Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/39830
metadata.artigo.dc.title: Análise de verbalizações de fórmulas matemáticas por professores com experiência no ensino de pessoas com deficiência visual
metadata.artigo.dc.title.alternative: Analysis of mathematical formulas verbalizations by teachers with experience in teaching visually impaired people
metadata.artigo.dc.creator: Lima, Mirella Alves de
Rodrigues, Daniela
Almeida, Patrícia Vasconcelos
Cardoso, Paula Christina Figueira
Freire, André Pimenta
metadata.artigo.dc.subject: Fórmulas matemáticas
Análise linguística
Acessibilidade
Deficiência visual
Mathematical formulas
Linguistic analysis
Accessibility
Visual impairment
metadata.artigo.dc.publisher: Universidade Federal de Minas Gerais
metadata.artigo.dc.date.issued: 2019
metadata.artigo.dc.identifier.citation: LIMA, M. A. de et al. Análise de verbalizações de fórmulas matemáticas por professores com experiência no ensino de pessoas com deficiência visual. Revista de Estudos da Linguagem, Belo Horizonte, v. 27, n. 3, p. 1371-1397, jul./set. 2019.
metadata.artigo.dc.description.resumo: Um dos problemas enfrentados pelos usuários da web com deficiência visual é a falta de recursos de Tecnologia Assistiva para ler corretamente o conteúdo matemático. Visando buscar possibilidades para produzir tais recursos, o trabalho investigativo que originou este artigo se ocupou de compilar um corpus produzido pelos professores ao lerem as fórmulas matemáticas para os alunos com deficiência visual. Transcrições dos áudios foram feitas no intuito de obter padrões de leitura e levantar questões que podem vir a afetar a restauração da estrutura da fórmula matemática. Com base na leitura dos professores, foram examinados determinados elementos presentes nas falas e identificados posicionamentos distintos na manifestação oral dos símbolos, pausas e alterações no tom de voz, bem como das partículas conectivas (preposições, artigos, conjunções) e verbos. Por meio do corpus sistematizado das fórmulas matemáticas é possível refletir sobre a variação, padronização, divergência e significado, itens os quais podem auxiliar na demarcação de fenômenos linguísticos encontrados nas transcrições das gravações e com isso oportunizar uma base para futuras pesquisas na área.
metadata.artigo.dc.description.abstract: One of the problems faced by visual impairment web users is the lack of assistive technologies to read mathematical content correctly. Aiming to find possibilities to produce such resources, the research work that originated this article was devoted to compiling a corpus produced by teachers when reading the mathematical formulas for students with visual impairment. Transcripts of the audios were done in order to obtain reading standards and raise questions that may affect the restoration of the structure of the mathematical formula. Based on the teachers’ reading certain elements present in the speech were examined and distinct positions were identified in the oral manifestation of the symbols, pauses and alterations in the tone of voice, as well as in the connective particles (prepositions, articles, conjunctions) and verbs. By means of a systematized mathematical formulas corpus, it is possible to reflect on the variation, standardization, divergence and meaning, which can help in the demarcation of linguistic phenomena found in the recordings transcriptions and with this provide a basis for future research in the area.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/39830
metadata.artigo.dc.language: pt_BR
Appears in Collections:DCC - Artigos publicados em periódicos
DED - Artigos publicados em periódicos



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons