Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4040
Título: Controle genético da resistência a Meloidogyne incognita raça 1 em Phaseolus vulgaris L.
Título(s) alternativo(s): Genetic control of resistance to Meloidogyne incognita race 1 in Phaseolus vulgaris L.
Autor : Ferreira, Sindynara
Primeiro orientador: Gomes, Luiz Antônio Augusto
Primeiro membro da banca: Souza, Rovilson José de
Gonçalves, Luciano Donizete
Maluf, Wilson Roberto
Campos, Vicente Paulo
Área de concentração: Produção Vegetal
Palavras-chave: Herança
Herdabilidade
Nematoides de galhas
Feijão-vagem
Feijão comum
Inheritance
Heritability
Root-knot nematode
Snap bean
Dry bean
Data da publicação: 25-Set-2014
Referência: FERREIRA, S. Controle genético da resistência a Meloidogyne incognita raça 1 em Phaseolus vulgaris L. 2010. 44. Tese (Doutorado em Agronomia/Fitotecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2010.
Resumo: O uso de cultivares resistentes é um dos métodos mais eficientes para o controle de nematoides e redução de perdas econômicas causadas por estes fitopatógenos. Estudos de herança da resistência aos nematoides de galhas em Phaseolus vulgaris L., no entanto são escassos. O presente trabalho foi realizado com o objetivo de estimar os parâmetros genéticos que explicam a herança da resistência aos nematoides de galhas Meloidogyne incognita raça 1 em P. vulgaris L. Duas cultivares contrastantes, Aporé (P1 = resistente, feijão comum) e Macarrão Rasteiro Conquista (P2 = suscetível, feijão-vagem), e as gerações F1 (P1 x P2), F2 (P1 x P2), RC11 (F1 x P1) e RC12 (F1 x P2), foram avaliadas 45 dias após a inoculação do nematoide, por meio de uma escala de categorias relacionada ao número de ovos por grama de raiz. Efeitos genéticos dominantes foram inferiores em magnitude aos efeitos aditivos, indicando dominância incompleta para resistência aos nematoides (menor número de ovos por grama de raiz). O controle genético da resistência a Meloidogyne incognita raça 1 em Phaseolus vulgaris L., é controlada por um loco gênico com dominância incompleta do alelo de resistência, com a possível presença de genes modificadores.
The use of resistant cultivars is one of the best methods for nematode control and reduction of economic losses caused by these pathogens. Studies of inheritance of nematode resistance in Phaseolus vulgaris L. are nonetheless scarce. The present paper reports on the estimation of genetic parameters associated with resistance to the root nematode Meloidogyne incognita race 1 in beans P. vulgaris L. Two contrasting lines, 'Aporé' (P1 = nematode resistant, dry bean) and 'Macarrão Rasteiro Conquista' (P2 = susceptible, snap bean), and the generations F1 (P1 x P2), F2 (P1 x P2), BC11 (F1 x P1) and BC12 (F1 x P2), were assessed 45 days after nematode inoculation, through a scale related to the number of eggs per gram of root tissue. Dominant genetic effects were inferior in magnitude to additive effects, indicating incomplete dominance of nematode resistance. Dominance was in the direction of increased nematode resistance (i.e., lower number of eggs per g root). The genetic control of resistance to Meloidogyne incognita race 1 in Phaseolus vulgaris L., is controlled by a gene locus with incomplete dominance of resistance allele, with the possible presence of modifier genes.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4040
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE_Controle genético da resistência a Meloidogyne incognita raça 1 em Phaseolus vulgaris L..pdf306,6 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.