Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DZO - Departamento de Zootecnia >
DZO - Programa de Pós-graduação >
DZO - Zootecnia - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4092

Título: Expressão de genes envolvidos no metabolismo lipídico no músculo de bovinos de corte alimentados com fontes de lipídeos
Autor(es): Oliveira, Dalton Mendes de
Orientador: Ladeira, Marcio Machado
Membro da banca: Chizzotti, Mário Luiz
Chalfun Junior, Antônio
Rosa, Priscila Vieira e
Barreto, Horllys Gomes
Área de concentração: Produção e Nutrição de Ruminantes
Assunto: Bos taurus
Nutrigenômica
mRNA
Oleaginosa
Tecido muscular
Nutrigenomics
Muscle tissue
Oilseed
Data de Defesa: 3-Out-2013
Data de publicação: 2014
Agência de Fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Referência: OLIVEIRA, D. M. de. Expressão de genes envolvidos no metabolismo lipídico no músculo de bovinos de corte alimentados com fontes de lipídeos. 2013. 145 p. Tese (Doutorado em Zootecnia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2013.
Resumo: Objetivou-se neste estudo analisar a expressão de genes envolvidos no metabolismo lipídico no músculo longissimus dorsi (LD) de bovinos, em duas condições experimentais, primeiro: alimentados com grão de soja (GS) ou gordura protegida (GP), suplementados ou não com monensina (M) e, segundo: alimentados com dietas contendo grão de soja (GS) ou caroço de algodão (CA), suplementados ou não com vitamina E (E). Foram utilizados 28 tourinhos Red Norte, com idade média de 20 meses em cada experimento, distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado, em um arranjo fatorial 2 x 2. As dietas apresentaram em média 6,5% de extrato etéreo e a silagem de milho utilizada como volumoso. A suplementação diária de monensina foi de 230 mg/cabeça/dia, enquanto que a de vitamina E foi de 2.500 UI/cabeça/dia. 24h post mortem foram coletadas amostras do músculo LD. Foram avaliados os genes: receptor ativador por peroxissomas α (PPAR-α), fator de transcrição de proteínas ligantes aos esteroides (SREBP-1c), estearoil CoA dessaturase (SCD1), acetil CoA carboxilase (ACC), lipoproteína lipase (LPL), proteína de ligação ao ácido graxo (FABP4) e glutationa peroxidase (GPX1). A expressão gênica foi analisada, utilizando a técnica de RT-qPCR. O teste de Shapiro-Wilk foi utilizado para analisar a normalidade dos dados. Posteriormente, os dados foram analisados no PROC GLM e no PROC CORR do SAS 9.2. No primeiro experimento, o gene PPAR-α foi mais expresso no músculo LD dos animais alimentados com GSM, sendo o ácido esteárico o principal responsável. O gene SCD1 foi mais expresso no tratamento onde os animais foram alimentados com GS e suplementados com M. As expressões da LPL e FABP4 foram maiores (P<0,05) no músculo LD dos animais alimentados com as dietas contendo GS e, além disto, ambos apresentaram correlação positiva com o ácido esteárico. O ácido araquidônico e o α-linolênico foram os principais ácidos graxos poli-insaturados (AGPI) que apresentaram correlações com os genes avaliados. No segundo experimento houve interação (P<0,05) entre a oleaginosa e a vitamina E para os genes PPAR-α e SREBP-1c, no entanto, fontes de AGPI apresentaram respostas inversas sobre a expressão destes genes. O gene SCD1 foi mais expresso no tratamento com CA sem vitamina E, comportamento inverso ao apresentado pelo gene GPX1. Os genes FABP4 e LPL foram mais expressos (P<0,05) nas dietas com inclusão de grão de soja. Foi possível observar que os ácidos graxos linoleico e oleico apresentaram correlações antagônicas para três genes: PPAR-α, ACC e FABP4. A expressão gênica de genes envolvidos no metabolismo lipídico foi afetada pela fonte lipídica e pela suplementação.
The objective of this study was to analyze the expression of genes involved in lipid metabolism in the longissimus dorsi (LD) muscle of beef cattle in two experimental conditions, first: fed soybean grain (SB) or rumen protected lipid (RPL), with or without supplementation with monensin (M); and second: fed diets containing soybean grain (SB) or cottonseed (CS), supplemented or not with vitamin E (E). Twenty eight Red Norte bulls, with an average age of 20 months were used in each experiment, allotted in a completely randomized design using a 2 x 2 factorial arrangement. The diets contained an average of 6.5% ether extract and corn silage was used as forage. Monensin supplementation was of 230 mg/head/day, while vitamin E supplementation was of 2500 IU/head/day. 24h post mortem, samples were collected from the LD muscle. The evaluated genes were: peroxisome proliferator activator receptor α (PPAR-α), sterol regulatory element binding protein (SREBP-1c), stearoyl CoA desaturase (SCD1), acetyl CoA carboxylase (ACC), lipoprotein lipase (LPL), adipocyte-type fatty acid binding protein (FABP4) and glutathione peroxidase (GPX1). Gene expression was analyzed using the RT-qPCR technique. The Shapiro-Wilk test was used in order to verify data normality. Posteriorly, the data were analyzed in the SAS 9.2 PROC GLM and PROC CORR. In the first experiment, the PPAR-α gene was more expressive in the LD muscle of animals fed SBM, with stearic acid being the main responsible factor. The SCD1 gene was more expressive in the treatment in which animals were fed SB supplemented with M. The expressions from LPL and FABP4 genes were higher (P<0.05) in the LD muscle of animals fed diets containing SB grain, moreover, both were positively correlated with stearic acid. Arachidonic and α-linolenic acids were the main polyunsaturated fatty acids (PUFA) which presented correlations with the evaluated genes. In the second experiment, there was interaction (P<0.05) between oilseed and vitamin E for the PPAR-α and SREBP-1c genes. However, the PUFA sources showed inverse relationship of the expression of these genes. The SCD1 gene was more expressive in the treatment with CS without vitamin E, the reverse being true to the GPX1 gene. FABP4 and LPL genes were more expressive (P<0.05) in diets containing soybean. We observed that the linoleic and oleic fatty acids showed antagonistic correlations toward three genes: PPAR-α, ACC and FABP4. The gene expression of genes involved in lipid metabolism was affected by the lipid source and by the supplementation.
Informações adicionais: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-graduação em Zootecnia, área de concentração em Produção e Nutrição de Ruminantes, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4092
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DZO - Zootecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Expressão de genes envolvidos no metabolismo lipídico no músculo de bovinos de corte alimentados com fontes de lipídeo.pdf997,54 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback