Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DZO - Departamento de Zootecnia >
DZO - Programa de Pós-graduação >
DZO - Zootecnia - Doutorado (Teses) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3985

Title: Energia metabolizável de alguns ingredientes para frangos de corte em diferentes idades
Other Titles: Metabolizable energy of some feedstuffs for broiler chickens at different ages
???metadata.dc.creator???: Kato, Reinaldo Kanji
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Bertechini, Antônio Gilberto
???metadata.dc.contributor.referee1???: Fassan, Édison José
Rodrigues, Paulo Borges
Garcia, Edivaldo Antônio
???metadata.dc.description.concentration???: Nutrição de Monogástricos
Keywords: Frango de corte - Alimentação e rações
Rações - Composição química
Nutrição animal
Energia metabolizável
Nutrição de monogástricos
Monogastric nutrition
Frango de corte
Metabolizable energy
???metadata.dc.date.submitted???: 23-Sep-2005
Issue Date: 24-Sep-2014
Citation: KATO, R. K. Energia metabolizável de alguns ingredientes para frangos de corte em diferentes idades. 2005. 96 p. Tese (Doutorado em Zootecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2005.
???metadata.dc.description.resumo???: Foram conduzidos seis experimentos no Setor de Avicultura do Departamento de Zootecnia da UFLA, com o objetivo de determinar os valores de energia metabolizável aparente (EMA), aparente corrigida (EMAn), verdadeira (EMV) e verdadeira corrigida (EMVn) de alguns ingredientes para frangos de corte nas fases pré-inicial (1 a 7 dias), inicial I (8 a 14 dias), inicial II (15 a 21 dias), crescimento I (22 a 28 dias), crescimento II (29 a 35 dias) e final (36 a 42 dias). Foram avaliados seis híbridos de milho, três farelos de soja e um óleo de soja pelo método de substituição da ração referência pelos ingredientes em teste. Houve substituição de parte da ração referência em 40% para os híbridos de milho, 30% para os farelos de soja e 10% para o óleo de soja. Foram utilizados 1.994 pintos machos de corte da linhagem "Ross" com um dia de idade e peso médio de 45,8 + 1,1g. O número de aves por unidade experimental foi ajustado em cada fase para adequação da densidade da gaiola de metabolismo, sendo que para cada ingrediente teste foram utilizadas seis repetições. Simultaneamente mantidas mais seis repetições de aves em jejum para a determinação das perdas endógenas e metabólicas. As aves receberam água e ração à vontade durante todo período experimental. Foi utilizado o método tradicional de coleta total de excretas, em que as aves foram mantidas nas gaiolas de metabolismo durante sete dias, sendo quatro dias para adaptação à gaiola e à alimentação e três dias para coleta de excretas. Os valores de composição química dos ingredientes foram semelhantes aos encontrados na literatura. Os valores energéticos (EMA, EMAn, EMV e EMVn) de maneira geral, também foram semelhantes aos encontrados na literatura. No entanto, os valores energéticos dos híbridos de milho foram inferiores na fase pré-inicial (1 a 7 dias) em relação as demais. Também, os valores observados para o óleo e os farelos de soja foram aumentando até a fase inicial II (15 a 21 dias). Após esta fase, os valores energéticos observados para os ingredientes não foram influenciados pela idade das aves. Conclui-se que a capacidade de aproveitamento do conteúdo energético dos ingredientes varia com a idade das aves.
Six experiments were conducted in the Poultry Farming Sector of the Animal Science Department of the UFLA with the aim to determine the values of apparent metabolizable energy (EMA), corrected apparent energy (EMAn), true energy (EMV) and corrected true (EMVn) energy of some feedstuffs for broiler chickens at the Pre-Initial (1 to 7 days), Initial I (8 to 14 days), Initial II (15 to 21 days), growing I (22 to 28 days), growing II (29 to 35 days) and finish (36 to 42 days). Six hybrid corns, three soybean meals and one soybean oil were evaluated through the method of replacement of the reference diet for the feedstuffs under test. There was replacement of a part of the reference diet by 40% of the hybrid corn, 30% for soybean meals and 10% for soybean oil. 1994 male broiler chicks of "Ross" line of one day of age and average weight of 45.8 + 1,1g. were utilized. The number of birds per experimental unit was adjusted in each phase for adequacy of the metabolism cage stocking, its being that for each test feedstuff were utilized six replicates and simultaneously maintained further six replicates of fasting birds for determination of the endogenous and metabolic losses. The birds were given water and diet ad libitum during all the experimental period. The traditional method of total collection of excreta was used, where the birds were maintained in the metabolism cages during seven days, four days being for adaptation to the cage and feeding and three days for the excreta collection. The values of chemical composition of the feedstuffs were similar to those found in the literature. The energy values (EMA EMAn, EMV and EMVn) in general, were also similar to the ones found in the literature. Nevertheless, the energy values of the hybrid corns and were also inferior in the Pre-initial phase (1 to 7 days) relative to the others. Also, the values found for soybean oil and soybean meals had been increasing up to the Initial phase II (15 to 21 days). After this phase, the energy values observed for the feedstuffs were not influenced by the birds´ age. It follows that the capacity of using the energy content of feedstuffs ranges with the birds´ age.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3985
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DZO - Zootecnia - Doutorado (Teses)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TESE_Energia metabolizável de alguns ingredientes para frangos de corte em diferentes idades.pdf436.81 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback