Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DZO - Departamento de Zootecnia >
DZO - Programa de Pós-graduação >
DZO - Zootecnia - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3884

Title: Valores energéticos e coeficientes de digestibilidade de ingredientes para aves, determinados em rações com correções nutricionais
Other Titles: Energy values and digestibility coefficients of ingredients for birds determined in diets with nutritional corrections
???metadata.dc.creator???: Costa, Victor Augusto
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Bertechini, Antônio Gilberto
???metadata.dc.contributor.referee1???: Fassani, Édison José
Rodrigues, Paulo Borges
Oliveira, Roberto Maciel de
???metadata.dc.description.concentration???: Produção e nutrição de monogástricos
Keywords: Milho
Farinha de carne e ossos
Metodologia
Enzimas
Frangos de corte
Corn
Meat and bone meal
Methodology
Enzymes
Broilers
???metadata.dc.date.submitted???: 8-Dec-2009
Issue Date: 23-Sep-2014
Citation: COSTA, V. A. Valores energéticos e coeficientes de digestibilidade de ingredientes para aves, determinados em rações com correções nutricionais. 2009. 66 p. Dissertação (Mestrado em Zootecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009.
???metadata.dc.description.resumo???: A metodologia usualmente empregada na determinação de energia metabolizável e coeficientes de digestibilidade de nutrientes dos alimentos é a substituição de parte de uma ração referência por um determinado ingrediente teste. A diluição da dieta suscita dúvidas sobre os valores determinados para o ingrediente teste considerando-se a deficiência de nutrientes específicos nas rações fornecidas às aves. Assim, o presente trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar correções nutricionais das rações basais, com e sem a adição de enzimas, após a inclusão do ingrediente teste, sobre os valores energéticos e digestibilidade de nutrientes, para a fase inicial e final na criação de frangos de corte. Os experimentos foram conduzidos no Setor de Avicultura do Departamento de Zootecnia da UFLA. O primeiro, na fase inicial (14 a 21 dias), e o segundo, na fase final (35 a 42 dias) de criação dos frangos de corte. Foram determinadas a energia metabolizável aparente (EMA), a energia metabolizável aparente corrigida (EMAn), os coeficientes de digestibilidade aparentes da proteína bruta (CDAPB), da matéria seca (CDAMS) e aparente do extrato etéreo (CDAEE) do milho e da farinha de carne e ossos (FCO), com ou sem a utilização de enzimas. No total, foram utilizados 1568 frangos de corte machos Cobb-500, em que o número de aves por unidade experimental, foi ajustado em cada fase para adequação da densidade de criação na gaiola de metabolismo. Os tratamentos foram organizados no esquema fatorial 5x2, 5 tipos de correções, com a presença ou ausência de enzima, em um delineamento inteiramente casualizado com oito repetições cada, para os dois ensaios. Foi utilizado o método tradicional de coleta total de excretas, em que as aves foram mantidas nas gaiolas de metabolismo durante sete dias. Quatro dias, para adaptação à gaiola e à alimentação, e três dias para coleta de excretas. Os valores de composição química dos ingredientes, EMA, EMAn, CDPB, CDMS e CDAEE, de maneira geral, também, foram semelhantes aos encontrados na literatura. Tanto a maior correção de nutrientes, como também o complexo enzimático, incrementou os valores de EMA, EMAn, CDPB e CDMS do milho, com exceção do CDAEE. Para a FCO, na fase de inicial, a correção mais completa não melhorou as medidas de EMA, EMAn CDAPB, CDAMS e CDAEE. No entanto, a protease melhorou a EMA, CDAMS e o CDAEE dessa farinha. Já na fase final, a correção mais completa e a protease ajudaram a melhorar todas as medidas analisadas. Conclui-se que o uso do método tradicional, sem correções nutricionais, pode estar subestimando os valores de energia e digestibilidade de nutrientes atribuídos ao milho e superestimando os valores para FCO na fase de crescimento dos frangos de corte. O uso de enzimas aumentou os valores de energia e digestibilidade de nutrientes do milho e da FCO.
The methodology usually employed in determining the metabolizable energy and digestibility coefficients of feeds is the replacement of a part of a reference diet by a given test ingredient. The dilution of the diet gives rise to doubts about the values determined for the test ingredinet due to the deficiency of particular nutrients in the diets fed to birds. So, the present work was conducted to evaluate nutritional corrections of basal diets both with and without the addition of enzymes after the inclusion of the test ingredient on the energy values and nutrient digestibility for a starter and finish phase in the raising of broilers. The experiments were conducted in the Poultry Production Sector of the Animal Science Department, the first one being at starter phase (14 to 21 days) and the second at finish phase (35 to 42 days) of rearing of broilers. The apparent metabolizable energy (AME), the corrected apparent metabolizable energy (AMEn), the apparent digestibility coefficient of crude protein (ADCCP), of dry matter (ADCDM) and of ether extract (ADCEE) of corn and meat and bone meal (MBM), either with or without the use of enzymes. In the whole, 1,568 male broilers of the Cobb-500 strain were utilized, where the number of birds per experimental unit was adjusted in each phase to the adequacy of the stocking density in the metabolism cage. The treatments were arranged in the factorial scheme 5x2, that is, 5 types of corrections with the presence or absence of enzyme, in a completely randomized design with eight replicates each for the two assays. The traditional method of total collection of excreta in which the birds were kept in metabolism cages for seven days was utilized, that is, four days for adaptation to the cage and to the feeding and three days for excreta collection. The values of chemical composition of the ingredients, AME, AMEn, DCCP, DCDM and ADCEE, in general, were also similar to those found in the literature. Both the increased correction of nutrients and also the enzyme complex enhanced the values of AME, AMEn, DCCP and DCDM of corn, with the exception of DCAEE. For MBM, at starter phase, the most complete correction did not improve the measures of AME, AMEn, ADCCP, ADCDM and ADCEE. Nevertheless, protease improved AME, ADCDM and ADCEE of that meal. But at finish phase, the most complete correction and protease helped to improve all the measures investigated. It follows that the use of the traditional method, without corrections, can be underestimating the values of energy and digestibility ascribed to corn and overestimating the values for MBM of the broilers´ growing phase. The use of enzymes increased the values of energy and digestibility of nutrients of corn and MBM
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3884
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DZO - Zootecnia - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO_Valores energéticos e coeficientes de digestibilidade de ingredientes para aves, determinados em rações com correções nutricionais.pdf503.57 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback