Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCS - Departamento de Ciência do Solo >
DCS - Programa de Pós-graduação >
DCS - Ciência do Solo - Doutorado (Teses) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3787

Title: Impacto de uso e manejo em frações da matéria orgânica de latossolos da Bacia do Rio das Mortes - MG
Other Titles: Impact of use and management on the organic matter fractions of latosols from the Rio das Mortes Basin
???metadata.dc.creator???: Oliveira Júnior, Antônio Claret de
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Silva, Carlos Alberto
???metadata.dc.contributor.referee1???: Guerreiro, Mário César
Curi, Nilton
Alcântara, Flávia Aparecida de
Lima, José Maria de
???metadata.dc.description.concentration???: Ciência do Solo
Keywords: Latossolos - Minas Gerais
Bacias hidrográficas - Solos
Solos - Manejo
Solos - Conservação
Solos - Ácidos orgânicos
Solos - Ácidos húmicos
Química do solo
???metadata.dc.date.submitted???: 28-May-2007
Issue Date: 18-Sep-2014
Citation: OLIVEIRA JÚNIOR, A. C. de. Impacto de uso e manejo em frações da matéria orgânica de latossolos da Bacia do Rio das Mortes-MG. 2007. 87 p. Tese (Doutorado em Agronomia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2007.
???metadata.dc.description.resumo???: A Bacia do Rio das Mortes é um importante pólo agrícola do Estado de Minas Gerais, onde se destacam os cultivos de café e batata. Nesses cultivos, são comuns aplicações de calcário e fertilizantes fosfatados, com intenso revolvimento do solo, sobretudo nas áreas de cultivo de batata. Estas práticas de manejo, embora sejam muito importantes no processo de produção agrícola, alteram a dinâmica da matéria orgânica do solo (MOS). Em regiões tropicais, alterações na MOS influem diretamente na capacidade produtiva dos solos. Assim, manejos alternativos de produção, mais conservacionistas, têm sido propostos no âmbito da Bacia. Contudo, a extensão do efeito desses manejos diferenciados sobre as propriedades da MOS ainda precisa ser avaliada. Vários compartimentos da MOS podem ser utilizados para esse aferimento, sendo o C orgânico total (COT) e C na forma de ácidos húmicos e fúlvicos considerados como indicadores de longo prazo e o C na fração leve, como indicador de curto prazo. Para avaliar essas frações da MOS, foi realizado um estudo de campo em áreas da Bacia, cultivadas com café e batata, utilizando-se como referência áreas sob vegetação nativa. Além dos manejos convencionais, foi avaliado um manejo alternativo (com rotação bianual com milho em cultivo mínimo) para a batata e um manejo orgânico (uso exclusivo de adubação orgânica/verde e ausência de aplicação de defensivos) para o cafeeiro. Considerando a profundidade de 0-20 cm, os teores de COT apresentaram reduções de 10 a 20% nos cultivos (orgânico e convencional, respectivamente) de café e de 17 a 31% nos manejos (alternativo e convencional, respectivamente) de batata, em relação às áreas de vegetação nativa. A introdução do manejo alternativo para a batata e a adoção do cultivo orgânico para o cafeeiro mostrou melhorias em outros indicadores da MOS, além do COT. Para as áreas de café, o manejo orgânico propiciou a manutenção de uma relação C-AH/C-AF igual às das condições naturais, em todas as profundidades analisadas (0-5, 5-10 e 10-20 cm), e aumento dos teores de C-FL em relação ao manejo convencional. Para as áreas de batata, em relação ao C-FL, houve diferenças somente para a área de cerrado, em relação às áreas de cultivo. A relação C-AH/C-AF indicou recuperação da qualidade do solo pelo manejo alternativo, em relação à área-referência. A aplicação de calcário, em conjunto ou não com fosfato, por atuar diretamente sobre a atividade microbiana e a capacidade de adsorção/dessorção dos colóides do solo, pode afetar a lixiviação de MOS, na forma de C solúvel em água (CSA). Visando a avaliar esse efeito, um estudo de laboratório foi realizado em lisímetros, com o uso de dois Latossolos com diferentes teores de ferro (meso e hipoférrico), provenientes de áreas da Bacia. A aplicação de fosfato, em conjunto ou não com calcário, foi a prática que exerceu mais influência sobre a lixiviação de CSA, sobretudo no Latossolo hipoférrico, em que as quantidades de C perdidas foram cerca de 15 vezes maiores do que no controle. A ação conjunta de calcário e fósforo promoveu o deslocamento de compostos orgânicos de maior massa molar, independente do teor de ferro dos solos, ocorrendo, na etapa final do estudo, a perda de moléculas com massa molar similar a de ácidos fúlvicos. Em geral, o Latossolo mesoférrico perdeu mais C na forma de ácidos orgânicos de baixa massa molar.
Rio das Mortes basin is an important area of coffee and potato production in Minas Gerais state (Brazil). In these crops, it is frequent the application of lime and phosphorus, as well as the use of practices of intensive revolving of soil, especially in potato croplands. Although these management practices are important for agricultural process, they affect soil organic matter (SOM) dynamics. In tropical regions, SOM alterations can influence productivity capacity of soils. For this reason, alternative management systems have been proposed in the region of Rio das Mortes. However, the effect of these management practices on SOM properties is still unclear. Many pools of SOM can be used to evaluate the effect of soil management on soil organic C. Total organic carbon (TOC) and humic and fulvic acids fractions are used as long-term indicators, while the light fraction of C is used as a short-term indicator of the SOM dynamics. In order to understand these processes in soils of Rio das Mortes Basin, a field study was carried out, in potato and coffee croplands, using as reference soils samples from undisturbed areas. Soils from areas under alternative management (rotation along two years with corn cropping, under no-till) for potato areas, and an organic management (only organic/green fertilization and no-use of pesticides) for coffee plantations were also sampled. Organic and conventional management systems decreased the TOC of the 0-20 cm soil layer, at coffee areas, in about 10% and 20%, respectively. For potato areas, alternative and conventional management systems decreased TOC in about 17% and 31%, respectively. Alternative management for potato cropping and organic practices for coffee cultivation improved the SOM by all the evaluated indicators. Areas under organic coffee plantation had the same HA-C/FA-C ratio, in comparison with the native areas, in all soil layers. For potato croplands, LF-C was not a good index to detect differences in the soil management systems. Differences were only observed between native and cropping areas. In potato areas, alternative management improved the soil quality, increasing the HA-C/FA-C. Either with or without liming, phosphate influences microbial activity, adsorption/desorption capacity of soil colloids, SOM mobilization, and the contents of C in soil solution - water soluble C (WSC). In order to study the effects of liming and P on WSC, a lisimeter study was done, using two Latosols (Oxisol) with medium and low iron oxide contents, sampled in the Rio das Mortes Basin. Leaching of WSC was mostly influenced by phosphorus, alone or with liming, especially in the low iron Latosol. In this soil, application of phosphate with liming accounted for 15 times more C in the leachates, as compared to the control. Besides, liming+P increased the molar mass of organic compounds in the leachates of both soils. In percolates collected at end of the experiment, it was observed the lost of molecules with similar to fulvic acids. Medium iron Latosol lost more C in the form of low molecular mass organic acids.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3787
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DCS - Ciência do Solo - Doutorado (Teses)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TESE_Impacto de uso e manejo em frações da matéria orgânica de latossolos da Bacia do Rio das Mortes - MG.pdf1.05 MBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback