Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DZO - Departamento de Zootecnia >
DZO - Programa de Pós-graduação >
DZO - Zootecnia - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3967

Título: Crescimento tecidual e composição corporal de linhagens de tilápias do nilo (Oreochromis niloticus)
Título Alternativo: Tissue growth and body composition of Nile tilapia (Oreochromis niloticus) strains
Autor(es): Santos, Vander Bruno dos
Orientador: Freitas, Rilke Tadeu Fonseca de
Membro da banca: Murgas, Luis David Solis
Pimenta, Maria Emilia de Sousa Gomes
Rodrigues, Paulo Borges
Logato, Priscila Vieira Rosa
Área de concentração: Produção Animal
Assunto: Tilápia (Peixe) - Crescimento
Tilápia (Peixe) - Composição química
Data de Defesa: 23-Out-2007
Data de publicação: 24-Set-2014
Referência: SANTOS, V. B. dos. Crescimento tecidual e composição corporal de linhagens de tilápias do nilo (Oreochromis niloticus). 2007. 90 p. Tese (Doutorado em Zootecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2007.
Resumo: Objetivou-se avaliar o crescimento inicial de tilápias do Nilo da linhagem Tailandesa e uma linhagem comercial produzida a partir do programa GIFT (Genetically Improved Farmed Tilapia), sob os seguintes aspectos: estabelecer curvas de crescimento de peso/idade, considerando a heterogeneidade de variâncias; avaliar a histologia dos tecidos muscular e adiposo quanto à hiperplasia e à hipertrofia das células e determinar a composição corporal quanto aos teores de umidade, proteína bruta, extrato etéreo, cinzas e energia. Os peixes foram cultivados em tanques-rede, em uma represa em Presidente Prudente, SP, Brasil. Com o crescimento, peixes coletados aleatoriamente de cada linhagem foram pesados e medidos em comprimento. Nas amostras teciduais, avaliaram-se a quantidade de células/área e o diâmetro das fibras musculares brancas, rosas e vermelhas, dos adipócitos viscerais e subcutâneos ventrais. Para o ajuste da curva de crescimento, o modelo exponencial y = axb foi ponderado pelo inverso das variâncias dos pesos, a cada pesagem. Apesar de a linhagem Tailandesa ter apresentado maior peso inicial e maior estimativa do mesmo, obteve menor taxa de crescimento quando comparada com a comercial. No modelo ponderado, essa diferença na taxa de crescimento foi da ordem de 32,27%, 10,85% maior que no modelo não ponderado. A linhagem comercial apresentou maior número de fibras musculares brancas/mm² e a Tailandesa maior número de fibras vermelhas/mm² (P<0,05). Peixes na classe de 5-10cm apresentaram maior número de fibras brancas, rosas e vermelhas/mm² e menor diâmetro médio das fibras brancas e rosas, em relação à classe 10-15cm (P<0,05). Isso é um indicativo do processo de hipertrofia. O diâmetro médio das fibras vermelhas aumentou em peixes de 10-15cm, comparados com 5-10cm na linhagem Tailandesa e permaneceu inalterado na comercial. A constatação de fibras brancas menores que 10m só foi feita na linhagem comercial, indicando maior contribuição do processo de hiperplasia para o crescimento. Isso também pôde ser verificado no tecido adiposo visceral. A hiperplasia pôde ser detectada também para as fibras rosas e vermelhas, nas duas linhagens. Maior hipertrofia de fibras brancas, dos adipócitos viscerais e dos adipócitos subcutâneos ventrais também foi encontrada na linhagem comercial. A composição corporal mostrou diferenças entre as linhagens quanto a umidade, carboidratos, extrato etéreo e energia, com o crescimento dos peixes (P<0,05). O conteúdo de proteínas e cinzas foi semelhante nas linhagens, mas apenas o conteúdo de cinzas aumentou com o crescimento dos peixes. O modelo exponencial descreveu adequadamente o crescimento dos alevinos das linhagens e a ponderação melhorou a qualidade dos ajustes, a estimação e a confiabilidade dos parâmetros. A dinâmica do desenvolvimento do tecido muscular e adiposo ocorreu diferentemente entre as linhagens. A maior taxa de crescimento, encontrada na linhagem comercial, reflete a maior contribuição do processo de hiperplasia e hipertrofia de fibras musculares brancas e adipócitos viscerais e maior hipertrofia do tecido adiposo subcutâneo ventral. As diferenças encontradas nas taxas de crescimento dessas linhagens de tilápias influenciam as taxas metabólicas de mobilização, principalmente de água e extrato etéreo, alterando a dinâmica de deposição desses elementos e do conteúdo energético.
The objective of this research was to evaluate the initial growth of the Nile tilapias of Thai and Commercial strains, being the latter derived from the GIFT program (Genetically Improved Farmed Tilapia) under the following aspects: establishing growth curves of weight/age, considering the heteroscedastic variance; to evaluate the histology of muscle and adipose tissue, in hyperplasia and hypertrophy of the cells; to verify the body composition, on the levels of moisture, crude protein, ethereal extract, ash and energy. The fish were cultivated in cages in a dam in Presidente Prudente, SP - Brazil. With the growth, fish sampled randomly from each strain were weighed and measured in length. In tissue samples it was evaluated the quantity of cells/area and the diameter of the white, pink, red muscle fiber, visceral and subcutaneous ventral adipocytes. To adjust the curve of growth, the exponential model y = axb was weighted by the inverse weight variances. Although the Thai strain had presented higher estimate of the initial weight than the Commercial strain, it obtained lower growth rate. In the weighted model this difference in the growth rate was 32,27%, 10,85% bigger than in the unweighted model. The Commercial strain presented greater number of white and pink fibers/mm² and the Thai greater number of red fibers/mm² (P<0,05). Fish of 5-10cm presented higher number of white, pink and red fibers/mm² and lower average diameter of the white and pink fibers, when compared to 10-15cm (P<0,05) fish. This is indicative of the hypertrophy process. The average diameter of the red and pink fibers increased in fish of 10-15cm, compared with 5-10cm in the Thai strain and remained unchanged in the Commercial (P<0,05). The presence of the white fibers lower than 10µm was made only in the Commercial, indicating a greater contribution to the process of hyperplasia growth in this strain. This also could be found in visceral fat. Hyperplasia could also be detected in the red and pink fibers in both strains. The larger white fiber hypertrophy, visceral adipose and ventral subcutaneous adipose were also found in the Commercial. The body composition showed differences between the strains in the levels of moisture, carbohydrates, ethereal extract and energy through the fish growth (P<0,05). The content of protein and ash was similar in the strains, but the percentage of ash increased with the fish growth. The exponential model described adequately the growth of the strains and the use of the weigthed model improved the quality of fitting, and the trustworthiness estimation of the parameters. The dynamics of the development of muscle and fat tissue occurred differently between the strains. The highest growth rate, found in the Commercial strain, reflects the increased contribution of the process of hyperplasia and hypertrophy of white muscle fibers and visceral adipocytes and hypertrophy of the subcutaneous ventral adipocytes. Differences found in rates of growth of these tilapia strains, influence the metabolic rates of mobilization, particularly of water and ethereal extract, changing the dynamics of deposition of these elements and the energy content.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3967
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DZO - Zootecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Crescimento tecidual e composição corporal de linhagens de tilápias do nilo (Oreochromis niloticus).pdf955,17 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback