Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DZO - Departamento de Zootecnia >
DZO - Programa de Pós-graduação >
DZO - Zootecnia - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3941

Título: Consumo de matéria seca e produção de leite de vacas "Holandês" manejada sob pastejo e utilização do modell Cornell Net Carbohydrate And Protein System
Título Alternativo: Dry matter intake and milk production of grazing lactating Holstein cows and utilization of Cornell net Carbohydrate and Protein System model
Autor(es): Elyas, Ana Cristina Wyllie
Orientador: Paiva, Paulo César de Aguiar
Membro da banca: Pérez, Juan Ramón Olalquiaga
Lopes, Fernado César Ferraz
Arcuri, Pedro Braga
Alves, Nadja Gomes
Área de concentração: Nutrição de ruminantes
Assunto: Cinética digestiva
CNCPS
Cynodon
Frações nitrogenadas e de carboidratos
Carbohydrate and nitrogenous fractions
Coastcross pasture
Kinetic digestive
Data de publicação: 24-Set-2014
Referência: ELYAS, A. C. W. Consumo de matéria seca e produção de leite de vacas 'Holandês' manejadas sob pastejo e utilização do modelo Cornell net Carbohydrate and Protein System. 2007. 147 p. Tese (Doutorado em Zootecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2007.
Resumo: The aim of this work was to evaluate the forage biomass production, chemical composition, carbohydrate and nitrogenous fractions of the coastcross pasture and the milk production and composition, dry matter intake (DMI) and passage kinetic rate and the ability of the CNCPS version 5.0 on estimative of DMI and milk production of grazing lactating Holstein cows, on coastcross pasture fed concentrate (3 or 6 kg/cow/day) and corn silage. The cows fed 17 kg/cow/day of maize ensilage at the period of May and October (dry season). The fertilization was applied, in six applications to each two months, with 200 kg/ha of N, 80 kg/ha of P2O5 and 160 kg/ha of K2O. The pasture was irrigated in the months of lower rainfall, or after the fertilizations. The mass and quality of available and residual forage as well the green leaf lamina, green stem + leaf and dead material. The collect were made to each 15 days. Was determined the chemical composition on extrusa samples of forage, obtained using an esophageous fistulated cow. The estimates of intake were obtained using chromium oxide methodology. The passage rates of particles and liquids were estimates using a single dose of chromium oxide (10 g) and Co-EDTA methodology, respectively. The milk production was measured individually daily. The milk samples were analyzed for protein, lactose, and fat. The CNCPS model (version 5.0) was evaluated on the estimates of dry matter intake and milk production of grazing lactating Holstein cows, applying the inputs referring to the animals (body weight, age, milk production, milk composition, racial type, etc.), to the environment (temperature, relative humidity of air, management condition, etc.) and the feed chemical composition in each experimental period. The dry matter (DM) production for the months of lower rainfall was not reducing. The crude protein (CP), neutral detergent fiber (NDF) and lignin levels (% DM) did not different (P>0.05) for area, concentrate level and season. Were observed the lowest values to in vitro dry matter digestibility (IVDMD) and the highest values to acid detergent fiber (ADF) at the autumn. The values obtained to the nitrogenous fraction B1+B2 at the autumn were highest to that observed in the other seasons. The higher level of non fibrous carbohydrate was obtained at the spring. The others nitrogenous and carbohydrate fractions had small variations. The total DMI was 3.23 % of the body weight (BW). The intake of total NDF, DM pasture and NDF pasture, was different (P<0.05), in function of the interaction of factors (supplement level x season). The highest values of dry matter forage intake were obtained at the summer and autumn seasons, to the animals fed 3 kg/cow/day of concentrate. The values estimated for the particles passage rate were 5.7 and 10.3 %/h for cows fed 3 kg of concentrate, and 5.8 e 15.8 %/h for cows fed 6 kg of concentrate, for K1 and K2, respectively. The liquid passage rates were 9.69 e 12.52 % for 3 e 6 kg of concentrate, respectively. The cows fed 6 kg of concentrate presented higher milk production (16.0 kg/day) to that fed 3 kg/day of concentrate (13.3 kg/day). Milk productions were different (P<0.05) in function of the year season. The interaction of levels of concentrate x season year affected the levels of fat milk. The protein and lactose levels did not differ (P>0.05) for treatments (3 or 6 kg of concentrate). The DMI values predicted by CNCPS model were not different (P>0.05) to that values obtained by chromium oxide methodology. The methabolizable energy (ME) was the first limitant for milk production predicted by CNCPS model. The prediction for the animals fed 6 kg of concentrate was near to that observed. The CNCPS overestimated the milk production when the cows fed maize silage, being the first limitant factor for 6 and 3 kg of concentrated, the ME and methabolizable protein, respectively.
Os objetivos deste trabalho foram avaliar a produção de massa de forragem e composição químico-bromatológica e as frações nitrogenadas e de carboidratos da pastagem de capim-coastcross ((Cynodon dactylon L. (Pers.); a produção e composição do leite, o consumo de matéria seca, a cinética digestiva e a capacidade do programa CNCPS versão 5.0 em predizer a performance de vacas da raça Holandês lactantes, em pastagem de capim-coastcross, suplementada com silagem e 3 ou 6 kg de concentrado/vaca dia. A área experimental foi manejada em sistema de pastejo rotacionado, com 4,7 vacas/ha (5,8 UA/ha). Entre o princípio do mês de maio e o mês de outubro de 2003 as vacas consumiam 17 kg/vaca/dia de silagem de milho. A adubação de manutenção da pastagem foi realizada com 200 kg/ha de N, 80 kg/ha de P2O5 e 160 kg/ha de K2O, distribuídos em seis aplicações a cada dois meses. A pastagem foi irrigada entre os meses de menor precipitação ou após as adubações. A forragem disponível e residual foram amostradas a cada 15 dias e separadas em lâmina verde, bainha + colmo verde e material morto. As análises bromatológicas da forragem selecionada na pastagem foram realizadas em extrusa coletada por uma vaca provida de fístula esofágica. As estimativas de consumo foram realizadas utilizando como indicador o sesquióxido de cromo (Cr2O3). As estimativas das taxas de passagem da fase sólida foram obtidas a partir de uma única administração de 10 g de Cr2O3. A determinação do fluxo de fase líquida foi realizada com Co-EDTA. A produção de leite foi medida diariamente, em todos os animais, nas ordenhas da manhã e da tarde. As amostras de leite foram analisadas para proteína, lactose e gordura. Foi avaliado o modelo CNCPS versão 5.0 na predição do consumo de matéria seca e do desempenho dos animais, os quais foram fornecidos ao programa dados (inputs) referentes aos animais (peso vivo, escore corporal, idade, produção e composição do leite, tipo racial, etc.), ao ambiente (temperatura, umidade relativa do ar, manejo, etc.) e a composição do alimento em cada período experimental. Não houve redução (P>0,05) na produção de MS nos períodos de menor precipitação pluviométrica. Os teores de PB, FDN e lignina na MS do capim-coastcross não diferiram (P>0,05) em função da área, tratamentos e estações do ano. No outono foram observados os menores valores para a DIVMS e os teores mais elevados de FDA. A fração nitrogenada B1 + B2 foi maior no outono, quando comparada às demais estações. A maior fração de carboidratos não fibrosos foi observada na primavera. As demais frações nitrogenadas e de carboidratos tiveram pequenas variações na pastagem ao longo do experimento. O consumo de MS total foi de 3,23% do PV. Os consumos de FDNT, MSP e FDNP diferiram (P<0,05) em razão da interação nível de suplemento x estação do ano. Os maiores consumos de MSF foram estimados no verão e no outono para os animais que receberam 3 kg/dia de concentrado. Na cinética de fluxo de fase sólida, os valores estimados da taxa de passagem no retículo-rúmen (k1) e no pós-rúmen (k2) foram de 5,7 e 10,3%, respectivamente, no tratamento com 3 kg de concentrado, e de 5,8 e 15,8%/h no tratamento com 6 kg/dia. As taxas de passagem de fase líquida foram de 9,69 e 12,52% para os tratamentos com 3 e 6 kg de concentrado, respectivamente. A produção de leite das vacas alimentadas com 3 kg (13,30 kg/dia) de concentrado foi menor (P>0,05) do que a registrada para os animais que consumiram 6 kg de concentrado (16,0 kg /dia). A interação níveis de suplemento x estação do ano causou variação na porcentagem de gordura do leite. Os teores lácteos de proteína e lactose não diferiram em função do tratamento. Os valores preditos pelo CNCPS para a ingestão voluntária de MS foram próximos àqueles estimados, havendo pequena tendência do modelo em subestimar o valor determinado com o indicador. Segundo o CNCPS, a EM foi o primeiro nutriente limitante para a produção de leite. A predição para os animais que consumiram 6 kg/dia de concentrado foi mais próxima da produção observada. Com a adição da silagem de milho à dieta, houve superestimativa da produção de leite, sendo o principal fator limitante à produção de leite para os tratamentos com 6 e 3 kg/dia de concentrado, a EM e a PM, respectivamente.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3941
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DZO - Zootecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Consumo de matéria seca e produção de leite de vacas Holandês manejada sob pastejo e utilização do modell Cornell Net Carbohydrate And Protein System.pdf567,5 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback