Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/39756
metadata.artigo.dc.title: Quo Vadis: Caminhos e Diálogos da Gestão Social com as Obras de Jürgen Habermas
metadata.artigo.dc.title.alternative: Quo Vadis: Paths and Dialogues of Social Management with Intellectual Work of Jürgen Habermas
metadata.artigo.dc.creator: Alcântara, Valderí de Castro
Pereira, José Roberto
Prado, José Willer do
Silva, Érica Aline Ferreira
metadata.artigo.dc.subject: Habermas
Gestão Social
Democracia
Agenda de pesquisa
Social Management
Democracy
Research agenda
metadata.artigo.dc.publisher: Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul – UNIJUÍ
metadata.artigo.dc.date.issued: 2019
metadata.artigo.dc.identifier.citation: ALCÂNTARA, V. de C. et al. Quo Vadis: Caminhos e Diálogos da Gestão Social com as Obras de Jürgen Habermas. Desenvolvimento em Questão, Ijuí, n. 47, p. 24-45, abr./jun. 2018.
metadata.artigo.dc.description.resumo: Neste artigo investigamos como autores do campo da Gestão Social fazem referência às obras de Jürgen Habermas e seu arcabouço conceitual. Argumentamos a partir de 54 artigos mapeados que apesar da influência de Habermas na concepção do conceito de gestão social para diversos autores do campo, seu amplo arcabouço teórico ainda é pouco abordado. Poucas obras suas são exploradas e uma gama de textos faz referência a ele por meio de leituras realizadas por outros autores e com indícios de diferentes e divergentes interpretações de seus textos. Além disso, encontramos citações sem uma consideração contextual de suas obras; carência de considerações sobre as transformações do ‘pensamento habermasiano’; esquecimento do diagnóstico da colonização do mundo da vida pelo sistema; carência de referências à autores que realizam diálogos críticos e de debates sobre sua aplicação à sociedade brasileira. Concluímos indicando que os textos de Habermas podem contribuir (considerando as limitações e avançando nelas) com o desenvolvimento e consolidação do campo de estudo e prática da Gestão Social, caso sejam explorados para além de Mudança Estrutural da Esfera Pública e capítulos de Teoria do Agir Comunicativo.
metadata.artigo.dc.description.abstract: In this article we investigate how authors of the field of Social Management refer to the works of Jürgen Habermas and his conceptual framework. We argue from 54 mapped articles that, despite the influence of Habermas in the conception of the concept of Social Management for several authors of the field, its broad theoretical framework is still little approached. Few works are explored and a range of texts refers to it through readings made by other authors (internal to the field) and with indications of different and divergent interpretations of their texts. In addition, we find quotations without a contextual consideration of their works; lack of debate on the transformations of Habermasian thinking; forgetting the diagnosis of the colonization of the world-of-life by the system that impacts on the concept of Social Management; lack of references to authors who carry out critical dialogues and debates about their application to Brazilian society. We conclude by indicating that the Habermas texts can contribute (considering the limitations) to the development and consolidation of the field of studies and practices of Social Management, if they are explored in addition to The Structural Transformation of the Public Sphere, chapters of The Theory of Communicative Action and Between Facts and Norms: Contributions to a Discourse Theory of Law and Democracy.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/39756
metadata.artigo.dc.language: pt_BR
Appears in Collections:DAE - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_Quo Vadis Caminhos e Diálogos da Gestão Social com as Obras de Jürgen Habermas.pdf554,92 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons