Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3454

Título: Micropropagação e produção de constuintes voláteis in vitro de Aloysia triphylla (L´Hérit) Britton
Autor(es): Silva, Giselly Mota da
Orientador: Bertolucci, Suzan Kelly Vilela
Coorientador(es): Pinto, José Eduardo Brasil Pereira
Membro da banca: Corrêa, Ricardo Monteiro
Timbó, Ana Luíza de Oliveira
Área de concentração: Produção Vegetal
Assunto: Planta medicinal
Headspace-CG/EM
Propagação
Meio de cultura
Cidrão
Constituinte volátel
In vitro
Medicinal plant
Volatile constituent
Culture medium
Data de Defesa: 22-Fev-2013
Data de publicação: 2014
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: SILVA, G. M. da. Micropropagação e produção de constuintes voláteis in vitro de Aloysia triphylla (L´Hérit) Britton. 2013. 113 p. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: Aloysia triphylla (L´Hérit) Britton é planta medicinal e aromática. Objetivou-se desenvolver um protocolo de micropropagação de A. tryphylla, visando avaliar condições experimentais para o crescimento vegetativo e produção de constituintes voláteis in vitro. O trabalho foi desenvolvido em duas etapas. Na primeira etapa avaliou-se: 1) diferentes fontes de explantes (segmentos apicais e nodais), inoculados nos meios de cultura MS, B5 e WPM; 2) orientação de inoculação (horizontal e vertical); 3) melhor meio de cultura para o subcultivo (MS, WPM e B5); 4) concentrações de nitrogênio do meio MS e 5) constituintes voláteis das plântulas in vitro e ex vitro. Independente do meio de cultura, para o estabelecimento, o primeiro e segundo segmentos nodais apresentaram maiores altura e número de brotos. Na fase de subcultivo, a inoculação no meio WPM proporcionou melhor desenvolvimento de brotos e produção de citral. Concentrações de nitrogênio acima de 60 mM afetaram a síntese in vitro de constituintes voláteis e o crescimento vegetativo das plântulas. Folhas de A. tryphylla apresentaram diferenças quantitativas nos teores de limoneno e citral em plântulas cultivadas in vitro, em campo e em casa de vegetação. Portanto, para o estabelecimento in vitro de A. tryphylla indica-se o uso do primeiro e segundo segmentos nodais inoculados no meio WPM. Na fase de subcultivo, os explantes devem ser inoculados na posição horizontal no meio WPM. A concentração de 15 mM de nitrogênio favorece o crescimento e a produção de constituintes voláteis in vitro. O substrato comercial Plantmax® proporcionou 100% de sobrevivência das mudas da fase de aclimatização. Na segunda etapa avaliaram-se a influência de fatores químicos como: diferentes concentrações das citocininas BAP (0; 0,5; 1,0; 1,5 e 2,0 mg L-1) e TDZ (0; 0,125; 0,250; 0,375 e 0,5 mg L-1) e doses de sacarose (5, 10, 20, 30 e 40 g L-1). E fatores físicos como: intensidades luminosas de 13, 28, 47 e 69 µmol m-2 s-1. Observou-se efeito negativo das citocininas no crescimento e enraizamento das plântulas, no entanto as dosagens mínimas aumentaram o teor de citral nas plântulas. A concentração de 40 g L-1 de sacarose proporciona melhor crescimento e produção in vitro de citral. Plântulas cultivadas na intensidade luminosa de 69 µmol m-2 s-1 acumularam maior biomassa da parte aérea e raízes. Portanto, para o cultivo in vitro de A. tryphylla recomenda-se a inoculação de explantes em meio de cultura WPM suplementado com 40 g L-1 de sacarose e mantidos na sala de crescimento sob intensidade luminosa de 69 µmol m-2 s-1 para melhor crescimento e produção in vitro de limoneno e citral. Não há necessidade de suplementação de BAP ou TDZ para a proliferação de brotos.
Aloysia triphylla (L'Herit) Britton is a aromatic and medicinal plant. The objective was to develop micropropagation method of A. tryphylla and volatile production in vitro. The study was conducted in two stages. In the first stage was evaluated: 1) different sources of explants (apical and nodal segments) inoculated on MS, WPM and B5 culture media; 2) explant orientation in culture (horizontal and vertical); 3) best culture medium for subculture (MS, B5 and WPM); 4) nitrogen concentrations of MS medium and 5) volatile constituents in vitro and ex vitro of plants. Regardless of the medium, to establishing the first and second nodal segments showed greater height and shoot number. In subculture phase WPM medium enhanced shoot growth and citral production. Nitrogen concentrations above 60 mM affected synthesis of volatile constituent and vegetative growth. Leaves of A. tryphylla showed quantitative differences of limonene and citral in plants cultivated in vitro, field and greenhouse. Therefore, for explant establishment of A. tryphylla indicates the use of the first and second nodal segment cultured on WPM medium. Subculture phase the explants must be inoculated in horizontal position on WPM. The concentration of 15mM nitrogen was suitable for shoot growth and volatile production in vitro. The substrate Plantmax ® provided 100% survival of plants in acclimatization phase. In the second stage was evaluated the influence of chemical factors such: concentrations of cytokinins BAP (0; 0.5; 1.0; 1.5; 2.0 mg L-1), TDZ (0; 0.125; 0.250; 0.375; 0.5 mg L- 1) and sucrose levels (5, 10, 20, 30 and 40 g L-1). And physical factor such: light intensities of 13, 28, 47 and 69 µmol m-2 s-1. It was observed negative effect of cytokinins on growth and rooting, however low dosages increased citral content in plantlets. The concentration of 40 g L-1 sucrose was found suitable for growth and citral production in vitro. Light intensity of 69 µmol m-2 s-1 accumulated more shoot and root biomass. Therefore, for in vitro culture of A. tryphylla recommend inoculation of explants in WPM medium supplemented with 40 g L-1 sucrose with light intensity of 69 µmol m-2 s-1 for better growth and citral and limone production in vitro. No need for supplementation of BAP or TDZ for shoot proliferation.
Informações adicionais: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Agronomia/Fitotecnia, área de concentração em Produção Vegetal, para obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3454
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO Micropropagação e produção de constuintes voláteis in vitro de Aloysia triphylla (L´Hérit) Britton.pdf949,1 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback