Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DZO - Departamento de Zootecnia >
DZO - Programa de Pós-graduação >
DZO - Zootecnia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3599

Título: Comparação entre escore de condição corporal e espessura de gordura subcutânea e sua relação com a eficiência reprodutiva de éguas doadoras Mangalarga Marchador
Título Alternativo: Comparison between body condition scoring and subcutaneous fat thickness and its relation to reproductive efficiency in Mangalarga Marchador donor mares
Autor(es): Rodrigues, Paula Gomes
Orientador: Souza, José Camisão de
Coorientador(es): Rezende, Adalgiza Souza Carneiro de
Membro da banca: Filgueiras, Eduardo Pinto
Lima, José Augusto de Freitas
Alves, Nadja Gomes
Área de concentração: Produção animal
Assunto: Balanço energético
Equino
Reprodução
Transferência de embriões
Energy balance
Embryo transfer
Equine
Reproduction
Data de Defesa: 29-Jul-2009
Data de publicação: 8-Set-2014
Referência: RODRIGUES, P. G. Comparação entre escore de condição corporal e espessura de gordura subcutânea e sua relação com a eficiência reprodutiva de éguas doadoras Mangalarga Marchador. 2009. 67 p. Dissertação (Mestrado em Zootecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009.
Resumo: Foi comparado o julgamento do escore de condição corporal (ECC) com a espessura de gordura subcutânea (EGS) e sua relação com a eficiência reprodutiva de éguas Mangalarga Marchador doadoras de embrião. O experimento foi conduzido com 56 éguas doadoras vazias entre os meses de agosto de 2008 e abril de 2009. O ECC, avaliado mensalmente, foi obtido pela média de dois avaliadores dentro de uma escala de 1 (extremamente magro) até 9 (extremamente obeso). A EGS na região de inserção da cauda e entre a 12ª e 13ª costelas foi avaliada mensalmente com ultrassom e mensurada por meio do programa Image Pro-Plus 4.5. O peso foi estimado mensalmente com fita própria de pesagem. A dinâmica folicular foi acompanhada diariamente com ultrassom. A taxa de recuperação embrionária (RE), bem como a taxa de gestação (TG) dos embriões das doadoras nas receptoras (n=119 éguas) aos 30, 60 e 90 dias também foram avaliadas e comparadas pelo teste do Qui Quadrado. As análises foram realizadas pelo PROC MIXED do SAS e as médias obtidas pelo lsmeans. O efeito da idade, ECC e dias de permanência no experimento sobre o diâmetro folicular foram submetidos à análise de variância (PROC GLM). As correlações foram obtidas pelo PROC COR, e as regressões pelo PROC REG. O ECC foi maior em éguas mais velhas (P=0,02) e aumentou com os dias de permanência no experimento (P=0,009). Houve correlação positiva entre peso e tempo de experimento (P<0,0001). O peso não foi associado à idade, porém aumentou ao longo do experimento (P=0,03). A EGS da cauda (P=0,04) e costela (P=0,03) aumentou com a idade e diminuiu com os dias de permanência no experimento (P<0,0001 e P=0,02, respectivamente). Houve correlação positiva entre EGS e ECC para a cauda e costela (P<0,0001). O diâmetro do folículo dominante aumentou ao longo do ciclo estral (P<0,0001), e foi menor (P<0,05) em éguas com ECC abaixo de 6,5. O diâmetro folicular não foi influenciado pela idade, mas sim pelo tempo (P<0,01). O diâmetro médio do folículo ovulatório foi 38,43 ± 3,09mm. A RE não foi afetada pela idade ou ECC, mas foi menor (41%, P=0,003) em éguas que ovularam folículos menores que 40mm quando comparados às que ovularam folículos maiores que 40mm (59%). A idade da doadora não foi associada à TG das receptoras. Pelos resultados obtidos foi possível concluir que a taxa de recuperação embrionária e o diâmetro do folículo dominante ovulatório foram afetados pela deposição de gordura corporal. Além disso, o julgamento de escore corporal não foi um bom indicativo da cobertura de gordura corporal em condições semelhantes às deste experimento, visto que a gordura diminui ao longo do tempo, com o aumento da atividade física. Com isso, a ultrassonografia parece ser essencial para avaliação precisa e correta do escore de condição corporal, especialmente para equinos submetidos ao treinamento de marcha.
Body condition scoring (BCS) was compared to ultrasound subcutaneous fat thickness (SFT) determination and their relation to the reproductive efficiency of Mangalarga Marchador embryo donor mares. Fifty six barren mares were studied throughout the 2008/2009 breeding season (August through April). Body condition score, evaluated monthly, was obtained form the average of two evaluators on a 1-9 scale, from very thin to very obese. Tailhead and rib (between the 12nd and 13th ribs) SFT was evaluated monthly by ultra-sonography. SFT was captured through Image Pro-Plus 4.5. Mare weights were estimated monthly with a specific tape. Embryo recovery rates (ER) and 30, 60 and 90 day recipient mare (n=174) pregnancy rates (PR) were compared by chi square. Data were submitted to the mixed procedure (SAS®) and lsmeans were used. Age, BCS and time effects on dominant follicular diameter were analyzed by the analyses of variance (GLM, SAS®). Correlations were analyzed by the PROC CORR (SAS®), and regression by PROC REG. BCS was higher in older mares (P=0.02) and increase with time in experiment (P=0.009), and there was a positive interaction between weight and time (P<0.0001). Weight was not associate with age, but increased throughout the experiment (P=0.03). Tail (P=0.04) and rib (P=0.03) BCS increased with age (P<0.0001), and decreased (P=0.02) with time. There was a positive correlation between BCS and tail and rib SFT (P<0.0001). Dominant follicle diameter increased along the estrous cycle (P<0.0001) and was smaller (P<0.05) for mares with BCS below 6.5. Time but not age influence dominant follicle diameter (P<0.01). Mean ovulatory follicle diameter was 38.43 ± 3.09. ER was not affected by age or BCS but was lower (41%, P=0.003) in mares that ovulated follicles smaller than 40mm compared to mares ovulating follicles greater than 40mm (59%). Donor age was not associated with recipient pregnancy rates. It is concluded that the embryo recovery rate and ovulatory dominant follicle diameter were associated to body fat deposition; moreover, body condition scoring was not a good predictor of subcutaneous fat depth under the present conditions, since it decreased with time in experiment, with increased physical activity. Thus, it seems that ultra-sonography may be essential for correct and reliable body condition scoring, especially for horses under marching exercise management.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3599
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DZO - Zootecnia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Comparação entre escore de condição corporal e espessura de gordura subcutânea e sua relação com a eficiência reprodutiva de éguas doadoras Mangalarga Marchador.pdf631,46 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback