Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3580
Título: Eficiência simbiótica de estirpes de bactérias fixadoras de nitrogênio em feijoeiro e sua tolerância a acidez e alumínio in vitro
Título(s) alternativo(s): Simbiotic efficiency of nitrogen-fixing bacterial strains in common beans and its acidity and aluminum tolerance "in vitro"
Autor : Ferreira, Paulo Ademar Avelar
Primeiro orientador: Moreira, Fátima Maria de Souza
Primeiro membro da banca: Schwan, Rosane Freitas
Soares, Cláudio Roberto Fonsêca Sousa
Andrade, Messias José Bastos de
Palavras-chave: Rizóbio
Feijão - Produtividade
Data da publicação: 5-Set-2014
Referência: FERREIRA, P. A. A. Eficiência simbiótica de estirpes de bactérias fixadoras de nitrogênio em feijoeiro e sua tolerância a acidez e alumínio 'in vitro'. 2008. 50 p. Dissertação (Mestrado em Ciência do Solo)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2008.
Resumo: O feijão (Phaseolus vulgaris L.) é uma das leguminosas mais cultivadas e consumidas pela população brasileira. A simbiose desta espécie hospedeira com bactérias fixadoras de nitrogênio pode aumentar a produção, substituindo os fertilizantes nitrogenados e diminuindo os custos de produção. O objetivo deste trabalho foi avaliar novas estirpes de rizóbio eficientes no processo de fixação biológica de nitrogênio de solos de diferentes usos da terra da região Amazônica, em simbiose com o feijão; compará-las com uma das estirpes atualmente recomendadas para produção de inoculante comercial (CIAT 899) para a cultura do feijoeiro e avaliar sua tolerância a acidez e alumínio "in vitro". O experimento foi conduzido em vasos de Leonard, em casa de vegetação. O delineamento estatístico utilizado foi o inteiramente casualizado, com 20 tratamentos (18 estirpes e duas testemunhas sem inoculação sem e com nitrogênio mineral) e 5 repetições. Portanto, as estirpes que obtiveram os melhores resultados no ensaio de casa de vegetação foram avaliadas quanto sua tolerância a acidez e alumino "in vitro". No ensaio para a avaliação da eficiência da fixação biológica de nitrogênio, a inoculação com as estirpes 3K, 342k (Mesorhizobium sp.) e 10K (Mesorhizobium loti) proporcionaram maior crescimento das plantas, maior nutrição de nitrogênio e boa nodulação no experimento de Vaso de Leonard quando comparadas com a estirpe recomendada como inoculante e a testemunha nitrogenada. No ensaio para avaliar a tolerância a pH as estirpes mostraram-se tolerantes à acidez quando avaliadas em meio de cultura líquido. Já no ensaio com Al3+ as concentrações acima de 1 cmolc L-1 Al3+ inibiram o crescimento das estirpes testadas. Apesar da estirpe 10K apresentar tolerância à acidez, ela mostrou-se sensível à presença de alumínio no meio de cultura. Pode-se constatar que estas estirpes apresentam um grande potencial para novos testes em casa de vegetação e á campo.
The common beans (Phaseolus vulgaris) is one of the most cultivated and consumed legumes by the Brazilian population. The simbiosis of this host plant with nitrogen fixing bacteria can increase the production, replacing the nitrogen fertilizers and lowering the production costs. The aim of this research was to evaluate the efficient of new rhizobia strains isolated from different Amazon land use in the process of nitrogen biological fixation in symbiosis with common beans comparing them with one of the currently commercial inoculant (CIAT 899) and evaluate their acidity and aluminum tolerance "in vitro". The experiment about efficiency was conducted in Leonard pots, in a greenhouse. The statistical design used was completely randomized, with 20 treatments (18 strains and two controls without inoculation; with and without mineral nitrogen) and 5 repetitions. The strains that showed the best results in the greenhouse experiment were evaluated for their tolerance to acidity and aluminum "in vitro". In the test for assessing the efficiency of nitrogen biological fixation, the inoculation with the strains 3K, 342k (Mesorhizobium sp.) and 10K (Mesorhizobium loti) provided greater plant growth, higher nitrogen nutrition and good nodulation when compared with the strain recommended as inoculant and the control with nitrogen. In the pH tolerance test, the strains were tolerant to acidity when evaluated in liquid culture medium. In the test with Al3+, the concentrations above 1 cmolc L-1 Al3 + inhibited the growth of the same strains. The strain 10K was tolerant to acidity, but it was sensitive to the presence of aluminum in the culture medium. These strains have a great potential for new tests in greenhouse and field experiments.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3580
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DCS - Ciência do Solo - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.