Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3761
Título: Avaliação de modelos de regressão não linear na cinética de liberação de potássio de resíduos orgânicos
Título(s) alternativo(s): Evaluation nonlinear regression models on the potassuim kinetic release from organic residues
Autor : Zeviani, Walmes Marques
Primeiro orientador: Muniz, Joel Augusto
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Silva, Carlos Alberto
Primeiro membro da banca: Beijo, Luiz Alberto
Savian, Taciana Villela
Área de concentração: Estatística e Experimentação Agropecuária
Palavras-chave: Curvatura de bates e watts
Vício de box
Bootstrap
Tempo de meia vida
Curvature of bates e watts
Bias of box
Bootstrap
Half-life time
Data da publicação: 17-Set-2014
Referência: ZEVIANI, W. M. Avaliação de modelos de regressão não linear na cinética de liberação de potássio de resíduos orgânicos. 2009. 87 p. Dissertação(Mestrado em Estatísitca e Experimentação Agropecuária)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009.
Resumo: O potássio (K) é um elemento químico muito exigido pelas culturas, porém, sua ocorrência e disponibilidade em alguns solos brasileiros são inferiores à demanda pelas plantas. Seu fornecimento também pode ser feito a partir de fontes orgânicas de maneira eficiente, quando se conhece o padrão de liberação do nutriente. Modelos não lineares são adequados nessas situações, uma vez que estimam quantidades de interesse prático e apresentam boa qualidade de ajuste. Embora seu processo inferencial seja baseado em argumentos assintóticos, existem meios de se conhecer a intensidade da não linearidade. Neste trabalho avaliou-se a não linearidade, por meio das curvaturas de Bates & Watts, vício de Box e estudo das propriedades amostrais dos estimadores de mínimos quadrados por simulação, de dois modelos de regressão não linear. Tais modelos estimam o conteúdo de K prontamente liberável, o tempo de meia vida para a sua liberação e a taxa de liberação do K de lenta liberação. Os dados são provenientes do estudo, ao longo do tempo, da liberação de K de 11 resíduos orgânicos incubados em combinação com 3 tipos de solo. O modelo exponencial apresentou estimativas mais precisas para os parâmetros que o quociente e maior aproximação entre os resultados assintóticos e obtidos por simulação. O modelo exponencial foi mais adequado, em termos inferenciais e para aplicação prática, uma vez que, por todas as medidas, apresentou menor não linearidade.
Potassium (K) is required in great amounts by crops, but its availability in Brazilian soils is less than its demand. Its supply can be efficiently made from organic sources when we know the pattern of release. Nonlinear models are appropriate in these situations since then estimate quantities of practical interest, and they have goodness of fit. Although its inferential process is based on asymptotic arguments there are ways to know the nonlinearity intensity. In this work we evaluate the nonlinearity, through the curvatures of Bates &Watts, bias of Box and the least squares estimator sampling properties by simulation study of two nonlinear regression models. These models estimate K readily releasable content, their halflife time release and the release rate of K slow release. The data were obtained from the study over time of the K release from 11 organic waste in combination with 3 soils. The Exponential model gave more precise parameters estimates than the Ratio and closer relations between the asymptotic and simulation results. The Exponential model was more appropriate in terms of inferential and practical application, since by all measures showed lower non-linearity.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3761
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DEX - Estatística e Experimentação Agropecuária - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.