Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/35229
metadata.teses.dc.title: Um projeto de extensão: diálogos sobre empoderamento de mulheres rurais em estudo de caso do grupo Quitandas de Ouros no município de Conceição dos Ouros em Minas Gerais
metadata.teses.dc.title.alternative: An extension project: dialogues on empowerment of rural women in a case study of the Gold Remote group in the municipality of the Gold Concept in Minas Gerais
metadata.teses.dc.creator: Souza, Lívia Santos Lemos de
metadata.teses.dc.contributor.advisor1: Pereira, Viviane Santos
metadata.teses.dc.contributor.referee1: Oliveira, Maria de Lourdes Souza
metadata.teses.dc.contributor.referee2: Pereira, Viviane Guimarães
metadata.teses.dc.subject: Extensão universitária
Extensão tecnológica
Projeto de extensão
Mulher rural
University extension
Technological extension
Extension project
Rural women
metadata.teses.dc.date.issued: 10-Jul-2019
metadata.teses.dc.identifier.citation: SOUZA, L. S. L. de. Um projeto de extensão: diálogos sobre empoderamento de mulheres rurais em estudo de caso do grupo Quitandas de Ouros no município de Conceição dos Ouros em Minas Gerais. 2019. 132 p. Dissertação (Mestrado Profissional em Desenvolvimento Sustentável e Extensão)–Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2019.
metadata.teses.dc.description.resumo: A trajetória histórica das universidades públicas no Brasil perpassa por vários enfoques e ações, levando-as a uma diversidade de definições sobre a concepção de Extensão Universitária, percebida como um conceito em permanente construção. Contudo, as situações e práticas que evidenciam novas direções, exigem avanços e rumos para uma definição mais estável. A década de 80 é marcada pela criação do I Fórum Nacional de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras, objetivando construir o conceito e Institucionalização da Extensão. Nos últimos dez anos, essa discussão esteve voltada para o fortalecimento do conceito de extensão, regulamentando a parceria entre universidade e sociedade, conferindo às Instituições de Ensino Superior - IES, grande responsabilidade. Nessa direção, a intenção da Universidade Pública é realizar a interface entre os três pilares da universidade pública brasileira (ensino-pesquisa e extensão), através da Política Nacional de Extensão Universitária (PNEU) em conformidade com o FORPROEX. Esse documento reafirma os objetivos elaborados ao longo da história dos Fóruns, além de apresentar as diretrizes que orientam as ações de extensão. Por outro lado, os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia adotaram o conceito de extensão tecnológica a partir do conceito de extensão universitária, porém, interliga não somente as atividades de ensino e pesquisa às demandas da região, mas procura também associar as atividades de extensão às demandas da comunidade que se encontra no entorno dos campi da instituição. Para fomentar a extensão tecnológica, a Secretaria de Educação Profissional do Ministério da Educação (SETEC), por meio da abertura de editais, apoiou nos últimos anos o desenvolvimento de alguns projetos com essa especificidade. Nessa oportunidade, em 2014, servidores do IFSULDEMINAS, em parceria com a EMATER/MG, aprovaram o projeto denominado “Desenvolvimento de produtos derivados da mandioca para inserção na alimentação escolar como perspectiva de segurança alimentar e empoderamento das mulheres rurais de Conceição dos Ouros” por meio do edital na chamada CNPq-SETEC/MEC Nº017/2014. O projeto objetivou o desenvolvimento de produtos alimentícios (quitandas) viáveis, do ponto de vista nutricional e econômico, para comercialização na alimentação escolar, com foco na inclusão de mulheres rurais no mercado de trabalho. As participantes foram asmulheres rurais que, após adesão às ações do projeto, foi intitulado: “Grupo Quitandas de Ouros”. Diante desses fatores citados,é originada a pesquisa intitulada: “Um Projeto de Extensão: diálogos sobre empoderamento de mulheres rurais em Estudo de Caso do Grupo Quitandas de Ouros no Município de Conceição dos Ouros em Minas Gerais”. A pesquisa foi realizada junto às cinco mulheres do Grupo Quitandas de Ouros e buscou compreender os impactos do projeto de extensão no grupo de mulheres. O estudo apresenta como objetivos: conhecer as contribuições, limites e desafios do projeto de extensão, na perspectiva do empoderamento e geração de renda das mulheres do grupo Quitandas de Ouros, bem como identificar esses fatores no que tange as diretrizes da Política Nacional de Extensão Universitária.
metadata.teses.dc.description.abstract: The historical trajectory of public universities in Brazil, runs through various approaches and actions, leading to a diversity of definitions about the concept of University Extension, perceived as a concept in permanent construction. However, situations and practices that reveal new directions require advances and directions for a more stable definition. The 80's was marked by the creation of the 1st National Forum of Pro-Dean of Extension of the Brazilian Public Universities, aiming to build the concept and Institutionalization of Extension. In the last decade, this discussion was focused on strengthening the concept of extension, regulating the partnership between university and society, giving Higher Education Institutions (IES) a great responsibility. In this direction, the intention of the Public University is to accomplish the interface among three pillars of the Brazilian Public University (teaching-research and extension), through the National Policy of University Extension (PNEU) in accordance with FORPROEX. This document reaffirms the objectives elaborated throughout the history of the Forums, in addition to presenting the guidelines that conduct the extension actions. On the other hand, the Federal Institutes of Education, Science and Technology have adopted the concept of technological extension, based on the concept of university extension, but it not only links teaching and research activities to the demands of the region, but also seeks to associate extension to the demands of the community that surrounds the institution's campuses. In order to promote technological extension, the Secretariat of Professional Education of the Ministry of Education (SETEC), through the opening of calls for proposals, has supported in the last years the development of some projects with this specificity.On that occasion, in 2014, public servants of IFSULDEMINAS, in partnership with EMATER/MG, approved the project entitled "Development of cassava products for insertion in school feeding as a perspective of food security and empowerment of rural women in Conceição dos Ouros ", through the call for proposals CNPq-SETEC/MEC Nº017/2014.The project aimed at the development of viable food products (quitandas), from a nutritional and economic point of view, for marketing in school feeding, with a focus on the inclusion of rural women in the job market.Participants were rural women who, after joining the project, were entitled: "Quitandas de Ouro Group”. Faced with these factors, the research titled: “An Extension Project: dialogues on the empowerment of rural women in a case study from the Quitandas de Ouro Group in the Municipality of Conceição dos Ouros in Minas Gerais”.The research was carried out with five women from the Quitandas de Ouro Group and sought to understand the impacts of the extension project on the women group. The research aims to know the contributions, limits and challenges of the extension project, from the perspective of the empowerment and income generation of the women from the Quitandas de Ouro Group, as well as to identify these factors with regard to the guidelines of the National Policy of University Extension.
metadata.teses.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/35229
metadata.teses.dc.publisher: Universidade Federal de Lavras
metadata.teses.dc.language: por
Appears in Collections:DAE - Desenvolvimento Sustentável e Extensão - Mestrado Profissional (Dissertações/TCC)



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.