Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DZO - Departamento de Zootecnia >
DZO - Programa de Pós-graduação >
DZO - Zootecnia - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4079

Título: Uso de ionóforos na alimentação de cordeiros Santa Inês para a produção de carne
Título Alternativo: Use of ionophores in feed of Santa Inês lambs for meat production
Autor(es): França, Patrícia Maria de
Orientador: Pérez, Juan Ramón Olalquiaga
Coorientador(es): Paiva, Paulo César de Aguiar
Membro da banca: David, Flávia Maria
Garcia, Íraides Ferreira Furusho
Santos, Cristiane Leal dos
Ramos, Eduardo Mendes
Área de concentração: Nutrição de Ruminantes
Assunto: Ovino - Alimentação e rações
Ácidos graxos
Carne - Qualidade
Meat quality
Data de Defesa: 16-Nov-2010
Data de publicação: 29-Set-2014
Referência: FRANÇA, P. M. de. Uso de ionóforos na alimentação de cordeiros Santa Inês para a produção de carne. 2010. 123 p. Tese (Doutorado em Zootecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2010.
Resumo: O experimento foi conduzido no Setor de Ovinocultura do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Lavras (UFLA), MG, objetivando avaliar o efeito de dois ionóforos (monensina e lasalocida) acrescidos na dieta de cordeiros criados em sistema de confinamento e abatidos aos 45 Kg de peso vivo, sobre o desempenho, digestibilidade e características da carcaça e carne. Foram utilizados 18 cordeiros num delineamento inteiramente casualizado, sendo os animais distribuídos em 3 tratamentos com 6 repetições por tratamento. Sendo: 1) Dieta controle; 2) Dieta acrescida com monensina; 3) Dieta acrescida com lasalocida. A dose de ionóforo foi baseada em relação ao conteúdo ruminal, por meio da equação: y = -0,0014x2 + 0,2034x - 0,8376, obtida por meio de uma compilação de dados de conteúdo ruminal (Kg) por peso vivo (Kg) de vários experimentos realizados no Setor de Ovinocultura da Universidade Federal de Lavras, sendo assim, determinada a dose de referência de 14,85 mg para cada kg de conteúdo ruminal. Os dados foram analisados pelo procedimento GLM do programa Statistical Analysis System (SAS) e as médias comparadas pelo teste t. A utilização dos ionóforos monensina e lasalocida aumentou o ganho de peso médio diário dos cordeiros, porém, não afetou o consumo. No ensaio de digestibilidade, o consumo e a digestibilidade da matéria seca, proteína bruta, fibra em detergente neutro e fibra em detergente ácido não sofreram influências dos aditivos. As características de pH inicial e final, cor, maciez e perda de peso por cozimento não sofreram alterações com o uso de ionóforos.A composição tecidual e química, também, não sofreu alteração com a utilização da monensina ou lasalocida. A concentração do ácido graxo C18:2 C9T11 (CLA) no músculo Longíssimus lumborum aumentou com o uso da monensina e lasalocida, sendo uma ferramenta promissora para melhorar ainda mais o valor nutricional da carne, sendo também, uma estratégia importante de divulgação deste produto. Conclui-se, que o uso de ionóforos na dieta de cordeiros em confinamento, quando bem utilizados, pode tornar-se favorável.
The experiment was carried out at the Sheep Production Sector of Federal University of Lavras (UFLA), Brazil, to evaluate the effect of two ionophores (monensin and lasalocid) increased in the diet of lambs in feedlot and slaughtered at 45 kg live weight on performance, digestibility and carcass and meat characteristics. Were used 18 lambs in a completely randomized design, the animals were distributed into 3 treatments with 6 replicates per treatment. Namely: 1) control diet, 2) diet plus monensin, 3) diet plus lasalocid. The ionophore dose was based in relation to the rumen content, determined by the equation: y = -0.0014 x2 + 0.2034 x - 0.8376, obtained by a compilation of data from rumen (kg) per body weight (kg) several experiments conducted in the Department of Sheep Production of Federal University of Lavras, so given the reference dose of 14.85 mg per kg of rumen contents. Data were analyzed by GLM procedure of Statistical Analysis System (SAS) and means compared by t test. The use of ionophores monensin and lasalocid increased the average daily weight gain of lambs, but didn´t affect consumption. In the digestibility trial intake and digestibility of dry matter, crude protein, neutral detergent fiber and acid detergent fiber were not influenced by additives. The characteristics of initial and final pH, color, tenderness, cooking weight loss and tissue and chemical composition didn´t change with the use of ionophores. The concentration of the fatty acid C18:2 C9T11 (CLA) in muscle Longissimus lumborum increased with the use of monensin and lasalocid, being a promising tool to further improve the nutritional value of meat and is also an important strategy to promote this product. It was concluded that the use of ionophores in the diet of lambs in confinement, when used properly can become favorable
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4079
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DZO - Zootecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Uso de ionóforos na alimentação de cordeiros Santa Inês para a produção de carne.pdf458,78 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback