, por meio da colheita em diferentes estádios "de linha de leite", avaliando características físicas, bioquímicas e fisiológicas indicativas de qualidade. Os experimentos foram realizados no laboratório de sementes da UFLA, em parceria com a Monsanto do Brasil S.A., no período de junho de 2000 a maio de 2002. Foram utilizadas sementes dos híbridos DKB-350 e AG-9090, produzidas no outono/inverno de 2000 e primavera/verão 2000/2001 nos municípios de Iraí de Minas - MG e Guaíra - SP, respectivamente e dos híbridos AG-9010 e DKB-747, produzidas no outono/inverno de 2000 nos municípios de Campo Florido-MG e Miguelópolis-SP, respectivamente. Em cada campo foram demarcados 4 faixas, onde foram colhidas 100 espigas por estádio de linha de leite (LL) que são: LL2, LL3, LL4 e LL5, contemplando, respectivamente, 25%, 50%, 75% e 100% de endosperma endurecido. As sementes recém-colhidas, após secagem em secadores experimentais até atingirem 12% de teor de água, e após armazenamento em condições de ambiente por oito meses, foram avaliadas quanto à qualidade física, fisiológica e pelas análises de padrões eletroforéticos de -amilase e proteínas tolerantes ao calor. Determinou-se a qualidade fisiológica de sementes colhidas nos diferentes estádios de linha de leite, verificando-se também o efeito de épocas de semeadura e do armazenamento para os híbridos avaliados. Avaliou-se ainda o efeito da secagem natural e artificial na germinabilidade e tolerância à dessecação de sementes colhidas nos vários estádios de maturação, por meio de estudos de padrões de -amilase e proteínas resistentes ao calor. Concluiu-se que sementes de milho colhidas a partir do estádio 3 de linha de leite (LL3), quando estas se encontram com 50% do endosperma sólido, são tolerantes à dessecação e se secadas a temperaturas iniciais moderadas apresentam alta qualidade fisiológica podendo ser armazenadas com segurança.
Corn seeds may be harvested on ears with high water contents from the moment they reach high quality levels. In the present work, the maturation of seeds of corn hybrids was studied by means of harvest at different "milk line" stages, by evaluating physical, biochemical and physiological characteristics which indicate seed quality. The experiments were performed at UFLA Seed Laboratory in association with Monsanto do Brasil S.A., over the period of June 2000 to May 2002. Seeds of hybrids DKB-350 e AG-9090 produced in the 2000 autumn/winter and 2000/2001 spring/summer in the towns of Iraí de Minas-MG and Guaíra-SP, respectively, and of the hybrids AG-9010 and DKB-747 produced in the 2000 autumn/winter in the town of Campo Florido-MG and Miguelópolis-SP, respectively, were utilized. In each field, 4 rows were demarcated where 100 ears per milk line (ML) stage (ML2, ML3, ML4 and ML5) were harvested containing, respectively, 25%, 50%, 75% and 100% of hardened endosperm. The freshly harvested seeds, after drying in experimental dryers till reaching 12% of water content and after storage in room conditions for eight months, were evaluated as to physical, and physiological quality and by the analyses of electrophoresis patterns of -amylase and heat resistant protein. The physiological quality of seeds harvested at the different milk-line stages was determined. The effects of sowing time and seed storage was also verified for the those hybrids. The effects of natural and artificial drying on germinability and desiccation tolerance of seeds harvested at the several maturation stages was assessed by means of studies of -amylase and heat resistant proteins in association with physiological parameters. We concluded that corn seeds harvested from milk line stage 3 (ML3), are tolerant to desiccation and if dryed at moderate temperatures presents high physiological quality and can be stored safely.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3418
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Maturação de sementes de milho aspectos físicos, bioquímicos e fisiológicos.pdf7,42 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback