Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3779
Título: Elementos-traço em águas, sedimentos e solos da Bacia do Rio das Mortes, Minas Gerais
Título(s) alternativo(s): Trace elements in waters, sediments, and soils of Rio das Mortes Basin, Minas Gerais
Autor : Zuliani, Daniela Queiroz
Primeiro orientador: Marques, João José Granate de Sá e Melo
Primeiro membro da banca: Guerreiro, Mário César
Curi, Nilton
Torrado, Pablo Vidal
Silva, Carlos Alberto
Gayoso, Eduardo Garcia Rodeja
Área de concentração: Solos e Nutrição de Plantas
Palavras-chave: Bacias hidrográficas - Minas Gerais
Meio ambiente - Legislação
Água - Contaminação
Solos - Contaminação
Data da publicação: 18-Set-2014
Referência: ZULIANI, D. Q. Elementos-traço em águas, sedimentos e solos da Bacia do Rio das Mortes, Minas Gerais. 2006. 168 p. Tese (Doutorado em Agronomia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2006.
Resumo: A Bacia do Rio das Mortes é uma região do Estado de Minas Gerais caracterizada por vários empreendimentos de mineração, atividades metalúrgicas, industrialização e curtimento de couro. Os objetivos do estudo foram estabelecer teores naturais de elementos-traço para solos de planícies de inundação e sedimentos de fundo dos rios, identificar locais contaminados por elementos-traço e verificar quais são estes elementos e avaliar o grau de contaminação por elementos-traço em sedimentos e solos pela comparação entre os teores obtidos em locais com e sem interferência antrópica. Para poder detectar locais suspeitos de contaminação foi realizado um levantamento de empreendimentos, registrados no IBGE e FEAM nos municípios pertencentes à Bacia do Rio das Mortes. Posteriormente foram amostradas águas, sedimentos e solos em 80 pontos, nesta bacia, no período de 2005 a 2006 para a determinação de pH, turbidez, condutividade eletrolítica, P, N (somente nas águas), Cd, Cu, Cr, Ni, Pb, Mn e Zn também nos sedimentos e solos. Das 80 amostras, 40 localizavam-se em locais suspeitos de contaminação e as outras 40, em locais controle, denominados locais naturais. Os resultados obtidos mostraram que: a) na Bacia do Rio das Mortes, a agricultura não constitui um fator de aumento dos elementos-traço estudados nas três matrizes analisadas. Verifica-se a grande influência de centros urbanos industrializados ou não, e com alta densidade demográfica na dispersão de elementos-traço para o ambiente, podendo este chegar a níveis considerados contaminantes, sendo que o maior fator de impacto é a mineração, seguido do curtimento e industrialização de couros; b) quanto aos elementos-traço nos sedimentos, não houve diferença estatística para os locais suspeitos de contaminação comparados com os locais naturais. Porém, foi verificada a contaminação no solo por Pb nos municípios de Dores de Campos e Prados, Cu, Cr, Ni, Pb e Mn em Nazareno e São Tiago, Cr e Ni em São João del Rei e Cu em Barbacena; c) os sedimentos não foram tão adequados quanto os solos para detectar contaminação por serem, em geral, muito arenosos. É preferível trabalhar com comparações de concentrações de elementos-traço em locais naturais regionais, com o mínimo de intervenção antrópica. Na bacia estudada, há a necessidade de estudos específicos quanto aos tipos de mineração, à área ocupada por esta atividade e, principalmente, à prática de recuperação das áreas após este tipo de exploração. Sugerem-se estudos futuros enfocando os seguintes elementos-traço e grupos de locais suspeitos de contaminação: Pb em Dores de Campos e Prados; Cu, Cr, Ni, Pb e Mn em Nazareno e São Tiago; Cr e Ni em São João del Rei; e Cu em Barbacena.
The watershed of the Rio das Mortes is a region in the State of Minas Gerais characterized by several mining, iron works, industries, and tanneries. The aims of this study were: to establish natural background contents of trace elements for soils and sediments; and to identify sites contaminated by trace elements. In order to detect contamination spots, it was made an office survey at the environmental agencies searching for potential contamination sources recorded at such agencies. That survey oriented the field work. Waters, sediments, and soils were sampled at 80 different spots from 2005 to 2006. Turbidity, pH, electrolyte conductivity, P, N, Cd, Cu, Cr, Ni, Pb, Mn, and Zn were determined. The results showed that: a) in the Rio das Mortes Basin, the agriculture does not constitute an increasing factor of trace elements contamination; b) a major influence of urban centers is verified, regarding trace elements contamination; c) there was no statistical difference for trace elements content in sediments collected in sites under anthropogenic influence and in pristine sites. That probably happened due to the very sandy composition of the sediments; d) it was verified contamination in soils at certain sites by Cu, Cr, Ni, Pb, and Mn. Future studies are suggested focusing on the following trace elements in the soils of these sites: Pb (Dores de Campos e Prados), Cu, Cr, Ni, Pb and Mn (Nazareno e São Tiago), Cr and Ni (São João del Rei) and Cu (Barbacena).
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3779
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DCS - Ciência do Solo - Doutorado (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE_Elementos-traço em águas, sedimentos e solos da Bacia do Rio das Mortes, Minas Gerais.pdf8,09 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.