Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/40598
metadata.artigo.dc.title: Qualidade da madeira de Hevea brasiliensis visando a produção de celulose e papel
metadata.artigo.dc.title.alternative: Quality of Hevea brasiliensis wood aiming the production of cellulose and paper
metadata.artigo.dc.creator: Faria, Douglas Lamounier
Santos, Carolina Aparecida
Furtini, Ana Carolina Corrêa
Mendes, Lourival Marin
Guimarães Júnior, José Benedito
metadata.artigo.dc.subject: Madeira - Propriedades químicas
Madeira - Anatomia
Polpa celulósica
Polpação
Cellulosic pulp
Chemical and anatomical components
Pulping
metadata.artigo.dc.publisher: Centro Científico Conhecer
metadata.artigo.dc.date.issued: 2019
metadata.artigo.dc.identifier.citation: FARIA, D. L. et al. Qualidade da madeira de Hevea brasiliensis visando a produção de celulose e papel. Agrarian Academy, Goiânia, v. 6, n. 11, p. 303-314, 2019.
metadata.artigo.dc.description.resumo: O objetivo deste trabalho foi avaliar a espécie madeireira Hevea brasiliensis (seringueira) visando o uso para a fabricação de celulose e papel. Foram cortadas três árvores do clone Pb 235. Obteve-se discos das posições 0, 25, 50, 75 e 100% da altura comercial. Foi realizada análise química, física e anatômica da madeira. A espécie apresentou valores médios de holocelulose de 80,83%, compatível com a madeira de Eucalipto tradicionalmente empregada na produção de celulose e papel. Em relação aos valores obtidos de dimensão média das fibras (comprimento, largura, diâmetro do lume e espessura da parede), estes foram próximos aos encontrados na literatura. Com relação ao Índice de Runkel, foi possível classificar a fibra de Hevea brasiliensis como boa para fabricação de papel, mas com relação à Fração Parede, a fibra se encontra acima do limite. Já para coeficiente de flexibilidade, o mesmo encontra-se abaixo do recomendado e o índice de enfeltramento encontra-se na faixa ideal. A densidade básica média obtida foi de 0,541 g/cm³, valor próximo ao encontrado na literatura, o que possibilitou a sua classificação como madeira de média densidade. Após análise dos resultados foi possível considerar a madeira de Hevea brasiliensis como uma espécie promissora para fabricação de celulose e papel.
metadata.artigo.dc.description.abstract: The aim of this work was to evaluate the wood species Hevea brasiliensis for its use in the manufacture of cellulose and paper. Three trees of the Pb 235 clone were cut. Discs of positions 0, 25, 50, 75 and 100% of the commercial height were obtained. Chemical, physical and anatomical analysis of the wood was performed. The species presented average values of holocellulose of 80.83%, compatible with Eucalyptus wood traditionally used in cellulose and paper production. In relation to the obtained values of average size of the fibers (length, width, lumen diameter and wall thickness), these were close to those found in the literature. Regarding the Runkel Index, it was possible to classify the fiber of Hevea brasiliensis as good for papermaking, but with respect to the Wall Fraction, the fiber is above the limit. As for the coefficient of flexibility, it is below the recommended level and the index of enfeltramento is in the ideal range. The average basic density obtained was 0.541 g/cm³, value close to that found in the literature, which allowed its classification as medium density wood. After analysis of the results it was possible to consider Hevea brasiliensis wood as a promising species for cellulose and paper production.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: http://www.conhecer.org.br/Agrarian%20Academy/2019A/qualidade.pdf
http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/40598
metadata.artigo.dc.language: pt_BR
Appears in Collections:DEG - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.