Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3839
Título: Influência de genótipos, ambientes de cultivo e variação sazonal no teor e composição química do óleo essencial de Hyptis marrubioides Epling e seu efeito sobre formigas saúva-limão
Título(s) alternativo(s): Influence of genotypes, environments of cultivation and seasonal variation in the essential oil content and chemical composition of Hyptis marrubioides Epling and its effect on leaf- cutting ants
Autor : Botrel, Priscila Pereira
Primeiro orientador: Pinto, José Eduardo Brasil Pereira
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Carvalho, Geraldo Andrade
Primeiro membro da banca: Sales, Juliana de Fátima
Silva, Fabiano Guimarães
Área de concentração: Fitotecnia
Palavras-chave: Hortelã-do-campo
Planta medicinal
Óleo essencial
Field mint
Medicinal plants
Gas chromatography
Data da publicação: 22-Set-2014
Referência: BOTREL, P. P. Influência de genótipos, ambientes de cultivo e variação sazonal no teor e composição química do óleo essencial de Hyptis marrubioides Epling e seu efeito sobre formigas saúva-limão. 2009. 80 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009.
Resumo: Essential oil in the genus Hyptis has importance as a source of bioactive constituents, possessing important biological effects such as antimicrobial, cytotoxical and insecticidal activities. Hyptis marrubioides Epl., known popularly as field mint is a plant of medicinal use with activities against gastrointestinal, skin infections, pains and cramps. Research works on medicinal plants are still preferentially turned to the knowledge of species which produce wished phytopharmics, ignoring the genetical, environmental and phytotechnical processes that influence the production of those chemical compounds. In this sense, the purpose of this work was the of evaluate different genotypes and parts of the plant of H. marrubioides, cultivation environment and seasonal variation on the content and chemical composition of essential oil, as well as the insecticidal activity on leaf-cutting ants (Atta sexdens rubropilosa Forel). It was found that the highest essential oil content in H. marrubioides was observed in the inflorescence of the purple genotype and the composition of the essential oil ranged quantitatively among the parts of the plant analyzed and among the genotypes. H. marrubioides plants cultivated in field presented higher essential oil content when compared to those cultured in greenhouse. In the summertime, the leaves of H. marrubioides showed higher essential oil contents and the major compounds in the essential oil were monoterpenoids α-thujone and β-thujone. The topical application of H. marrubioides essential oil presented toxic activity to leaf-cutting ants and the lethal time (LT50) was of 17 hours and 39 minutes at the concentration of 38.34% of essential oil.
O óleo essencial no gênero Hyptis tem importância como fonte de constituintes bioativos, possuindo importantes efeitos biológicos, como atividades antimicrobianas, citotóxicas e inseticidas. Hyptis marrubioides Epl., conhecida popularmente como hortelã-do-campo, é uma planta de uso medicinal com atividades contra infecções gastrointestinais, infecções de pele, dores e câimbras. Pesquisas com plantas medicinais ainda estão voltadas, preferencialmente, para o conhecimento de espécies que produzem fitofármacos desejados, ignorando-se os processos genéticos, ambientais e fitotécnicos que influenciam a produção desses compostos químicos. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho foi o de avaliar diferentes genótipos e partes da planta de H. marrubioides, ambientes de cultivo e variação sazonal sobre o teor e a composição química do óleo essencial, bem como a atividade inseticida do óleo essencial sobre formigas cortadeiras (Atta sexdens rubropilosa Forel). Verificou-se que o maior teor de óleo essencial de H. marrubioides foi observado na inflorescência do genótipo roxo e a composição do óleo essencial variou quantitativamente entre as partes das plantas analisadas e entre os genótipos. Plantas de H. marrubioides cultivadas em campo apresentaram maior teor de óleo essencial comparado às plantas cultivadas em casa de vegetação. Na estação do verão as folhas das plantas de H. marrubiodes apresentaram maiores teores de óleo essencial e os componentes majoritários no óleo essencial foram os monoterpenóides α-tujona e β-tujona. A aplicação tópica do óleo essencial de H. marrubioides apresentou atividade tóxica para formigas cortadeiras, e o tempo letal (TL50) foi de 17 horas e 39 minutos na concentração de 38,34% de óleo essencial.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3839
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.