Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4025

Título: Aspectos fisiológicos da germinação de sementes de sucupira-preta (Bowdichia virgilioides Kunth)
Título Alternativo: Physiological aspects of black sucupira seed germination (Bowdichia virgilioides Kunth)
Autor(es): Albuquerque, Keline Souza
Orientador: Guimarães, Renato Mendes
Membro da banca: Von Pinho, Édila Vilela de Resende
Vieira, Antônio Rodrigues
Área de concentração: Fitotecnia
Assunto: Bowdichia virgilioides
Curva de embebição
Isoenzima
Eletroforese
Dormência
Germinação
Temperatura
Luz
Raio X
Data de Defesa: 22-Fev-2006
Data de publicação: 25-Set-2014
Referência: ALBUQUERQUE, K. S. Aspectos fisiológicos da germinação de sementes de sucupira-preta (Bowdichia virgilioides Kunth.). 2006. 90 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2006.
Resumo: Bowdichia virgilioides é uma espécie arbórea com ampla dispersão pelo Brasil, sendo bastante utilizada em programas de reflorestamento e na recuperação de áreas degradadas. A espécie vem sofrendo redução no número de indivíduos em seu ambiente natural, devido à exploração comercial desordenada. Além disso, a formação de mudas pode ser limitada, em função das condições de germinação. Objetivou-se com esta pesquisa, estudar a fisiologia da germinação de sementes de sucupira-preta, pelo comportamento das sementes durante a embebição e os fatores condicionantes da sua germinação como dormência, temperatura, luz e danos nas sementes. Foram utilizados lotes de sementes oriundos do estado do Ceará colhido em 2001e de Roraima e Minas Gerais, ambos colhidos em 2003. O processo de embebição das sementes foi avaliado a cada 6 horas, observando aspectos morfológicos e bioquímicos. Para a superação da dormência, os tratamentos incluíram ácido sulfúrico, lixa e água quente. No teste de germinação foram testados os efeitos da luz e temperatura. O teste de raios X foi utilizado para a avaliação da qualidade das sementes. As sementes de sucupira-preta seguem um modelo trifásico de embebição e a protrusão radicular ocorre em torno de 114 horas, havendo algumas modificações em enzimas e proteínas resistentes ao calor durante os períodos de embebição. As sementes dessa espécie possuem dormência tegumentar, superada com ácido sulfúrico por 8 e 12 minutos. Para a condução do teste de germinação a temperatura constante de 25°C ou alternada de 20-30°C permitem uma maior porcentagem e velocidade de germinação; já a ausência de luz aumenta a velocidade de germinação. No teste de raios X, a radiação de 30 Kv por 45 segundos permite melhor visualização dos danos internos das sementes e que esses danos afetam a germinação.
Bowdichia virgilioides is tree specie with broad dispersion in Brazil, being highly used in refloresting prgrams and recovery of the degraded areas. This specie is suffering a reduction in number in its native habitat, due the desordered commercial exploration. Inaddition to this fact, the seedling formation could be limited based in the germination conditions. This research aimed to study the seed physilogy germination of black sucupira, the seed alterations during the embebition and the factors conditing its germination as dormancy, temperature, light and damage in the seeds. There were used lots of seeds from Ceará, harvested in 2001; Roraima and Minas Gerais, both harvested in 2003. The seed embebition process was evaluated for each 6 hours, observing the morphological and biochemical aspects. For the dormancy overcoming, the treatments were sulfuric acid, sandpaper and hot water. In the germination test was tested the light and temperature effect in black sucupira seeds. The X ray test was used for seed quality evaluation. The seeds of black sucupira has a thiphasic model of embebition and the root protrusion happen around 114 hours, ocorring some modifications in enzymes and proteins resistent to heat during the embebition periods. The seeds of black sucupira have a tegumentar dorrmancy, overcoming with sulfuric acid by 8 and 12 minutes. For the germination test, the constant temperature of 25°C and alternate 20-30°C, allowing a higher percentage and germination speed and absence of light increase the germination speed. In the X ray test the radiation of 30 Kv for 45 seconds allow the best visualization of seeds internal damage and these damages affect the germination.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4025
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Aspectos fisiológicos da germinação de sementes de sucupira-preta (Bowdichia virgilioides Kunth).pdf775,13 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback