Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/34446
metadata.artigo.dc.title: Avaliação da colmatação após 15 anos de operação de um sistema hibrido de wetland construído
metadata.artigo.dc.creator: Favretto, Rafael
Giroletti, Cristiane Lisboa
Magri, Maria Elisa
Suntti, Carla
metadata.artigo.dc.subject: Tratamento de esgoto
Wetland construído
Sistema híbrido
Colmatação
metadata.artigo.dc.publisher: Universidade de Santa Cruz do Sul
metadata.artigo.dc.date.issued: 2018
metadata.artigo.dc.identifier.citation: FAVRETTO, R. et al. Avaliação da colmatação após 15 anos de operação de um sistema hibrido de wetland construído. Tecno-Lógica, Santa Cruz do Sul, v. 22, n. 1, p. 12-17, jul./dez. 2018.
metadata.artigo.dc.description.resumo: O objetivo deste trabalho foi avaliar as condições iniciais de colmatação e o funcionamento de um sistema híbrido de wetland construído (vertical + horizontal), já em operação há 15 anos recebendo esgoto proveniente do Centro de Treinamento de Videira – SC (CETREVI). O período de monitoramento foi de agosto até novembro de 2016. Durante esse período, foram realizadas atividades de limpeza do sistema e de reintrodução das macrófitas, implementando-se uma nova rotina de alimentação do wetland vertical. No efluente, foram analisados os seguintes parâmetros: pH, DQO, SS, N-NH4 + , N-NO2 - , N-NO3 - e P-PO4 3- . Para a análise de colmatação, foram coletadas amostras do leito do wetland horizontal, as quais foram encaminhadas ao laboratório para secagem, peneiramento e posterior determinação dos sólidos finos e grosseiros. Embora o sistema apresentasse indícios de colmatação, as características físico-químicas do efluente permaneceram dentro dos padrões estabelecidos pela legislação vigente, com exceção apenas dos parâmetros N-NO2 - e N-NO3 - . Quanto aos sólidos de colmatação, verificou-se que o primeiro terço do leito apresentou grandes quantidades de sólidos orgânicos, uma ocorrência que pode ser explicada pelo fato de essa parte do leito ser a entrada do efluente no sistema. Já no segundo e terceiro terços do leito essa quantidade diminuiu, mas não de forma acentuada.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/34446
metadata.artigo.dc.language: pt_BR
Appears in Collections:DEG - Artigos publicados em periódicos



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons