Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/37196
metadata.artigo.dc.title: Atributos fitotécnicos de plantas de cobertura para a proteção do solo
metadata.artigo.dc.title.alternative: Attributes phytotechnical of cover plants for soil protection
metadata.artigo.dc.creator: Cardoso, Dione Pereira
Carvalho, Gabriel José de
Silva, Marx Leandro Naves
Freitas, Diego Antonio França de
Avanz, Junior Cesar
metadata.artigo.dc.subject: Massa verde
Matéria seca
Green mass
Dry mass
metadata.artigo.dc.date.issued: 2013
metadata.artigo.dc.identifier.citation: CARDOSO, D. P. et al. Atributos fitotécnicos de plantas de cobertura para a proteção do solo. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, Mossoró, v. 8, n. 1, p. 19-24, jan./mar. 2013.
metadata.artigo.dc.description.resumo: A utilização de plantas de cobertura é uma eficaz alternativa para proteção do solo, entretanto, existem poucos estudos sobre as espécies indicadas para esta técnica no Sul de Minas Gerais. Deste modo, objetivou-se avaliar o índice de cobertura do solo, as produtividades de massa verde e matéria seca, no cultivo de Crotalaria juncea L. (crotalária júncea), Canavalia ensiformis DC. (feijão-de-porco) e Pennisetum glaucum (L.) R. Br. var. ADR 7010 (milheto), nos espaçamentos de 0,25 m e 0,50 m, com três repetições. O experimento foi conduzido no município de Lavras – MG durante o ciclo das culturas (143 dias). A avaliação do índice de cobertura foi realizada através de uma barra horizontal, com dezenove orifícios de 9 mm de diâmetro. Para quantificar a produção de massa verde, utilizou-se um quadro de madeira de 1 m2 , onde pesaram-se 500 g da massa verde, desidratando-a em estufa a 65 °C, até estabilidade do peso, para determinar o teor de matéria seca. O feijão-de-porco propiciou a melhor proteção do solo, sendo o índice de cobertura correspondente a 95,40%. A crotalária júncea apresentou a maior produtividade de massa verde (62,50 t ha-1 ) e matéria seca (23,25 t ha-1 ). O espaçamento influenciou a produtividade de massa verde do feijão-de-porco e do milheto; e a produtividade de matéria seca da crotalária júncea.
metadata.artigo.dc.description.abstract: Cover crops consist in an effective alternative for soil protection, however, in the south of Minas Gerais there are few studies about species indicated to be used in this technique. Thus, this work aimed to evaluate the cover-management index, and green mass and dry mass productivity for sunn hemp (Crotalaria juncea L.), jackbean (Canavalia ensiformis DC.), and milhet (Pennisetum glaucum (L.) R. Br. var. ADR 7010 crops, with line space of 0.25 and 0.50 m. Experiment was performed in the Lavras County, Minas Gerais state – Brazil, between November 2007 and April 2008, corresponding the crop cycle. Cover-management index was evaluated with a horizontal apparatus. Wood box of 1 m2 was employed in order to quantize the green mass. Dry mass was determinate after dehydration of 500 g of green mass in the oven at 65 °C, until constant weight. The jackbean proportioned the best soil protection, being the cover-management index equal 95.40%. The sunn hemp showed the best green mass (62.50 t ha-1 ) and dry mass (23.25 t ha-1 ) productivity. The crop line space did not have an effect on soil cover, green mass productivity of sunn hemp, and dry mass productivity of jackbean and milhet.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RVADS/article/view/1798
http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/37196
metadata.artigo.dc.language: pt_BR
Appears in Collections:DAG - Artigos publicados em periódicos
DCS - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.