Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCS - Departamento de Ciência do Solo >
DCS - Programa de Pós-graduação >
DCS - Ciência do Solo - Doutorado (Teses) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3574

Title: Sistema conservacionista e de manejo intensivo na melhoria de atributos do solo para a cultura do cafeeiro
Other Titles: Conservationist and intensive management system in the improvement of soil characteristics for the coffee culture
???metadata.dc.creator???: Serafim, Milson Evaldo
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Oliveira, Geraldo César de
???metadata.dc.contributor.referee1???: Guimarães, Paulo Tácito Gontijo
Vitorino, Antônio Carlos Tadeu
Lima, José Maria de
Curi, Nilton
???metadata.dc.description.concentration???: Recursos Ambientais e Uso da Terra
Keywords: Solo - Uso
Solos - Conservação
Física do solo
Água - Conservação
Cultura de cobertura
Uso eficiente de água
Water use efficiency
Soil physical quality
???metadata.dc.date.submitted???: 22-Mar-2011
Issue Date: 5-Sep-2014
Citation: SERAFIM, M. E. Sistema conservacionista e de manejo intensivo na melhoria de atributos do solo para a cultura do cafeeiro. 2011. 119 p. Tese (Doutorado em Ciência do Solo)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2011.
???metadata.dc.description.resumo???: O avanço da cafeicultura para a região do Cerrado Brasileiro foi motivado, dentre outros, pelo menor custo da terra e topografia favorável à mecanização. Como dificuldades, citam-se solos com baixa fertilidade natural; regime pluvial mal distribuído, agravado por veranicos prolongados no período chuvoso e escassez de água para irrigação em muitas propriedades. Inovações são sempre buscadas para que estas limitações sejam minimizadas. O estudo foi realizado com os objetivos de realizar a caracterização de um sistema conservacionista e de manejo intensivo de adubação e preparo do solo, para o cultivo de cafeeiros na região fisiográfica do Alto São Francisco e avaliar o potencial de uso e a quantificação de atributos físico-hídricos de solos cultivados com cafeeiro em áreas comerciais, manejados sob este sistema, o qual se propõe a minimizar as limitações edafoclimáticas do Cerrado. O sistema foi desenvolvido por produtores e técnicos da região fisiográfica do Alto São Francisco, MG e vem sendo adotado por muitos cafeicultores dos municípios de São Roque de Minas, Vargem Bonita e Piumhi, além de outras regiões dos estados de Minas Gerais e São Paulo. É caracterizado pela aplicação de gesso na dose de 7 kg m-1 na linha do cafeeiro e pelo cultivo de braquiária na entrelinha; stand médio com 5.500 plantas ha-1; sulco de plantio com 0,5 m (largura) e 0,6 m (profundidade), seguido da incorporação de adubos e corretivos; plantio no mês de outubro; uso de variedades de porte baixo (Catucaí Amarelo); uso de tração animal (roçada, aplicação de defensivos e adubações) e rigoroso controle do estado nutricional das plantas. A adoção do sistema nas fazendas estudadas tem resultado em lavouras produtivas com média de 49 sacas ha-1. As lavouras estudadas foram implantadas em áreas recobertas por LVd e CXbd. As áreas de Latossolos e Cambissolo latossólico foram enquadradas, no Sistema Brasileiro de Capacidade de Uso, como pertencentes à classe IIIc-1,s-5 e os Cambissolos pertencentes à classe VIe-1,s-1-3,c-1. O cultivo de cafeeiros sob o sistema em estudo promoveu melhorias em atributos químicos e físico-hídricos dos solos, trazendo benefícios, como melhor desenvolvimento do sistema radicular das plantas, redução do déficit hídrico e aumento na produtividade da cultura por diminuir as limitações. O sistema de manejo tem proporcionado aos solos um uso superior àquele recomendado pelo sistema de capacidade de uso, sem comprometimento aparente dos recursos naturais. A abordagem técnico-científica dada neste estudo considera positiva a adoção do sistema, desde que acompanhada de abordagem econômica, objetivando atender a produtores de diferentes níveis tecnológicos.
The progress of coffee cropping for the Brazilian Savannah region has been motivated by lower land costs and topography favorable to mecanization, among others. Difficulties mentioned include soils with low natural fertility, poorly distributed rainfall patterns worsened by lingering dry spells in the rainy period, and the shortage of water for irrigation on many rural properties. The objectives of this study were the characterization of an intensive coffee plant cultivation system in the Physiographic Region of the Upper San Francisco River Valley; the evaluation of the soil use potential there and the quantification of the hydro-physical characteristics of soil cultivated with coffee plants in commercial areas, managed under this system, which proposes to minimize the edaphoclimatic limitations of the Savannah. The system that was developed by producers and technicians of the Physiographic Area of Upper San Francisco River Valley, MG, has been adopted by coffee growers of the municipal districts of São Roque de Minas, Vargem Bonita and Piumhi, besides other areas in the states of Minas Gerais and São Paulo. The system is characterized by the application of 28 t ha-1 of gypsum in the row of coffee plant; Brachiaria cultivation in between rows; stand with an average of 5,500 plants ha-1; planting furrow with 0.5 m (width) and 0.6 m (depth) followed by the incorporation of fertilizers and correctives; planting in the month of October; use of short stature varieties (Catucaí Amarelo); use of animal traction (mowing; pesticide application and fertilizing), and rigorous control of the nutritional state of the plants. The adoption of the system on the studied farms has resulted in productive plantations with an average of 49 coffee sacks ha-1. The studied plantations were implanted in areas covered by LVd and CXbd. The Latosol and latossolic Cambisol were framed in the Brazilian Use Capacity System as belonging to the class IIIc-1,s-5 and Cambisols belonging to the class VIe-1,s-1-3,c-1. The cultivation of coffee plants under the system under study promoted improvements in chemical and hydro-physical characteristics of the soils, resulting in benefits such as better plant root system development; water deficit reduction, and an increase in the productivity of the culture. The management system has been providing a soil use superior to that recommended by the use capacity system, without apparent compromising of the natural resources. The scientific-technical approach given in this study considers the adoption of the system positive, provided it is accompanied by an economic approach aiming to assist producers of different technological levels.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3574
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DCS - Ciência do Solo - Doutorado (Teses)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TESE_Sistema conservacionista e de manejo intensivo na melhoria de atributos do solo para a cultura do cafeeiro.pdf1.31 MBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback