Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4042
Título: Persistência biológica de ametryn, diuron e oxyfluorfen em dois tipos de solos sob condições de casa de vegetação
Título(s) alternativo(s): Biological persistence of ametryn diuron and oxyfluoren in two soils under greenhouse conditions
Autor : Colina, Luiz Antônio Peñaherrara
Primeiro orientador: Souza, Itamar Ferreira de
Primeiro membro da banca: Karam, Décio
Alcântara, Elifas Nunes De
Área de concentração: Fitotecnia
Palavras-chave: Herbicida
Bioensaio
Lixiviação
Vegetação
Herbicide
Bio-assay
Vegetation
Data da publicação: 25-Set-2014
Referência: COLINA, L. A. P. Persistência biológica de ametryn, diuron e oxyfluorfen em dois tipos de solos sob condições de casa-de-vegetação. 2003. 56 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2003.
Resumo: Com o presente trabalho objetivou-se avaliar a persistência biológica de três herbicidas de pré-emergência em dois tipos de solo em condições de casa-de-vegetação, utilizando a aveia (Aveia sativa) como planta-teste. Dois experimentos foram instalados: o primeiro (experimento 1) no Departamento de Agricultura da Universidade Federal de Lavras, entre maio e junho de 2002; o segundo (experimento 2), na Estação Experimental Boliche, Província Guayas, Equador, entre outubro e dezembro de 2002. O delineamento experimental foi o de blocos incompletos para o experimento 1, e parcelas subdivididas para o experimento 2, com quatro repetições (3 x 4 x 4 + 1), envolvendo três herbicidas em quatro profundidades do solo e quatro épocas de amostragem, mais uma testemunha sem aplicação de herbicida. As doses dos produtos foram: ametryn 2,0 kg ha-1, diuron 3,2 kg ha-1 e oxyfluorfen 0,48 kg ha -1 nas profundidades 0-5, 5-10, 10-15 e 15-20 cm, aos 10, 20, 30 e 40 dias após aplicação (DAA). Foram avaliadas a germinação aos 12 dias após semeadura (DAS), toxicidade aos 14 DAS e matéria seca total (MST), da parte aérea (MSA) e da raiz (MSR). As amostras de solos provenientes de campos agrícolas de Boliche (Inceptissol novo) e Lavras (Oxissol) em condições indeformadas foram tiradas com tubos de PVC de 100 mm de diâmetro. Em Lavras, oxyfluorfen provocou redução no numero de plantas emergidas no plantio feito aos 10 dias após aplicação, e a produção de matéria seca total, da parte aérea e da raiz em todas as profundidades e épocas de plantio, com exceção dos 10-15 e 15-20 cm de profundidade, nas épocas 30 e 40 DAA. Oxyfluorfen e diuron provocaram alta toxicidade aos 14 DAS nas épocas 10 e 20 DAA. Em Boliche, não se observou queda na germinação da aveia. A maior toxicidade foi provocada por diuron na profundidade de 5 cm em todas as épocas, provocando também queda da MST, MSA e MSR. A aveia mostrou boa sensibilidade como planta indicadora para resíduos dos herbicidas testados. Os herbicidas diuron e oxyfluorfen apresentaram alta toxicidade sobre aveia em solos do município de Lavras; porém, somente diuron foi mais persistente. Em Boliche, o herbicida diuron foi mais persistente e pouco móbil no solo.
This research had the objective of evaluating the biological persistence of three pre-emergence herbicides in two soil types under greenhouse conditions. Oat plants were used as organism test. Two experiments were established: Experiment 1 in the Agronomy Department at Lavras Federal University, Lavras, MG, Brazil, from may to june/2002, and Experiment 2 in the Boliche Experiment Station, "Província Guayas", Equator from october to december/2002. The experimental design were: in Lavras, incomplete blocks, and Boliche split-plots in a 3 x 4 x 4 + 1 factorial, involving three herbicides (ametryn at 2.0 kg.ha-1, diuron at 3.2 kg.ha-1, and oxyfluorfen at 0.48 kg.ha-1); in 0-5, 5-10, 10-15, and 15-20 cm soil layer; sampled at 10, 20, 30, and 40 days after treatment application, plus one untreated check. Plots were constituted of 100 mm diameter PVC pipes filled with undisturbed soil samples from original fields of Boliche (New Inceptisol) and Lavras (Oxissol), planted with 10 oat seeds. Oxyfluorfen inhibited oat seedling number in the 10 days sampled, and inhibited total, shoots and roots dry matter at all soil layer and sample dates, except at 10-15 and 15-20 cm depth at 30 and 40 days samples in Lavras. Oxyfluorfen and diuron promoted the highest toxicity at 14 days after oat seeding in the 10 and 20-days samples. The herbicides did not reduce oat seed emergence in Boliche. Diuron at 0-5 cm soil layer showed the highest oat toxicity and the lowest plant dry matter (total, shoots, and roots) at all sample dates. Oat plant showed good sensitivity to herbicide residues. Diuron was more persistent in the soil.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4042
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.