Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCF - Departamento de Ciências Florestais >
DCF - Programa de Pós-graduação >
DCF - Ciência e Tecnologia da Madeira - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3813

Título: Deposição de nano sílica (SiO2) em fibras de celulose para reforço em matriz de amido termoplástico (TPS)
Autor(es): Raabe, Joabel
Orientador: Tonoli, Gustavo Henrique Denzin
Coorientador(es): Oliveira, Cauê Ribeiro de
Martins, Maria Alice
Membro da banca: Marconcini, José Manoel
Hein, Paulo Ricardo Gherardi
Área de concentração: Madeira como matéria-prima
Assunto: Polpa de celulose
Modificação de fibras
Nanopartículas
Amido de mandioca
Cellulose pulp
Modified fibers
Nanoparticles
Cassava starch
Data de publicação: 2014
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: RAABE, J. Deposição de nano sílica (SiO2) em fibras de celulose para reforço em matriz de amido termoplástico (TPS). 2014. 88 p. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia da Madeira) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: This study investigated the deposition of nanoparticles silica (SiO2) on the surface of Eucalyptus cellulose pulp fibers and checks its interference on the performance of thermoplastic starch composites (TPS). In the first stage of this work, it was assessed the influence of the precursor concentration (1.9, 4.2 and 8.4 g.g-1) and reaction time (2, 12, 18 and 24 h) in the nanoparticles deposition by means of thermal and microstructural properties of moisture adsorption of the formed organic-inorganic hybrid materials. In this step, it was found that: (i) there was a small tendency to increase the nanoparticles size and silicon amount (Si) deposited on the fibers with increasing reaction time; (ii) the nanoparticles deposition improved the thermal stability of the hybrid material, increasing the onset temperature of degradation in 10-15 °C; and (iii) the moisture absorption capacity of the modified cellulose fiber was reduced until 50%. In the second stage, performing the addition of 5% and 10% (by mass) of modified and unmodified fiber in TPS matrix was evaluated. Cellulose pulp fibers (modified and unmodified) were able to improve the tensile strength and decrease the moisture absorption of the TPS composites, and the best results were provided by the higher fiber content (10%). However, the deposition of SiO2 nanoparticles decreased the free hydroxyl on the fiber surface, damaging the interaction between modified fiber and TPS matrix. Results show the potential use of cellulose fibers in the TPS matrixes and the modification may be an alternative for cellulose pulp application in matrix more hydrophobic.
Objetivou-se estudar neste trabalho a deposição de nanopartículas de sílica (SiO2) sobre a superfície de fibras de polpa celulósica de Eucalyptus e verificar sua interferência, no desempenho de compósitos de amido termoplástico (TPS). Na primeira etapa do trabalho, avaliou-se a influência da concentração de precursor (1,9, 4,2 e 8,4 g.g-1) e do tempo de reação (2, 12, 18 e 24 h) na deposição das nanopartículas, por meio das propriedades microestruturais térmicas e de adsorção de umidade dos materiais híbridos orgânico-inorgânicos formados. Nessa etapa, observou-se que: (i) houve uma pequena tendência de aumento do tamanho das nanopartículas e da quantidade de silício (Si) depositada nas fibras, com o aumento do tempo de reação; (ii) a deposição de nanopartículas melhorou a estabilidade térmica do material, aumentando a temperatura do início de degradação em 10-15 ºC; (iii) a capacidade de adsorção de umidade da fibra de celulose modificada foi reduzida em até 50%. Na segunda etapa, o desempenho da adição de 5% e 10% (em massa) de fibras modificadas (FM) e não modificadas (FNM) em matriz de TPS, foi avaliado. Fibras de polpa celulose (FM e FNM) foram capazes de melhorar a resistência à tração e diminuir a adsorção de umidade dos compósitos de TPS, sendo que os melhores resultados foram proporcionados pelo maior teor de fibras (10%). No entanto, a deposição de nanopartículas de SiO2 diminui as hidroxilas livres na superfície da fibra, prejudicando a interação entre a FM e a matriz de TPS. Os resultados revelaram o potencial da utilização das fibras de celulose em matriz de TPS e que a modificação pode ser uma alternativa na aplicação da polpa celulose em matrizes mais hidrofóbicas.
Informações adicionais: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia da Madeira, área de concentração Madeira como matéria-prima, para obtenção do titulo de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3813
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DCF - Ciência e Tecnologia da Madeira - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Deposição de nano sílica (SiO2) em fibras de celulose para reforço em matriz de amido termoplástico (TPS).pdf6,07 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback