Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCS - Departamento de Ciência do Solo >
DCS - Programa de Pós-graduação >
DCS - Ciência do Solo - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3582

Título: Modelagem espacial da erosão hídrica no Vale do Rio Doce, região Centro-Leste do estado de Minas Gerais
Título Alternativo: Modeling spatial of water erosion in the Doce River Valley, Central-East region of Minas Gerais state - Brazil
Autor(es): Silva, Mayesse Aparecida da
Orientador: Silva, Marx Leandro Naves
Membro da banca: Ferreira, Mozart Martins
Curi, Nilton
Norton, Lloyd Darrell
Área de concentração: Recursos Ambientais e Uso da Terra
Assunto: Erosão hídrica - Minas Gerais
Geologia - Métodos estatísticos - Minas Gerais
Geoestatística
Eucalipto
Water erosion
Geostatistics
Eucalyptus
Data de Defesa: 8-Jul-2009
Data de publicação: 5-Set-2014
Referência: SILVA, M. A. da. Modelagem espacial da erosão hídrica no Vale do Rio Doce, região Centro-Leste do estado de Minas Gerais. 2009. 116 p. Dissertação (Mestrado em Ciência do Solo)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009.
Resumo: Minas Gerais é o estado com maior área de florestas plantadas no Brasil, grande parte desses plantios encontra-se na região do Vale do Rio Doce, MG. Essa região é, atualmente, das mais degradadas pela erosão hídrica no estado. Como forma de auxiliar na identificação de áreas com menor e maior suscetibilidade a erosão hídrica e a compreender os mecanismos erosivos tem-se utilizado a modelagem da erosão hídrica. Objetivou-se com este trabalho estimar, avaliar e espacializar as perdas de solo e água por erosão hídrica em plantios florestais com eucalipto, relacionando-as com as observadas em floresta nativa, pastagem plantada e solo descoberto, e compará-las com os limites admissíveis para as principais classes de solo. O estudo foi realizado em áreas plantadas com eucalipto, localizadas no Vale do Rio Doce, região Centro-Leste do estado de Minas Gerais. Foram obtidos e gerados os mapas dos fatores da equação universal de perdas de solo (USLE) para proceder à espacialização, por meio da modelagem da USLE. Os índices de erosividade anual variaram de 7.970 a 18.646 MJ mm ha-1 h-1ano-1, considerados altos e muito altos. Os valores de erodibilidade foram 2,0x10-4 e 10x10-4 Mg h MJ-1 mm-1 para o Latossolo Vermelho-Amarelo e Latossolo Vermelho, respectivamente, sendo considerados baixos. Belo Oriente apresentou maiores riscos à erosão que Guanhães, sugerindo que o fator LS e o fator K foram os principais responsáveis na variação das perdas de solo em relação as duas sub-bacias. As menores perdas de solo, entre os cenários avaliados, ocorreram nos usos com eucalipto conservacionista e não conservacionista e floresta nativa. As perdas estimadas foram muito próximas das perdas determinadas na parcela-padrão.
Minas Gerais state has the largest area of planted forests in Brazil, where most plantations is located in the Doce River Valley region, Minas Gerais, Brazil. Nowadays, such place is the most degraded region by water erosion of the entire state. Water erosion modeling has been applied as a way to assist into identifying areas with lesser and greater water erosion susceptibility and understand the erosion mechanisms. The objective of this work was to estimate, assess, and distribute the soil and water loss by water erosion in the eucalyptus forest plantations, which were linked with those observed in the native forest, planted pasture and bare soil. Finally, the soil loss was compared with the tolerable values for major soil classes. The study was carried out in areas with eucalyptus plantation, located in the Doce River Valley, Central-East region of Minas Gerais state - Brazil. Maps of the universal soil loss equation (USLE) factors were obtained and generated in order to procedure the soil loss spatial distribution through the USLE model. The annual erosivity index ranged from 7,970 to 18,646 MJ mm ha-1 h-1 yr-1, being considered high and very high. The erodibility values were 2,0x10-4 and 10x10-4Mg h MJ-1 mm-1 for the Red-Yellow Latosol and Red Latosol, respectively, all of them were considered as low. Belo Oriente showed higher erosion risk when compared with Guanhães. It suggested that the LS factor and K factor were the main responsible for the soil loss variation on the two sub-basins. The lower soil losses, among the scenarios evaluated, occurred in land-use with eucalyptus with conservationist-practices, eucalyptus with non-conservationist-pratices, and native forest. The estimated soil losses were very close to soil losses assessment by standard plot.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3582
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DCS - Ciência do Solo - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Modelagem espacial da erosão hídrica no Vale do Rio Doce, região Centro-Leste do estado de Minas Gerais.pdf2,21 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback