Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DZO - Departamento de Zootecnia >
DZO - Programa de Pós-graduação >
DZO - Zootecnia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3684

Título: Composição química e valores energéticos de híbridos de milho para frangos decorte
Título Alternativo: Chemical composition and energy values of corn hybrids for broiler chickens
Autor(es): Vieira, Rodrigo de Oliveira
Orientador: Rodrigues, Paulo Borges
Membro da banca: Freitas, Rilke Tadeu Fonseca de
Bertechini, Antônio Gilberto
Fassani, Édison José
Área de concentração: Nutrição de monogástricos
Assunto: Nutrição e alimentação animal
Alimento
Digestibilidade
Coeficiente de metabolização
Digestibility
Feed
Metabolization coefficient
Data de Defesa: 20-Mar-2006
Data de publicação: 15-Set-2014
Referência: VIEIRA, R. de O. Composição química e valores energéticos de híbridos de milho para frangos de corte. 2006. 31 p. Dissertação (Mestrado em Zootecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2006.
Resumo: Determinaram-se a composição química e valores energéticos de 45 híbridos de milho em 4 ensaios de metabolismo com pintos em crescimento (método tradicional de coleta total de excretas). Foram utilizados 1.225 pintos, machos, com 19 dias de idade, sendo 350 nos ensaios 1, 2 e 3 e 175 no 4. Os ensaios 1, 2 e 3 foram compostos por 14 tratamentos, sendo 13 rações teste com híbridos de milho e uma ração referência. O ensaio 4 foi composto de 7 tratamentos, sendo 6 rações teste e a ração referência, em que os milhos, em todos ensaios, substituíram a referência em 40 %. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, com 5 repetições de 5 aves/parcela. As rações e a água foram fornecidas à vontade por um período de 7 dias, sendo 4 dias de adaptação e 3 de coleta total de excretas. Observou-se variação percentual de 32% no valor de proteína bruta (PB) (7,79% vs 11,45%, expressos na matéria seca). Os valores de energia bruta (EB) apresentaram variação de 5,2%, sendo o maior valor de 4.425 kcal e o menor valor 4.668 kcal/kg de MS. O valor médio de energia metabolizável aparente corrigida (EMAn) foi de 3.744 kcal/kg, havendo variação de 15,15% entre os híbridos testados (3.405 a 4.013 kcal/kg). Apesar desses híbridos apresentarem variação na EMAn, abservou-se que os valores de energia bruta destes variaram 0,36%. Tal variação na EMAn, possivelmente, foi devido ao coeficiente de metabolização da energia bruta (CMEB), que foi de 75% para o híbrido de menor EMAn e de 88% para aquele de maior EMAn. Apesar do milho ser um alimento energético, a avaliação de sua composição em PB é importante, visto haver uma variação considerável entre os valores protéicos dos diferentes híbridos encontrados atualmente no mercado, o mesmo ocorrendo com os valores energéticos.
The values of chemical composition and metabolizable energy of 45 corn hybrids was determined in four trials with growing chickens (traditional method of total excreta collection). A total of 1,225 male chicks of 19 days of age were used, being 350 in trials 1, 2 and 3 and 175 in the 4. In the trials 1, 2 and 3 the treatments were 14 diets being 13 test diets with the corn hybrids and the reference diet. Trial 4 consisted of 7 treatments, being 6 test diets and the reference. The corn hybrids, in all the trials, replaced the reference diet in 40%. The experimental design was the completely randomized with five replicates of five birds per plot. The diets and the water were fed ad libitum for a 7-day period, being 4 days of adaptation and three of excreta collection. A percent variation of 32% in the crude protein - CP (7.79% vs. 11.45%, in the dry mather basis) was found. The values of gross energy (GE) presented a variation of 5.2%. The higher value observed were 4,668 Kcal and the lower value of 4,425 Kcal/kg. The average value of corrected apparent metabolizable energy (AMEn) was of 3,744 Kcal/Kg, with a variation of 15.15% among the hybrids tested (3,405 to 4,013 Kcal/Kg). In spite of those hybrids presenting a variation in the AMEn, it was observed that the value of GE ranged 0.36%. This variation in the AMEn possibly is due to the coefficient of gross energy metabolization which was of 75% for the hybrid of lower AMEn and of 88% for higher AMEn. Despite of corn being a energy feed, the evaluation of its composition in CP is important due the considerable variation among the protein values of the different hybrids found at present, the same for energy values.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3684
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DZO - Zootecnia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Composição química e valores energéticos de híbridos de milho para frangos decorte.pdf216,39 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback