Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3544

Título: Comparação entre métodos para estimar a produtividade de grãos de milho
Título Alternativo: Comparison between methods of estimating corn grain productivity
Autor(es): Rodrigues, Victor do Nascimento
Orientador: Von Pinho, Renzo Garcia
Coorientador(es): Paglis, Carlos Mauricio
Bueno Filho, Júlio Sílvio de Sousa
Membro da banca: Morais, Augusto Ramalho de
Von Pinho, Édila Vilela de Resende
Gomes, Maximilian de Souza
Área de concentração: Fitotecnia
Assunto: Zea mays
Estimativa
Milho
Methods
Corn
Productivity
Data de Defesa: 6-Mar-2004
Data de publicação: 4-Set-2014
Referência: RODRIGUES, V. do N. Comparação entre métodos para estimar a produtividade de grãos de milho. 2004. 47 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2004.
Resumo: A estimativa da produção antes da colheita é importante para agricultores e técnicos, permitindo um planejamento adequado em relação ao seu transporte, armazenamento e à sua comercialização. Entretanto, são escassos métodos práticos e simples para estimar a produtividade de milho, bem como trabalhos que visam desenvolver e avaliar tais métodos. O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência de dois métodos utilizados para estimar a produtividade de grãos em lavouras comerciais de milho. Foram avaliados o método de Reetz, desenvolvido na Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, e o método da Emater-MG, utilizado em concursos de produtividade no estado. A eficiência dos métodos foi analisada em três áreas, sendo duas em Lavras-MG e uma em Itumirim-MG, obtendo-se as produtividades estimadas e as produtividades reais em cada local. Para obtenção das produtividades estimadas, as áreas foram divididas em 4 talhões, sendo colhidas 6 parcelas por talhão na área da UFLA e 1 parcela por talhão nas demais áreas. Cada parcela constituiu-se de 7 sub-amostras de 4 m² com 3 espigas cada, distribuídas em 4 linhas de 10 m. Para o método de Reetz, utilizou-se na expressão de cálculo o número de espigas em 4m2, o número de fileiras de grãos e o número de grãos por fileira. Para o método da Emater, utilizou-se o espaçamento entre linhas, número de espigas em 10 m e o peso médio de grãos por espiga. Com as estimativas das sub-amostras, foram feitas análises de variância para cada local e para cada método. Com os componentes da variância de cada análise, foram determinadas funções de variância de acordo com o número de parcelas e sub-amostras para posterior determinação de intervalos de 95% de confiança da produtividade média estimada pelos métodos, com o intuito de verificar se estes continham as produtividades reais dos locais. Conclui-se que a validade das produtividades estimadas depende do número considerado de parcelas e sub-amostras. O método da Emater é útil para comparações entre produtividades de diferentes áreas. O número de espigas amostradas por parcela que tem sido recomendado pelo método da Emater pode ser reduzido à metade. O método de Reetz precisa ser adaptado a grupos de híbridos com características semelhantes.
The productivity estimate prior to harvest is important for farmers and technicians, permiting appropriate planning in relation to its transport, storage and commercialization. However, practical and simple methods of estimating corn productivity are scarce, as well as works that seek to develop and to evaluate such methods. The objective of this work was to evaluate the efficiency of two methods used to estimate the productivity of grains on commercial corn farms. The Reetz method, developed at the University of Illinois, in the United States, and the Emater-MG method, used in productivity contests in the state were appraised. The efficiency of the methods was analyzed in three areas, two being in Lavras-MG and one in Itumirim-MG. The productivity estimates and the real productivity being obtained in each local. For obtaining of the estimated productivities, the areas were divided in 4 plots, 6 portions being harvested per plot in the area of UFLA and 1 portion per plot in the other areas. Each portion was made up of 7 sub-samples of 4 m² with 3 ears of corn each, distributed in 4 lines of 10 m. For the Reetz method, the number of ears of corn in 4m2, the number of rows of grain and the number of grains per row were used in the calculation expression. For the Emater method, the spacing among lines, number of ears of corn in 10 m and the average grain weight per ear of corn was used. With the estimates of the sub-samples, variance analysis were made for each local and for each method. With the variance components of each analysis, variance functions were determined in accordance with the number of portions and sub-samples for subsequent determination of intervals of 95% confidence of the estimated average productivity for the methods, with the intention of verifying if these contained the real productivities of the locals. It is concluded that the validity of the estimated productivities depends on the number of portions and sub-samples considered. The Emater method is useful for comparisons among productivities of different areas. The number of ears of corn sampled per portion that has been recommended by the Emater method can be reduced by half. The Reetz method needs to be adapted to hybrid groups with similar characteristics.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3544
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Comparação entre métodos para estimar a produtividade de grãos de milho.pdf598,72 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback