Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4140
Título: Produção de crisântemo cultivado em diferentes substratos fertirrigados com fósforo, potássio e silício
Título(s) alternativo(s): Production of chrysanthemums grown in different substrates fertirrigated with phosphorous, potassium and silicon
Autor : Rodrigues, Tatiana Michlovská
Primeiro orientador: Paiva, Renato
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Paiva, Patricia Duarte de Oliveira
Primeiro membro da banca: Luz, José Magno Queiroz
Tavares, Armando Reis
Faquin, Valdemar
Área de concentração: Fitotecnia
Palavras-chave: Dendranthema grandiflorum
Nutrição mineral
Fertirrigação
Mineral nutrition
Fertirrigation
Data da publicação: 29-Set-2014
Referência: RODRIGUES, T. M. Produção de crisântemo cultivado em diferentes substratos fertirrigados com fósforo, potássio e silício. 2006. 86 p. Tese (Doutorado em Agronomia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2006.
Resumo: Avaliou-se o efeito de diferentes substratos e concentrações de fósforo, potássio e silício na solução de fertirrigação (SF) no desenvolvimento do crisântemo (Dendranthema grandiflorum) cv. "Puritan". Após 90 dias do enraizamento foram feitas determinações de número de inflorescências, folhas e hastes por planta e vaso, o diâmetro das inflorescências e altura de planta (cm), e determinação de peso seco de inflorescências, folhas, hastes e relações folha/haste e folha/inflorescência. Os níveis críticos foliares e o acúmulo de nutrientes na parte aérea foram estimados por meio da análise química das folhas, inflorescência e hastes para o experimento de fósforo. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2x5 e com quatro repetições, sendo dois substratos: comercial (para cultivo de crisântemo - Vida VerdeÒ) (SC) e fibra de coco (Golden Mix Mixto (T-40)-AmafibraÒ) (FC) e cinco concentrações do nutriente testado: P, K e Si. No primeiro experimento testou-se P nas concentrações 25; 50; 100; 200 e 400 mg L-1. No segundo com potássio e no terceiro com silício, nas concentrações 25; 50; 100; 200 e 400 mg L-1 e 0; 12,5; 25; 37,5 e 50 mg L-1, respectivamente. O uso de 43 e 80 mg L-1 de P na SF proporcionou a máxima produção econômica (MPE) nos substratos FC e SC, respectivamente. Os teores foliares dos nutrientes associados à MPE nos substratos foram (g kg-1): N=56,8; P=2,2; K=21,6; Ca=22,1; Mg=4,9; S=4,2; (mg kg-1): B=51,7; Cu=8,8; Fe=372,2; Mn=600,0 e Zn=93,8 para plantas cultivadas na FC e (g kg-1): N=52,3; P=1,4; K=17,1; Ca=23,5; Mg=5,9; S=3,6; (mg kg-1): B=36,2; Cu=4,5; Fe=377,4; Mn=517,8 e Zn=45,2 para plantas cultivadas no SC. A exigência nutricional relacionada à MPE em ambos substratos seguiu a seqüência: N>K>Ca>P>Mg>S>Mn>Fe>Zn>B>Cu. Em plantas de crisântemo cultivadas em FC ocorreu a redução de até 46,25% da concentração de P na SF, obtendo plantas de boa qualidade. O uso de 400 mg L-1 de potássio na SF proporcionou a maior produção em ambos os substratos, porém, substrato FC se destacou, proporcionando plantas de melhor qualidade em relação ao substrato comercial. A aplicação de 37,5 mg L-1 de silício na SF proporcionou plantas de melhor qualidade em ambos os substratos, entretanto, o SC se destacou, proporcionando plantas de melhor qualidade em relação ao substrato FC.
The effect of different substrates and concentrations of phosphorous, potassium and silicon in solutions of fertirrigation (SF) were evaluated during the development of chrysanthemums (Dendranthema grandiflorum) cv. "Puritan". After 90 days of rooting, the number of inflorescences, leaves, stems per plant and vase, inflorescences diameter and plant height (cm) and dry matter of inflorescences, leaves, stems and the ratios leaf/stem and leaf/inflorescence were determined. Leaf critical levels and nutrient accumulation on shoots were estimated through chemical analyses of leaves, inflorescences and stems for the phosphorous experiment. A randomized completely experimental design in 2x5 factorial scheme with four replications was used with two substrates (Vida Verde® - commercial substrate for chrysanthemum growth) (SC) and coconut fiber [Golden Mix Mixto (T-40) - Amafibra®] (FC) and five concentrations of P, K and Si. In the first experiment, the P concentrations tested were 25, 50, 100, 200 and 400 mg L-1. In the second experiment with potassium and the third with silicon, the following concentrations were tested 25; 50; 100; 200 and 400 mg L-1 and 0; 12.5; 25; 37.5; and 50 mg L-1, respectively. The use of 43 and 80 mg L-1 P in the SF provided the maximum economic production (MPE) in the substrates FC and SC, respectively. Leaf nutrient levels associated to MPE in the substrates were (g kg-1): N=56.8; P=2.2; K=21.6; Ca=22.1; Mg=4.9; S=4.2; (mg kg-1): B=51.7; Cu=8.8; Fe=372.2; Mn=600.0 and Zn=93.8 for plants grown in FC and (g kg-1): N=52.3; P=1.4; K=17.1; Ca=23.5; Mg=5.9; S=3.6; (mg kg-1): B=36.2; Cu=4.5; Fe=377.4; Mn=517.8 and Zn=45.2 for plants grown in SC. The nutritional demand related to MPE in both substrates followed the sequence: N>K>Ca>P>Mg>S>Mn>Fe>Zn>B>Cu. Plants of chrysanthemum grown in FC can reduce in up to 46.25% the P concentration in the SF in order to obtain plants with good quality. The use of 400 mg L-1 of potassium in the fertirrigated solution provided the higher production in both substrates however, the substrate FC formed plants with better quality compared with the commercial substrate. The use 37.5 mg L-1 of silicon in the fertirrigated solution provided plants with better quality in both substrates however, the substrate SC formed plants with better quality compared with the FC substrate.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4140
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.