Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3977
Título: Desempenho de vacas Holandesas em pastagem de Cynodon sp suplementada com concentrado
Título(s) alternativo(s): Performance of Holstein cows in pasture of cynodon sp supplemented with concentrated
Autor : Cardoso, Rodrigo Carvalho de
Primeiro orientador: Paiva, Paulo César de Aguiar
Primeiro membro da banca: Pérez, Juan Ramón Olalquiaga
Barcelos, Adauto Ferreira
Teixeira, Júlio César
Vilela, Duarte
Área de concentração: Nutrição de Ruminantes
Palavras-chave: Bovino de leite - Pastejo
Bovino de leite - Leite - Produção
Bovino de leite - Reprodução
Leite - Produção
Leite - Qualidade
Nutrição animal
Desempenho reprodutivo
Data da publicação: 24-Set-2014
Referência: CARDOSO, R. C. de. Desempenho de vacas holandesas em pastagens de Cynodon sp suplementada com concentrado. 2004. 101 p. Tese (Doutorado em Zootecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2004.
Resumo: O experimento foi implantado na base física da Embrapa Gado de Leite, em Coronel Pacheco, dando prosseguimento à linha de pesquisa iniciada em 1992. O objetivo foi estudar a melhor estratégia de suplementação de vacas Holandesas, com concentrado, para disponibilizar um sistema de produção economicamente competitivo e sustentável. Trabalhou-se com 36 vacas Holandesas em lactação, perfazendo taxa de lotação de 5 vacas/ha, área de 50 m2/vaca, em pastagem de Cynodon dactylon, cv. coast cross, sob pastejo rotacionado, um dia de ocupação, 25 e 35 de descanso, respectivamente, para a estação das águas (outubro a março) e das secas (abril a setembro). A pastagem foi adubada com 200 Kg de N/ha, 50 Kg de P2O5/ha e 200 Kg de K2O/ha. Os tratamentos experimentais corresponderam ao fornecimento de 6 e 3 Kg/vaca/dia de concentrado à base de milho e soja integral tostada, com 19,5% de PB e 86% de NDT. As variáveis estudadas foram: no animal, produção de leite na lactação, dias em lactação, período seco, intervalo de partos e a variação no peso vivo e no escore corporal. Na pastagem, estimou-se a quantidade de forragem disponível e residual e a diferença de pastejo; além de análise morfo-fisiológica. A produção de leite/vaca/dia foi analisada por covariância e a produtividade, pela análise de variância simples, em delineamento experimental de blocos ao acaso. A média de produção de leite corrigida das vacas que receberam 6 Kg de concentrado foi de 19,5 Kg/dia, e daquelas que receberam 3 Kg, a produção foi de 16,09 Kg/dia, para um período de lactação de 330 dias. O grupo de vacas que recebeu 6 Kg de concentrado produziu 94 Kg de leite/ha/dia, recebendo 3 Kg de ração, foi de 77,85 Kg de leite/ha/dia. As médias de produção de leite foram expressivas e encontram-se acima das obtidas no país e contribuem para diluir o custo de produção de leite. Independentemente do estágio de lactação, as vacas que receberam 6 Kg de concentrado mantiveram melhor escore corporal em relação às de 3 Kg de concentrado. A variação no peso não foi suficiente para interferir no aparecimento do estro, média de 96 e 102 dias pós-parto para os tratamentos 6 Kg e 3 Kg de concentrado, respectivamente. Não foi observada limitação quantitativa de pasto para os animais e o resíduo pós-pastejo foi suficiente para garantir vigor à rebrota. As vacas que receberam 6 Kg de concentrado produziram em média 6589 Kg de leite em 375 dias de lactação. O que representa renda bruta de 3.294,50 reais (preço médio do litro de leite R$0,50) e gasto com concentrado equivalente a 1.125,00 reais (preço médio de 1 Kg de concentrado R$0,50), ou seja, o gasto com ração foi 34,1% da receita bruta da atividade leiteira. As vacas que receberam 3 Kg de concentrado produziram em média 5003 Kg de leite em 341 dias; representa renda de 2.501,50 reais e um gasto com concentrado de 511,50 reais, ou seja, 20,4% da receita bruta. A produção intensiva de leite a pasto é uma alternativa econômica e sustentável de produção, tanto para atender o mercado interno, como para competir em uma economia globalizada.
The experiment was carried out at the Dairy Research Center of Embrapa, in Coronel Pacheco, Minas Gerais state in sequence of the research line begin in 1992. The objective was to study the best strategy to supplement Holstein cows, with concentrated for an economical production system. 36 Holstein cows in lactation were utilized to obtain 5 cows/ha, in pastage of Cynodon dactylon cv. Coastcross, under rotative grazing, with one day occupation and 25 and 35 rest in the period of october to march and april to september, respectively. The pastage was fertilized with 200 Kg of N/ha, 50 Kg P2O5/ha and 200 Kg K2O/ha. The experimental treatments corresponded to the supply of 6 and 3 Kg/cow/day of concentrate based on corn and toasted soy bean, with 19.5% of CP and 86% of TDN. The studied variables were: in the animal; milk production, days on lactation, dry period, interval of delivery and the variation in the body weight and in the body score. In the pasture, was considered the amount of available and residual forage and, the grazing difference and morpho-physiologic analysis. The milk/cow/day production was analyzed by covariance and the productivity by the analysis of simple variance, in a experimental randomized blocks design. The average of corrected milk production of the cows that received 6 Kg of concentrate was 19.5 kg/day, and those that received 3 Kg the production 16.09 kg/day, for a 330 days lactation period. The group of cows that received 6 Kg of concentrate produced 94 kg of milk/ha/day and these that received 3 Kg of ration, it was 77.85 Kg of milk/ha/day. The averages of milk production were expressive and they were above of the Country average and contribute to dilute the cost of milk production. Independently of the lactation stage the cows that received 6 Kg of concentrate maintained better body score in relation those that received 3 Kg of concentrate. The variation in the weight was not enough to interfere in the beginning estrus, average of 96 and 102 days post-partum for the treatments 6 kg and 3 kg of concentrate, respectively. Quantitative limitation of pasture was not observed for the animals and the residue post grazing was enough to guarantee vigor to the shoot forth. The cows that received 6 Kg of concentrate produced an average of 6589 kg of milk in 375 days of lactation. This represents real gross income of 3,294.50 (medium price R$0.50 per liter of milk) and spend with concentrated equivalent for R$1,125.00 (medium price R$0.50 per kg of concentrate) or 34.1% of the gross income. The cows that received 3 kg of concentrate, produced 5003 kg of milk in 341 days; it represents income of R$2,501.50 and an expense with concentrated of R$511.50, 20.4% of the gross income. The intensive milk production in pasture is an economical alternative of milk production, to attend internal market, and to compete in a globalized economy.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3977
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DZO - Zootecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE_Desempenho de vacas Holandesas em pastagem de Cynodon sp suplementada com concentrado.pdf616,75 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.