Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Genética e Melhoramento de Plantas - Doutorado (Teses) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3595

Title: Seleção recorrente fenotípica no feijoeiro visando a resistência a Phaeoisariopsis griseola
Other Titles: Phenotypic recurrent selection in common bean for resistance to Phaeoisariopsis griseola
???metadata.dc.creator???: Amaro, Geovani Bernardo
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Abreu, Ângela de Fátima Barbosa
???metadata.dc.contributor.referee1???: Melo, Leonardo Cunha
Soares, Antônio Alves
Carneiro, José Eustáquio de Souza
Ramalho, Magno Antonio Patto
???metadata.dc.description.concentration???: Genética e Melhoramento de Plantas
Keywords: Mancha angular
Feijão
Phaseolus vulgaris
Angular leaf spot
Common bean
???metadata.dc.date.submitted???: 22-Mar-2006
Issue Date: 5-Sep-2014
Citation: AMARO, G. B. Seleção recorrente fenotípica no feijoeiro visando a resistência a Phaeoisariopsis griseola. 2006. 90 p. Tese (Doutorado em Genética e Melhoramento de Plantas)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2006.
???metadata.dc.description.resumo???: Visando à avaliação da eficiência da seleção recorrente fenotípica na obtenção de linhagens de feijoeiro resistentes a Phaeoisariopsis griseola, foi conduzido o presente trabalho. A população base foi obtida a partir do cruzamento dialélico parcial entre sete linhagens com grãos tipo carioca (Carioca MG, CI-140, CI-128, ANPAT 8.12, IAPAR 81, ESAL 693 e Pérola) e dez fontes de resistência a P. griseola (AN 512561, AND 277, Ouro Negro, Compuesto Negro Chimaltenango, CAL 143, MAR 2, MAR 1, G 5686, MA 4.137 e Jalo) de diversos tipos de grãos, obtendo-se 29 híbridos F1. Na geração F2 (S0) do ciclo 0 (C-0), foram selecionadas, fenotipicamente, as plantas mais resistentes ao patógeno. Para a obtenção do ciclo I (C-I), foram intercruzadas as melhores plantas da geração S0:1 do C-0 e que apresentaram grãos tipo carioca o mais próximo possível ao padrão exigido pelo mercado, ou seja, de fundo bege e rajas marrom-claras. O mesmo procedimento foi adotado para a obtenção dos ciclos II ao V. Na geração S0 de cada ciclo de seleção recorrente, além de selecionar as melhores plantas para a recombinação e obtenção do ciclo seguinte, 20 a 30 plantas de cada população, selecionadas fenotipicamente para resistência a P. griseola, foram avançadas até a geração S0:4 em experimentos, utilizando-se sempre como testemunhas as cultivares Carioca MG (suscetível ao patógeno) e Pérola (bom nível de resistência). Nas avaliações, foram consideradas as seguintes características: resistência ao patógeno (avaliada por meio de uma escala de notas de 1 a 9, em que 1 representa ausência de sintomas e 9 representa plantas totalmente atacadas), tipo de grão dentro do padrão carioca e produtividade de grãos. Utilizando os dados da avaliação da geração S0:1 dos diferentes ciclos seletivos, sempre conduzida na safra da "seca", e tendo como padrão de referência do efeito ambiental a cultivar suscetível Carioca MG, foi estimado o progresso genético com a seleção para mancha angular. O valor obtido foi de 6,4% por ciclo. A resposta na produtividade de grãos pela seleção efetuada visando a resistência ao patógeno foi de 8,9% por ciclo em condições de incidência natural de mancha angular. O progresso genético também foi estimado utilizando-se as sete melhores linhagens (progênies S0:5) obtidas em cada ciclo seletivo. Essas linhagens foram avaliadas na safra da "seca" de 2005, em Lavras, Lambari e Patos de Minas. Os caracteres considerados foram a severidade de mancha angular utilizando a escala de notas descrita anteriormente e a produtividade de grãos. Com os dados médios foram estimados os progressos genéticos de 13,8% para a reação ao patógeno e de 2,1% para a produtividade de grãos. Constatou-se também a existência de variabilidade para se continuar tendo sucesso com a seleção. Evidenciou-se, assim, que a seleção recorrente fenotípica é eficiente na seleção de linhagens de feijoeiro com grãos tipo carioca que associem resistência a P. griseola e maior produtividade de grãos.
The present work was carried out to evaluate the efficiency of phenotypic recurrent selection to obtain common bean lines resistant to Phaeoisariopsis griseola. The base population was obtained from a partial diallel cross involving seven parents with carioca-grain type (Carioca MG, CI-140, CI-128, ANPAT 8,12, IAPAR 81, 693 ESAL and Pérola) and ten sources of resistance to P. griseola (AN 512561, AND 277, Ouro Negro, Compuesto Negro Chimaltenango, CAL 143, MAR 2, MAR 1, G 5686, MA 4.137 and Jalo), with several grain types. Twenty-nine F1 hybrids were obtained. In the F2 (S0) generation of cycle 0 (C-0), resistant plants to the pathogen were phenotypicaly selected. To obtain the cycle I (C-I) the best plants from S0:1 of C-0 showing carioca grain type, with grains cream background-colored and light brown stripes were intercrossed. The same procedure was carried out to obtain cycles II to V. In the S0 generation of each cycle of recurrent selection, besides selecting the best plants for recombination and to obtain the following cycle, 20-30 plants of each population, were phenotypicaly selected for resistance to P. griseola, and advanced up to the S0:4 generation using cultivars Carioca MG (susceptible) and Pérola (good level of resistance) as controls. Pathogen resistance (based on a scale from 1= absence of symptoms to 9= plants totally attacked); grain type within Carioca group; and grain yield were considered in the evaluations. Using the S0:1 generation data from the dry season experiments different of the selective cycles, and having as reference of the environmental variation data from cultivar Carioca MG, the genetic progress from selection for angular leaf spot was estimated. The genetic gain was 6.4% for each cycle. The selection response for grain yield from selection for angular leaf spot was 8.9% for each cycle. The genetic progress was also estimated using the best seven lines (S0:5 families) from each cycle of selection. These families were evaluated in the dry season of 2005, in Lavras, Lambari and Patos de Minas counties. The considered characters were the severity of angular leaf spot using the previously described scale and grain yield. The estimated genetic progresses were 13.8% for the reaction to the pathogen and 2.1% for grain yield. The existence of genetic variability was also evidenced to allow a continuing success with selection. Phenotypic recurrent selection is efficient and should be used to select common bean lines with carioca-grain type, associated with resistance to P. griseola and higher grain yields.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3595
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DBI - Genética e Melhoramento de Plantas - Doutorado (Teses)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TESE_Seleção recorrente fenotípica no feijoeiro visando a resistência a Phaeoisariopsis griseola.pdf450.57 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback