Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3457
Título: Metabolismo energético em híbrido de Pseudoplatystoma reticulatum X Leiarius marmoratus
Título(s) alternativo(s): Energetic metabolism in Pseudoplatystoma reticulatum x Leiarius marmoratus hybrid
Autor : Prieto Guevara, Martha Janeth
Primeiro orientador: Rosa, Priscila Vieira e
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Okamura, Daniel
Primeiro membro da banca: Freitas, Rilke Tadeu Fonseca de
Carneiro, Dalton José
Ribeiro, Paula Adriane Perez
Área de concentração: Produção e Nutrição de não Ruminantes
Palavras-chave: Peixe
Histologia hepática
Glicogênio
Glicose
Ácido graxo
Triglicerídeo
Perfil lipoproteico
Fatty acid
Hepatic histology
Glycogen
Glucose
Triglycerides
Lipoprotein profile
Lipid profile
Fish
Data da publicação: 2014
Agência(s) de fomento: Ministério das Relações Exteriores (MRE)
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Universidade de Córdoba
Fundación para el futuro de Colombia (COLFUTURO)
Referência: PRIETO GUEVARA, M. J. Metabolismo energético em híbrido de Pseudoplatystoma reticulatum X Leiarius marmoratus. 2014. 186 p. Tese (Doutorado em Zootecnia - Produção e Nutrição de não Ruminantes) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: The present study aimed at evaluating the influence of the levels of amide and different sources of oils in diets over the energetic metabolism in Pseudoplatystoma reticulatum x Leiarius marmoratus hybrid. The experiment was conducted in the fish metabolism laboratory of the Universidade Federal de Lavras. We used 520 hybrid juveniles, with an average weight of 82.87 g, maintained in boxes of 100 L, in a circulation system, at an average temperature of 27.8±0.3oC. The experimental design was completely randomized with eight treatments in a 2x4 factorial scheme (two levels of maize amid – 5 and 25% - and four oil sources – linseed, olive, maize and fish). Each treatment was provided to 5 boxes, totalizing 40 plots. We collected once in 60 experimental days and determined the concentrations of protein, glucose and triglycerides in serum, muscle and liver; the serum lipoprotein profile and fatty acid profile in the muscle and liver, the magnitude of vacuolation and percentage of lipid and glycogen deposition, and the hepatossomatic index (HIS). The protein and triglyceride concentrations in the liver presented effect independent on the levels of amide and oil sources (P<0.05). The protein concentrations in the muscle and amide and triglyceride concentrations in the serum presented a significant interaction effect (P<0.05) between the levels of amide and the oil sources in the diet. The muscular glucose was affected by the sources of oil in the diet (P<0.05). The HIS was higher with 25% of amide (P<0.05). The interaction between the different amide and oil source levels in the diet interfered on lipid and glycogen deposition, as well as on the structure of the hepatic parenchyma (P<0.05)> The concentration of triglycerides, HDL, LDL and VLDL in the serum were influenced by the interaction between the levels of amide and the sources of oil in the diet (P<0.05). The interaction between the levels of amide and the oil sources affected the total number of SFA, MUFA, PUFA, HUFA, and the n3/n6 relation in the liver and muscle (P<0.05). The composition of fatty acids in the liver and muscle was significantly affected by the diets (P<0.05). We conclude that the levels of amide, the oil sources and the interaction between both, as well as the n3/n6 relation affected serum glucose, the energetic metabolism of the hybrid, serum lipoprotein profile, and the proportion between n3/n6 altered hepatic histology. The fatty acid profile and the n3/n6 relation in the diet did not reflect, in its totality, in the hybrid’s liver and muscle profile, being that the DHA was preserved in the muscle.
O presente estudo teve como objetivo avaliar a influência dos níveis de amido e diferentes fontes de óleos nas dietas sobre o metabolismo energético em híbrido de Pseudoplatystoma reticulatum x Leiarius marmoratus. O experimento foi realizado no laboratório de metabolismo de peixes da Universidade Federal de Lavras. Foram utilizados 520 juvenis do híbrido, com peso médio de 82,87g, mantidos em caixas de 100L, em sistema de recirculação, a uma temperatura média de 27,8±0,3ºC. Delineamento experimental inteiramente ao acaso com oito tratamentos em esquema fatorial 2x4 (dois níveis de amido de milho 5 e 25% e quatro fontes de óleo linhaça, oliva, milho e peixe). Cada tratamento foi fornecido a 5 caixas, totalizando 40 parcelas. Realizou-se uma coleta nos 60 dias de experimento e foram determinadas as concentrações de proteína, glicose e de triglicerídeos no soro, músculo e fígado; o perfil de lipoproteínas séricas e perfil de ácidos graxos no fígado e músculo, a magnitude de vacuolização e porcentagem de deposição de lipídeos e glicogênio, e o índice hepatossomático (IHS). As concentrações de proteína e triglicerídeos no fígado apresentaram efeito independente dos níveis de amido e fontes de óleo (P<0,05). As concentrações de proteína no músculo, glicose e triglicerídeos no soro apresentaram efeito da interação significativa (P<0,05) entre os níveis de amido e as fontes de óleo na dieta (P<0,05). A glicose muscular foi afetada pelas fontes de óleo na dieta (P<0,05). O IHS foi maior com 25% de amido (P<0,05). A interação entre os diferentes níveis de amido e fontes de óleo na dieta interferiram na deposição de lipídeos e glicogênio, assim como na estrutura do parênquima hepático (p<0,05). A concentração de triglicerídeos, HDL, LDL e VLDL no soro foi influenciada pela interação entre os níveis de amido e as fontes de óleo na dieta (P<0,05). A interação entre níveis de amido e fontes de óleo teve efeito sobre o total de SFA, MUFA, PUFA, HUFA, e na relação n3/n6 no fígado e músculo (P<0,05). A composição de ácidos graxos no fígado e no músculo foi significativamente afetada pelas dietas (P<0,05). Conclui-se que níveis de amido, fontes de óleo e sua interação, bem como a relação n3/n6 afetam a glicose sérica, o metabolismo energético do híbrido, o perfil das lipoproteínas séricas e a proporção entre n3/n6 da dieta alteram a histologia hepática. O perfil de ácidos graxos e a relação n3/n6 da dieta não se refletiram na sua totalidade no perfil do fígado e músculo do hibrido, sendo que o DHA foi preservado no músculo.
metadata.teses.dc.description: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Zootecnia, área de concentração em Produção e Nutrição de não Ruminantes, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3457
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DZO - Zootecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE Metabolismo energético em híbrido de Pseudoplatystoma reticulatum X Leiarius marmoratus.pdf1,54 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.