Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/372
Título: Reação de progênies de feijão, derivadas de seleção recorrente para mofo branco, ao ácido oxálico
Autor : Gonçalves, Paulo Roberto Carvalho
Primeiro orientador: Santos, João Bosco dos
Primeiro membro da banca: Abreu, Ângela de Fátima Barbosa
Teixeira, Hudson
Área de concentração: Genética e Melhoramento de Plantas
Palavras-chave: Sclerotinia sclerotiorum
Resistência
Phaseolus vulgaris
Resistance
Data da publicação: 10-Abr-2013
Agência(s) de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq
Referência: GONÇALVES, P. R. C. Reação de progênies de feijão, derivadas de seleção recorrente para mofo-branco, ao ácido oxálico. 2012. 56 p. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento de Plantas) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2012.
Resumo: O mofo-branco é uma doença do feijoeiro que vem se destacando principalmente em áreas com cultivos sucessivos e irrigados. A medida mais eficiente no controle do patógeno que causa a doença é a utilização de cultivares resistentes, sendo necessária a discriminação de genótipos resistentes e suscetíveis. Como a resistência é complexa, para se obter uma avaliação precisa da reação de genótipos ao patógeno, devem ser utilizadas diferentes metodologias. Assim, objetivou-se, neste estudo, avaliar a reação ao ácido oxálico de progênies de feijão provenientes de seleção recorrente para resistência ao mofo-branco, conduzida praticando-se a avaliação e seleção de progênies pela inoculação com micélio (straw test). A metodologia de avaliação da reação ao ácido oxálico consiste na semeadura do feijão em bandejas, condução em casa de vegetação até a emissão da segunda folha trifoliolada, corte da planta na região do colo e exposição da parte aérea das plantas à absorção de uma solução de ácido oxálico. O método foi eficiente em discriminar as progênies quanto à resistência, fornecendo resultados que devem ser utilizados em conjunto com aqueles já obtidos pela metodologia do “straw test”, uma vez que os métodos podem estar relacionados a diferentes mecanismos de resistência.
The white mold is a disease of common bean which has stood mostly in areas with successive crops and irrigation. The most efficient method to control the pathogen that causes disease is the use of resistant cultivars, which requires the discrimination of resistant and susceptible genotypes. To obtain an accurate assessment of the genotypes reaction to the pathogen, different methods should be used, since resistance is complex. Thus, the objective was to evaluate the progenies response to oxalic acid, from recurrent selection for resistance to white mold, which was conducted by practicing the evaluation and selection of progenies from inoculation with fungal mycelium (straw test). The metodology for assessing the response to oxalic acid consists of submitting 21-day old plants without roots in a solution of 20mM of oxalic acid, pH 4.0, for 15 to 20 hours. The method was effective in discriminating the progenies for resistance, that can be selected, and should be used in association with the results obtained by the “straw test” method, since the resistance may be related to different mechanisms
metadata.teses.dc.description: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Genética e Melhoramento de Plantas, área de concentração em Genética e Melhoramento de Plantas, para a obtenção do título de Mestre
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/372
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DBI - Genética e Melhoramento de Plantas - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.