Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/34400
metadata.teses.dc.title: Identification and observational epidemiological study of flebotominic fauna (diptera: psychodidae: phlebotominae) in the transmission area of canine visceral leishmaniasis in the municipality of Lavras, Minas Gerais, Brazil
metadata.teses.dc.title.alternative: Estudo observacional de identificação de fauna flebotominica(diptera: psychodidae: phlebotominae) em area de transmissão de leishmania visceral canina no município de Lavras-MG, Brasil
metadata.teses.dc.creator: Blanco, Yuly Andrea Caicedo
metadata.teses.dc.contributor.advisor1: Barçante, Joziana Muniz de Paiva
metadata.teses.dc.contributor.referee1: Ovallo, Fredy Galvis
metadata.teses.dc.contributor.referee2: Lima, Antonio de Padua
metadata.teses.dc.contributor.referee3: Barçante, Thales Augusto
metadata.teses.dc.contributor.referee4: Raymundo, Djeison
metadata.teses.dc.subject: Saúde pública
Vetor
Epidemiologia
Public health
Vector
Epidemiology
metadata.teses.dc.date.issued: 27-May-2019
metadata.teses.dc.description.sponsorship: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
metadata.teses.dc.identifier.citation: BLANCO, Y. A. C. Identification and observational epidemiological study of flebotominic fauna (diptera: psychodidae: phlebotominae) in the transmission area of canine visceral leishmaniasis in the municipality of Lavras, Minas Gerais, Brazil. 2019. 49 p. Tese (Doutorado em Ciências Veterinárias) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2019.
metadata.teses.dc.description.resumo: As leishmanioses constituem um complexo de doenças infecto-parasitárias, de caráter zoonótico e transmissão vetorial, causadas por diferentes espécies do gênero Leishmania. A infecção é causada pelo protozoário Leishmania infantum, transmitido por dípteros conhecidos como flebotomíneos. Apesar da ampla distribuição geográfica desse parasito, várias regiões do país ainda são consideradas livres da doença. Não obstante a vasta literatura acerca dessa doença, muitos aspectos ecoepidemiológicos dos insetos vetores ainda permanecem obscuros. Por essa razão, no presente trabalho, objetivou-se conhecer a situação epidemiológica e investigar a fauna flebotomínica em uma região de transmissão recente de leishmaniose visceral e leishmaniose tegumentar, no município de Lavras, no sul do estado de Minas Gerais, Brasil. O inquérito sorológico canino foi realizado em parceria com a Vigilância Ambiental e consistiu na avaliação de 6.090 residências e testagem de 6.782 animais, utilizando-se o TR DPP e o EIE. Para a investigação da fauna flebotomínica, foram realizadas coletas sistemáticas mensais, utilizando-se armadilhas luminosas do tipo HP e coletas de conveniência, utilizando-se armadilha de Shannon e armadilhas HP em locais com notificação de casos humanos e caninos de LV, durante o período de junho de 2013 a junho de 2018. No total, 759 animais apresentaram resultados positivos nos testes de triagem, utilizando-se o protocolo preconizado pelo Ministério da Saúde (TR DPP e EIA), realizado no período de junho de 2013 a junho de 2018. Destes, 443 animais foram positivos no teste rápido e no EIE, sendo que, a maioria dos casos de ocorrência originou-se nos seguintes bairros: Jardim Glória, Jardim Alterosa e Joaquim Sales. Com relação aos vetores foram capturados 136 flebotomíneos pertencentes a 16 espécies diferentes. A espécie mais abundante foi Lutzomyia longipalpis (43%), seguida de Evandromyia cortelezzii (9%), Pyntomyia monticola (8%) e Migonemyia migonei (7%). Não foram verificadas correlações significativas entre pluviosidade ou temperatura e abundância de flebotomíneos. A elevada ocorrência de casos de infecção canina por L. infantum, a apresentação de casos humanos e elevada diversidade de flebotomíneos, na área de estudo, apontam para a necessidade de implementação de medidas de vigilância e controle para evitar a dispersão da doença. Destaca-se ainda a necessidade de mais estudos para melhor compreensão dos determinantes epidemiológicos associados às leishmanioses município de Lavras, Minas Gerais, Brasil.
metadata.teses.dc.description.abstract: Leishmaniasis is a complex of infectious parasitic diseases, of zoonotic nature and caused by vector transmission of different species of the genus Leishmania. The infection is caused by the protozoan Leishmania infantum, transmitted by dipterans known as phlebotomines. Despite the wide geographical distribution of this parasite, several regions of Brazil are still considered free of Leishmaniasis. Although exist vast literature about this disease, many ecoepidemiological aspects of insect vectors are still remain unknown.Thus, the objective of this study was to know the epidemiological situation and investigate the phlebotominal fauna in a region of recent transmission of visceral and tegumentary leishmaniasis in the municipality of Lavras, located on the southern state of Minas Gerais, Brazil. The canine serological study was carried out in partnership with the Environmental Surveillance and consisted in the evaluation of 6 090 residences and the test of 6 782 animals using the TR DPP and the EIE. Monthly systematic collections were performed using traps HP-type and convenience collections using Shannon and HP luminous traps at sites where was reported cases of LV in human and canine, from June 2013 to 2018. As a result, a total of 759 animals were positive in the screening tests, using the protocol recommended by the Ministry of Health. Of these, 443 animals were positive in the rapid test and EIE, where the majority of cases occurred in the following neighborhoods: Jardim Glória, Jardim Alterosa and Joaquim Sales. Regarding the vectors, 136 sandflies belonging to 16 different species were captured. The most abundant species was Lutzomyia longipalpis (43%) followed by Evandromyia cortelezzii (9%), Pyntomyia monticola (8%) and Migonemyia migonei (7%). No significant correlation between rainfall or temperature and abundance of sand flies were observed.In conclusion, due to high occurrence of canine infection by L. infantum, human cases and high diversity of sandflies in that area, is necessary surveillance measures and control in order to avoid the spread of the disease. It is also important carry out studies to better understand the epidemiological determinants associated with leishmaniasis in the city of Lavras, Minas Gerais, Brazil.
metadata.teses.dc.description: Arquivo retido, a pedido da autora, até maio de 2020.
metadata.teses.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/34400
metadata.teses.dc.publisher: Universidade Federal de Lavras
metadata.teses.dc.language: spa
Appears in Collections:DMV - Ciências Veterinárias - Doutorado (Teses)

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.