Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3912
Título: Sistemas de condução em videira: análises agronômica e ecofisiológica
Título(s) alternativo(s): Training systems in the grapevine: agronomic and ecophysiologic analyses
Autor : Norberto, Paulo Márcio
Primeiro orientador: Regina, Murillo Albuquerque
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Chalfun, Nilton Nagib Jorge
Primeiro membro da banca: Pasqual, Moacir
Soares, Angela Maria
Alvarenga, Ângelo Alberico
Área de concentração: Fitotecnia
Palavras-chave: Uva
Característica agronômica
Ecofisiologia
Grapevine
Agronomic characteristics
Ecophysiologic
Data da publicação: 23-Set-2014
Referência: NORBERTO, P. M. Sistemas de condução em videira: análises agronômica e ecofisiológica. 2006. 118 p. Tese (Doutorado em Agronomia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2006.
Resumo: The training system can affect significantly the grapevines´ vegetative growth, modifying the microclimate in terms of solar radiation and temperature with direct consequences both on the quality and yield of the vineyard. In this context, the present work was developed in the Estação de Viticultura e Enologia de Caldas EPAMIG (Caldas Viticulture and Oenology Station EPAMIG) Caldas, MG; and was intended to evaluate the effect of the training system on the agronomic and ecophysiologic characteristics of the grapevine (Vitis labrusca L.), during the crops of 2003, 2004 and 2005. The varieties ´Niágara Rosada´ for table and ´Folha de Figo´, for wine production were utilized and as a rootstock "420-A" was employed. The experimental design utilized was the CRD in a 4 x 2 factorial. The training systems adopted were: low cordon, trellis, espalier and lyra. The following variables were evaluated: weight, average number of branches, sprouting phenology, blossoming and maturation, growth of the branches, number of bunches, yield/plant, estimated yield/ha, chemical analysis of fruits, organic acids, total soluble solids (ºBrix), total titrable acidity (meq.L-1) and pH. Primary, secondary and total leaf surface, exposed leaf surface, water potential, gas exchanges, and leaf anatomy were evaluated. By the results obtained, it was found that in the mean of the three crops, the espalier, trellis and lyra systems were superior to the other system; the trellis and espalier systems presented the shortest interval between pruning and final maturation stage in the variety ´Folha de Figo´ and in ´Niágara Rosada´, for the plants trained in the trellis and espalier systems, a certain earliness in all the phenologic phases was found. The descending size promoted by the training system low cordon induced a less intense growth of branches in both varieties. The highest yield was verified on average in the lira system and the lowest in the low cordon. The contents of malic and tartaric acids in ´Folha de figo´ and ´Niágara rosada´ decreased during maturation of the fruit, the low cordons was superior to the other system in degrading malic acid up to the third week, for the two varieties, but in the other weeks sampled, there were no significant difference among the systems. To tartaric acid, in the training system low cordon, it presented a more marked degradation, however, accumulating more acid in the later week, since in the others, there were significant differences. Total acidity in ´Folha de Figo´ was higher in the low cordon and soluble solids in ´Niágara Rosada´, the highest one was in the trellis. The systems trellis, espalier and lyra provided similar pH´s. The system low cordon conferred total smaller leaf surface to both varieties, in all the crops evaluated. Both the espalier and the low cordon systems conferred the exposed smallest leaf surface. The systems low cordon and trellis conferred the lowest values of water potential to the two varieties, in both phenologic phases, I mean, late blossoming and pre-harvest. In general, it was found that the results of leaves´ photosynthetic assimilation rate did not allow to stand out the effect of the training systems upon the gas exchanges of the studied plants. The plants trained in the trellis system provided a greater leaf total thickness, justifying that the plants trained in this system were more intercepted by the sun´s rays.
O sistema de condução pode afetar significativamente o crescimento vegetativo da videira, modificando o microclima em termos de radiação solar e de temperatura, com conseqüências diretas tanto na qualidade quanto na produtividade do vinhedo. Neste contexto, o presente trabalho foi desenvolvido na Estação de Viticultura e Enologia de Caldas EPAMIG, Caldas - MG, e teve como objetivo avaliar o efeito do sistema de condução sobre as características agronômicas e ecofisiológicas da videira (Vitis labrusca L.), durante as safras 2003, 2004 e 2005. Utilizaram-se as variedades ´Niágara Rosada´ para mesa e ´Folha de Figo´ para produção de vinhos; como Porta - enxerto utilizou-se o "420-A". O delineamento experimental utilizado foi o DIC em fatorial 4x2. Os sistemas de condução adotados foram cordão simples, latada, espaldeira e lira. Foram avaliadas as seguintes variáveis: peso e número médio de ramos, fenologia da brotação, floração e maturação, crescimento dos ramos, número de cachos, produção/planta, produtividade estimada/ ha, análise química dos frutos, ácidos orgânicos, sólidos solúveis totais (ºBrix), acidez total titulável (meq.L-1) e pH., superfície foliar primária, secundaria e total, superfície foliar exposta, potencial hídrico, trocas gasosas e anatomia foliar. Pelos resultados obtidos, verificou-se que na média das três safras, os sistemas espaldeira, latada e lira foram superiores aos demais sistemas; os sistemas latada e espaldeira apresentaram menor intervalo entre a poda e o estágio final de maturação nas variedades ´Folha de Figo´ e ´Niágara Rosada´, para as plantas conduzidas nos sistemas latada e espaldeira verificou-se uma certa precocidade em todas as fases fenológicas. O porte descendente promovido pelo sistema de condução cordão simples induziu um menor crescimento de ramos em ambas as variedades. Em média, a maior produtividade foi verificada no sistema lira e a menor, no cordão simples. Os teores de ácido málico e tartárico na ´Folha de figo´ e ´Niágara rosada´ diminuíram durante a maturação dos frutos; o cordão simples foi superior aos demais sistemas em degradar o ácido málico até a terceira semana, para as duas variedades, porém nas demais semanas amostradas não houve diferença significativa entre os sistemas. Para o ácido tartárico, no sistema de condução cordão simples apresentou uma degradação mais acentuada, todavia acumulando mais ácido na semana posterior, visto que nas demais não houve diferenças significativas.A acidez total na ´Folha de Figo´ foi maior no cordão simples e os sólidos solúveis na latada, na ´Niágara Rosada´. Os sistemas latada, espaldeira e lira proporcionaram pH semelhante. O sistema cordão simples conferiu menor superfície foliar total em ambas as variedades, em todas safras avaliadas. Tanto o sistema espaldeira quanto o cordão simples conferiram a menor superfície foliar exposta. Os sistemas cordão simples e latada conferiram os menores valores de potencial hídrico para as duas variedades em ambas as fases fenológicas, finais de floração e pré-colheita. De maneira geral, verificou-se que os resultados da taxa de assimilação fotossintética das folhas não permitiram evidenciar o efeito dos sistemas de condução sobre as trocas gasosas das plantas estudadas. As plantas conduzidas no sistema em latada propiciaram uma maior espessura total de folha, justificando que as plantas conduzidas neste sistema tenham sido mais interceptadas pelos raios solares.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3912
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese_Sistemas de condução em videira análises agronômica e ecofisiológica.pdf1,22 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.