Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/39029
metadata.teses.dc.title: Dimensões socioambientais e a ocorrência dos primeiros casos de Leishmaniose visceral humana: um estudo na área de abrangência da Regional de Saúde de Varginha - MG
metadata.teses.dc.title.alternative: Socioenvironmental dimensions and the occurrence of the first cases of human visceral Leishmaniasis: a study in the area of influence of Regional Health of Varginha - MG
metadata.teses.dc.creator: Pelegrineli, Bruna Rufini Rezende
metadata.teses.dc.creator.Lattes: http://lattes.cnpq.br/2531189651337938
metadata.teses.dc.contributor.advisor1: Oliveira, Maria de Lourdes Souza de
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co1: Pereira, Viviane Santos
metadata.teses.dc.contributor.referee1: Barçante, Joziana Muniz de Paiva
metadata.teses.dc.contributor.referee2: Jardim, Anna Carolina Salgado
metadata.teses.dc.subject: Leishmaniose visceral
Vulnerabilidade socioambiental
Doenças negligenciadas
Visceral leishmaniasis
Socioenvironmental vulnerability
Neglected diseases
metadata.teses.dc.date.issued: 13-Feb-2020
metadata.teses.dc.identifier.citation: PELEGRINELI, B. R. R. Dimensões socioambientais e a ocorrência dos primeiros casos de Leishmaniose visceral humana: um estudo na área de abrangência da Regional de Saúde de Varginha - MG. 2019. 81 p. Dissertação (Mestrado Profissional em Desenvolvimento Sustentável e Extensão )–Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2019.
metadata.teses.dc.description.resumo: A Leishmaniose Visceral (LV) é uma doença endêmica, negligenciada que afeta populações carentes e ocorre associada a situações de precariedade habitacional, pobreza, alta densidade de população canina e condições inadequadas de vida. A alteração ambiental provocada pelo impacto do crescimento populacional origina um desequilíbrio das formas de vida que integram o território, com sua diversidade natural gerando riscos e agravos a saúde coletiva. O presente estudo teve como objetivo geral conhecer os principais fatores relacionados à ocorrência dos casos confirmados de Leishmaniose Visceral Humana (LVH) em Lavras/MG. Para isto foi realizado um estudo observacional e descritivo, com a prática de abordagem qualitativa, entrevistas semiestruturadas e grupos focais. Foram realizadas entrevistas com as famílias que tiveram casos confirmados de LVH, agentes de saúde dos bairros acometidos, responsáveis pelo protocolo de combate à doença da Vigilância em Saúde e estudantes de mestrado e doutorado da Universidade Federal de Lavras. Foram abordados três temas centrais: caracterização do perfil socioeconômico das famílias notificadas, percepções ambientais e aspectos relacionados a LV. Através da análise dos dados se confirmou que todos os casos que ocorreram no município de Lavras envolveram pessoas de baixa renda, predominância da população pardo-negra em 77,5% dos casos e 37,5% de crianças até quatro anos de idade mostrando que a doença além de ser negligenciada está diretamente relacionada a populações vulneráveis. O estudo revelou que tanto os familiares como os agentes de saúde apresentaram dificuldades de compreensão do ciclo epidemiológico da doença, mostrando a necessidade de capacitações contínuas e participativas. O estudo identificou que é necessário um enfoque maior das autoridades referente a políticas públicas humanizadas, instrumento este capacitador para preparar os indivíduos para serem os agentes de transformação e sustentabilidade do seu território, para que saibam agir e assim reduzir e consequentemente eliminar os focos de transmissão, especialmente os agentes de saúde que estão inseridos no ambiente e podem atuar diretamente com estas questões.
metadata.teses.dc.description.abstract: Visceral Leishmaniasis (VL) is a neglected endemic disease that affects underprivileged populations and is associated with poor housing conditions, poverty, high canine population density and inadequate living conditions. The environmental change caused by the impact of population growth causes an imbalance of life forms that integrate the territory, with their natural diversity generating risks and harms to public health. The present study aims to know the main factors related to the occurrence of confirmed cases of Human Visceral Leishmaniasis (HVL) in Lavras / MG. An observational and descriptive study was conducted, with the practice of qualitative approach, semi-structured interviews and focus groups. Interviews were conducted with families who had confirmed cases of LVH, health agents in the affected neighborhoods, responsible for the protocol to combat the disease for Health Surveillance, and masters and doctoral students at the Federal University of Lavras. Three central themes were addressed: characterization of the socioeconomic profile of notified families, environmental perceptions and aspects related to VL. Through the analysis of the data it was confirmed that all the cases that occurred in the city of Lavras involved low income people, predominance of the black population in 77.5% of cases and 37.5% of children up to four years old showing that the disease, besides being neglected, is directly related to vulnerable populations. The study revealed that both family members and health agents had difficulties understanding the epidemiological cycle of the disease, showing the need for continuous and participatory training. The study identified that a greater focus of the authorities on humanized public policies is needed, an enabling tool to prepare individuals to be the agents of transformation and sustainability of their territory, so that they can act and thus reduce and therefore eliminate the focus of transmissi on, especially health agents who are inserted in the environment and can act directly with these issues.
metadata.teses.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/39029
metadata.teses.dc.publisher: Universidade Federal de Lavras
metadata.teses.dc.language: por
Appears in Collections:DAE - Desenvolvimento Sustentável e Extensão - Mestrado Profissional (Dissertações/TCC)



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.