Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4131
Título: Luz e sacarose na micropropagação da bananeira 'prata anã':alterações morfoanatômicas
Título(s) alternativo(s): Light sucrose on 'Prata anã' banana micropropagation: morph-anatomical altered structure
Autor : Rocha, Herminio Souza
Primeiro orientador: Silva, Carlos Ramirez de Rezende e
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Castro, Evaristo Mauro de
Primeiro membro da banca: Pasqual, Moacir
Silva, Sebastião Oliveira e
Área de concentração: Fitotecnia
Palavras-chave: Musa sp.
In vitro
Protocolo
Aclimatação
Banana
Micropropagation
Acclimatization
Data da publicação: 29-Set-2014
Referência: ROCHA, H. S. Luz e sacarose na micropropagação da bananeira ‘Prata anã’: Alterações morfoanatômicas. 2005. 98 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2005.
Resumo: A micropropagação de bananeiras proporciona a obtenção de grande quantidade de mudas clonadas em reduzido espaço físico e em curto espaço de tempo. Entretanto, a estrutura anatômica das folhas dos explantes formados na condição in vitro, apresenta diversas deficiências que resultam, muitas das vezes, em elevados volumes de perdas causados principalmente por dessecamento, durante a aclimatização. Objetivou-se estudar as alterações morfoanatômicas ocorridas nos explantes de bananeira ´Prata anã´, quando submetidos a elevadas intensidades luminosas juntamente com a redução na suplementação de sacarose nos meios de cultura, nas fases de multiplicação e enraizamento. O experimento foi instalado na Biofábrica da Embrapa Mandioca e Fruticultura, em Cruz das Almas - BA. Os explantes foram mantidos na condição in vitro, durante 65 dias, tendo sido testadas duas diferentes intensidades luminosas (luz natural e luz artificial - lâmpadas fluorescentes), com duas concentrações de sacarose (15g L-1 e 30g L-1) e dois reguladores de crescimento BAP e ANA. O desempenho dos explantes in vitro foi avaliado pelo desenvolvimento fitotécnico. Foram avaliados os efeitos dos tratamentos sobre as modificações anatômicas nas folhas dos explantes, pela análise das seções tansversais em duas posições da lâmina foliar (P1 - nervura mediana e P2 - porção central do limbo foliar), tendo sido medidas as espessuras dos diversos tecidos componentes do mesofilo. Também foram realizados cortes paradérmicos para caracterização das densidades, topografia e formato dos estômatos, em ambas as faces da lâmina foliar. Tanto os explantes na fase de multiplicação quanto enraizamento, sob luz artificial ou natural, apresentaram uma organizada diferenciação do mesofilo foliar, sem a presença de anormalidades. A funcionalidade dos estômatos pôde ser verificada pela relação diâmetros médios polares sobre diâmetros médios equatoriais, tendo sido verificado que, na fase de multiplicação, os desempenhos superiores dos explantes são obtidos sob luz artificial com a suplementação de 30g L-1, e na fase de enraizamento as condições ideais de cultivo são a luz natural, com a suplementação de 15g L-1.
Micropropagation of bananas results in a great quantity of cloned plantlets, produced in a reduced space and in a short period of time. Nevertheless, the anatomical structure of the leaves of the explants formed under in vitro conditions present a series of deficiencies, which result, most of the time, in great volumes of losses due to desiccation, during acclimatization. The objective of this work was to study the morph- anatomical modifications caused to the banana ´Prata ana´ explants, when submitted to high light intensities, and a reduction in sucrose supplementation in the culture media during multiplication and rooting phases. The experiment was established in the facilities of the Biofactory, at EMBRAPA Cassava and Tropical Fruit Crops, in the city of Cruz das Almas, Bahia state, Brazil. The explants were maintained in vitro, during a 65 days period, during which two different light intensities (a natural light and an artificial light environment), together with two different sucrose concentrations (15g L-1 and 30g L-1) in the culture media, with two different growth regulators (BAP and ANA) were tested. The development of the in vitro materials were evaluated by several parameters. The anatomical characterization, was done by the extraction of transversal sections of the explants leaves, in two distinct positions (P1 - medium vein and P2 - central portion of the leaf limb, having been measured the thickness of each of the tissues which composed the leaf mesophyl. In order to characterize the shape, density and topography of the stomata, paradermic cuts were proceeded in both surfaces of the leaves. Explants in both multiplication and rooting media, under artificial or natural light presented an organized differentiation of the mesophyl, with no abnormalities at all. The appropriate functioning of the stomata, could be analyzed by the relation between the average polar diameters over the average equatorial diameters, having been confirmed that in the multiplication phase, the best results in terms of the development of the explants were obtained under artificial light conditions, with a 30g L-1 sucrose supplementation. On the other hand, for the rooting phase, the best results were obtained under natural light conditions, with a 15g L-1 sucrose supplementation.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4131
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_Luz e sacarose na micropropagação da bananeira ‘Prata anã’ Alterações morfoanatômicas.pdf3,84 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.