Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DZO - Departamento de Zootecnia >
DZO - Programa de Pós-graduação >
DZO - Zootecnia - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3605

Title: Restrição da amamentação: retorno ao estro das ovelhas, ganho de peso e comportamento dos cordeiros
Other Titles: Restriction of suckling: on return to estrus of ewes, weight gain and bahavior of lambs
???metadata.dc.creator???: Leite, Rafael Fernandes
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Pérez, Juan Ramón Olalquiaga
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Alves, Nadja Gomes
???metadata.dc.contributor.referee1???: Lima, Renato Ribeiro de
Garcia, Íraides Ferreira Furusho
???metadata.dc.description.concentration???: Produção animal
Keywords: Mamada controlada
Ovinos
Produtividade
Santa Inês
Sistema de produção
Controlled suckling
Production system
Sheep
Productivity
Santa Inês
???metadata.dc.date.submitted???: 5-Jul-2010
Issue Date: 8-Sep-2014
Citation: LEITE, R. F. Restrição da amamentação: retorno ao estro das ovelhas, ganho de peso e comportamento dos cordeiros. 2010. 67 p. Dissertação (Mestrado em Zootecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2010.
???metadata.dc.description.resumo???: O presente estudo teve como objetivo avaliar a influência do manejo de amamentação sobre o retorno ao estro das ovelhas, ganho de peso e comportamento dos cordeiros. Foram utilizadas 45 ovelhas distribuídas em três tratamentos: permanência no período noturno do cordeiro com a ovelha - MC1, permanência do cordeiro com a ovelha de 30 min. pela manhã e pela tarde - MC2 e permanência em período integral do cordeiro com a ovelha - CONT. O início da avaliação foi ao 10o dia pós-parto. As ovelhas e cordeiros foram pesados no 35o e no 60o dia para avaliação dos pesos e ganho de peso nos períodos. A determinação do retorno ao primeiro estro e intervalo entre o primeiro e segundo estro após o parto foi estabelecida pela utilização de rufião duas vezes ao dia. Aos 30, 45 e 60 dias de idade dos cordeiros realizou-se avaliação do comportamento pela observação a cada 5 min. durante período de 24 horas. Para avaliação de peso e ganho de peso foram submetidos à análise de variância e as médias dos tratamentos analisadas por contrastes, utilizando o procedimento GLM do SAS®. O retorno ao primeiro estro e intervalo entre o primeiro e segundo estro foram analisados por modelos lineares generalizados, mediante distribuição de Poisson pelo teste de qui-quadrado (α=5%) para comparação entre os tratamentos. Na avaliação de comportamento dos cordeiros utilizou-se o teste qui-quadrado para verificar se as atividades avaliadas se apresentavam de forma homogênea nos tratamentos em cada período (30, 45 e 60 dias). Para a comparação entre as atividades utilizaram-se contrastes. As ovelhas do tratamento MC1 e MC2 comparadas às do controle apresentaram maior peso ao 60o dia, maior ganho de peso médio no período de 50 dias. As ovelhas do tratamento MC2 apresentaram menor intervalo ao primeiro estro, seguido pelas do tratamento MC1 e maior intervalo nas do tratamento CONT. A restrição da amamentação promoveu maior tempo de ingestão de alimento sólido, principalmente da ração de creep feeding pelos cordeiros do tratamento MC2 seguido pelos do tratamento MC1. Houve efeito da interação tratamento e parto, e os cordeiros de parto simples, submetidos ao tratamento MC1, apresentaram maiores pesos ao 60o dia comparados ao tratamento controle, porém, estes não diferiram do tratamento MC2 (p>0,05). Os cordeiros de parto duplo não apresentaram diferença entre os tratamentos (p>0,05). Conclui-se que houve efeito positivo dos tratamentos com restrição de amamentação no desempenho das ovelhas e retorno ao estro. Os cordeiros submetidos à restrição apresentaram maior tempo de ingestão de creep feeding. E cordeiros de parto simples apresentaram maiores pesos e ganho médio de peso ao desmame, porém, este comportamento não foi observado para os cordeiros de parto duplo.
This study aimed to evaluate the influence of the management of suckling on return to estrus of ewes, weight gain and behavior of lambs. Forty-five ewes were divided in three treatments: the ewes and lambs stay to night together - MC1, permanence of lambs with ewes during 30 min. in the morning and by the afternoon - MC2 and the lambs with the ewes all the time - CONT. The beginning of the evaluations were at the 10th day of postpartum. Ewes and lambs were weighed at the 35th and 60th days of age to determinate the weight and weight gain in the periods. The return to first estrus and interval between first and second postpartum estrus was determined by use of vasectomized ram two times a day. At 30, 45 and 60 days of age of the lambs, was carried out the observation of the activities at every five minutes of intervals during 24 hours. The live weight and live weight gain were submitted to analysis of variance and treatment means analyzed by contrasts using the GLM procedure of SAS ®. The return to first estrus and the interval between first and second estrus were analyzed by generalized linear models in a Poisson distribution using the chi-square test (α = 5%) to comparison of treatments. To analysis of the behavior of the lambs was used the chi-square test in order to check if the activities were homogeneously distributed in the treatments for each period (30, 45 and 60 days). To compared of the activities was used contrasts. The ewes of the MC1 and MC2 treatment compared to that of the control showed higher weight at the 60th day and live weight gain in the first 50 days of the experiment. The ewes of MC2 treatment elated the less time to first estrus, followed by the MC1 treatment and the CONT treatment the longest time. The suckling restriction promoted more time eating of solid food, mainly intake at the feed creep of the MC2 treatment lambs, followed by the animals of MC1 treatment. A significant interaction between treatment and lambing was observed. The unique lambs at the MC1 treatment, were heavier at 60 days of age than that in the control treatment, but, these did not differ from MC2 treatment (p> 0.05) lambs. Twin lambs did not differ between treatments (p> 0.05). Concluded, that there was a positive effect of the restricted suckling treatments on the performance of ewes and the return to estrus. The lambs subjected to restricted suckling showed longest time consuming in the creep feeding. The unique lambs had heaviest live weight and live weight gain at weaning, but this was not observed to the twin lambs.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3605
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DZO - Zootecnia - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO_Restrição da amamentação retorno ao estro das ovelhas, ganho de peso e comportamento dos cordeiros.pdf1.07 MBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback