Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCS - Departamento de Ciência do Solo >
DCS - Programa de Pós-graduação >
DCS - Ciência do Solo - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3584

Title: Levantamento de solos em sub-bacias hidrográficas como apoio para avaliação do uso da terra e da potencialidade da recarga de aqüíferos
Other Titles: Soil survey in hydrografic watersheds as support to evaluation of land use and aquiferous recharge potencial
???metadata.dc.creator???: Menezes, Michele Duarte de
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Curi, Nilton
???metadata.dc.contributor.referee1???: Marques, João José Granate de Sá e Melo
Mello, Carlos Rogério de
Keywords: Reconhecimento do solo
Solos - Aptidão agrícola
Hidrografia
Bacias hidrográficas
Área de proteção ambiental
???metadata.dc.date.submitted???: 31-Jul-2007
Issue Date: 5-Sep-2014
Citation: MENEZES, M. D. de. Levantamento de solos em sub-bacias hidrográficas como apoio para avaliação do uso da terra e da potencialidade de recarga de aqüíferos. 2007. 107 p. Dissertação (Mestrado em Ciência do Solo)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2007.
???metadata.dc.description.resumo???: The knowledge of natural resources, mainly soil water, is fundamental for a better evaluation of land use in sustainable basis, indicating its potential and limitations for agricultural and non-agricultural exploration. This evaluation can be improved by the use of Land Agricultural Vocation Evaluation System, in which the differential impacts of limitations on the small and big farmers are clearly recognized. So, this work aimed to characterize and map the soils of two hydrographic watersheds, as a basis for evaluation of land use and aquifers recharge potential. In Vista Bela creek watershed, the main soils are: Red-Yellow Latossol (34,4%), Red Latosol (12%), Haplic Cambisol (35%), and Fluvic Neosol (16%). The 3(bc) agricultural vocational class predominates. The Latosols and Fluvic Neosols are the main responsible for the aquiferous recharge potential. The main soils in the Lavrinha creek watersheds are: Haplic Cambisol (92%) and Fluvic Neosol (7%). The Cambisols are responsible for the low aquiferous recharge potential. The 5N agricultural vocational class predominates. In general, the soil natural fertility is low and the land being utilized below its agricultural potential with respect to the aquiferous recharge, in the Lavrinha creek watershed it is necessary the maintenance of an efficient vegetal cover because of this low recharge potential in pedological terms, while the situation is much more confortable in the Vista Bela creek watershed.
O conhecimento dos recursos naturais, especialmente solo e água, é necessário para uma melhor avaliação do potencial de uso das terras, fazendo com que essa exploração tenha bases sustentáveis, indicando o potencial e as limitações para o aproveitamento agrícola e não agrícola. Essa avaliação pode ser aprimorada com a aplicação do Sistema de Avaliação da Aptidão Agrícola das Terras, que além de indicar o potencial agrícola para diferentes tipos de uso, procura ainda atender a uma relação custo/benefício favorável sob os pontos de vista econômico e ambiental, considerando diferentes níveis de manejo num reconhecimento explícito de que os problemas atingem diferencialmente o grande e o pequeno produtor. Assim, este trabalho foi realizado com os objetivos de caracterizar e mapear os solos de duas sub-bacias hidrográficas da Bacia do Alto Rio Grande, MG; avaliar suas propriedades morfológicas, físicas e químicas, classificando-os segundo nomenclatura vigente; interpretar os atributos pedológicos para embasamento de estudo hidrológico voltado para recarga de aqüíferos; e avaliar a aptidão agrícola, o uso atual das terras e as Áreas de Preservação Permanente (APPs), verificando as áreas de conflito de uso. Na sub-bacia hidrográfica do Ribeirão Vista Bela, foram encontradas as seguintes classes de solos: Latossolo Vermelho-Amarelo (34,4%), Latossolo Vermelho (12%), Latossolo Amarelo (0,6%), Cambissolo Háplico (35%), Neossolo Flúvico (15,5 %) e Neossolo Litólico (2,3%). Os Latossolos ocorrem principalmente nas áreas de relevo ondulado e suave ondulado. Já os Cambissolos estão presentes principalmente em relevo forte ondulado e ondulado. Os Neossolos Litólicos ocorrem em relevo forte ondulado e os Neossolos Flúvicos em relevo plano de várzea. Os Latossolos e os Neossolos Flúvicos são os principais responsáveis pela recarga de aqüíferos, devido à maior permeabilidade, profundidade e posição favorável desses solos na paisagem. Foi constatado na área o predomínio da classe de aptidão 3(bc) (aptidão restrita para lavoura nos níveis de manejo B e C), representando 38,7% da área. As principais classes de solos encontradas na sub-bacia hidrográfica do Ribeirão Lavrinha foram: Cambissolo Háplico (92%), Neossolo Flúvico (7%) e Gleissolo Háplico (0,8%). Os Cambissolos estão presentes nas áreas de relevo acidentado, de onde material é removido por erosão geológica e se acumula nas várzeas, onde estão presentes os Neossolos Flúvicos e Gleissolos. Os Cambissolos são responsáveis pelo baixo potencial da recarga de aqüíferos nesta sub-bacia. Foi constatado o predomínio da classe de aptidão 5N (aptidão boa para pastagem natural), representando 58% da área. De maneira geral, os solos das duas sub-bacias apresentam baixa fertilidade natural e problemas com saturação por alumínio, tendo os ambientes de várzea sido os menos restritivos neste quesito. Para as terras que podem ser utilizadas para agricultura, os principais fatores limitantes foram a elevada declividade e baixa fertilidade natural, exigindo emprego de capital para que as terras alcancem seu máximo potencial produtivo de forma sustentável. As terras inaptas para a agricultura situam-se nas áreas de solos com pequena profundidade e relevo movimentado, muita pedregosidade e rochosidade. Ocorreu o predomínio da subutilização das terras, o que demonstra que elas poderiam receber um uso mais intensivo em relação ao seu uso atual. As áreas pertencentes às APPs têm diferenciados usos agrícolas, não ocorrendo a manutenção da vegetação nativa, conforme indicado por lei. Nestas áreas estão as terras com aptidão agrícola mais elevada. Com relação à recarga de aqüíferos, na sub-bacia do Ribeirão Lavrinha é necessário realizar a manutenção de uma eficiente cobertura vegetal, já que esta sub-bacia apresentou baixo potencial de recarga de aqüíferos de acordo com suas características pedológicas, enquanto que a situação na sub-bacia do Ribeirão Vista Bela é bem mais confortável.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3584
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DCS - Ciência do Solo - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO_Levantamento de solos em sub-bacias hidrográficas como apoio para avaliação do uso da terra e da potencialidade da recarga de aqüíferos.pdf1.68 MBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback