Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4146

Title: Controle químico de doenças do cafeeiro (Coffea arabica L.) como parte do programa APPCC
Other Titles: Coffee plant (Coffea arabica L.) diseases chemical control as part of the HACCP program
???metadata.dc.creator???: Cunha, Rodrigo Luz da
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Mendes, Antônio Nazareno
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Chalfoun, Sara Maria
???metadata.dc.contributor.referee1???: Guimarães, Rubens José
Souza, Carlos Alberto Spaggiari
Abreu, Mário Sobral de
Barttolo, Gabriel Ferreira
???metadata.dc.description.concentration???: Fitotecnia
Keywords: Café
Doença
APPCC
Coffee
Disease
???metadata.dc.date.submitted???: 22-Aug-2003
Issue Date: 29-Sep-2014
Citation: CUNHA, R. L. da. Controle químico de doenças do cafeeiro (Coffea arabica L.) como parte do programa APPCC. 2003. 90 p. Tese (Doutorado em Agronomia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2003.
???metadata.dc.description.resumo???: A implantação de programas que visam à obtenção da qualidade dos alimentos constitui instrumento eficiente e quase sempre, pouco oneroso, destacando-se em função de sua exeqüibilidade o sistema APPCC, Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle. O sistema APPCC ainda é pouco utilizado na produção primária, apesar de bem conhecido e utilizado na indústria de alimentos. Neste contexto, há certas práticas agrícolas na cafeicultura que são imprescindíveis para a manutenção e melhoria das características de produtividade e qualidade do café como o controle da ferrugem e da cercosporiose que por sua vez são pré-requisitos quando se visa à aplicação do sistema APPCC. Com este trabalho, teve-se o objetivo de aplicar o controle da ferrugem e cercosporiose como parte do Programa APPCC na cultura do café, durante a fase de pré-colheita e verificar os seus efeitos na produção, no crescimento da planta e qualidade do café, visando à implementação do APPCC. O trabalho foi desenvolvido em uma lavoura da cultivar Acaiá Cerrado MG 1474, com 6 anos de idade no espaçamento adensado de 2,0 x 0,6 m, onde foram testados produtos preventivos a base de cobre aplicados isoladamente e associados com sistêmicos, e, também foi utilizado o produto sistêmico aplicado isoladamente. Foram empregados como produtos a base de cobre o oxicloreto de cobre e Calda Viçosa comercial e como sistêmico o epoxiconazole. O controle da ferrugem e cercosporiose do cafeeiro foram considerados como Pontos Críticos de Controle (PCC´s) nos quais se aplicam medidas preventivas visando atenuar os riscos de exposição aos perigos biológicos (microrganismos) e químicos (micotoxinas e defensivos). Medidas de controle com os produtos oxicloreto de cobre e calda viçosa comercial aplicados preventivamente ou associados ao produto sistêmico epoxiconazole são eficientes no controle da ferrugem, quando a incidência da doença é baixa e, na preservação do enfolhamento, proporcionando bons índices de produtividade, atendendo aos objetivos do Plano APPCC na etapa de controle fitossanitário. Houve poucas alterações no crescimento das plantas em função da ocorrência de ferrugem e cercosporiose no cafeeiro, no período estudado, apenas para o comprimento total de ramos laterais. As amostras de grãos analisadas foram classificadas como bebida dura, não sendo possível distinguir diferenças na qualidade do café em função dos diferentes tratamentos químicos estudados na pré-colheita.
In the food quality program implantations detach the HACCP (Hazard Analysis and Critical Control Points) system by its feasibility that constitutes an efficient and cheaper instrument. HACCP system still is slightly used in primary production, although it is known well and used in food industry. In this context, there are certain agricultural practices in the coffee grown which are essentials for yield characteristic, maintenance and coffee quality improvement as rust and brown-eyes control that are need to aim the HACCP system application. This study was made to apply chemical products of rust and brown-eyes control as HACCP Program in coffee crop, during pre-harvesting phase and to verify plant yield, morphology effects and coffee quality, aiming the HACCP system implantation. Coffee cultivar used was a 6-year-old Acaiá MG 1474, with 2.0 x 0.6 meters row spacing. Copper based fungicides were applied alone and associated to systemic products to test as preventive products and systemic product was also applied alone. Copper oxichloride and copper sulphate were used as copper based products and as systemic the epoxiconazole. Rust and brown-eyes control in coffee were concerned as Critical Control Points (CCP) in which preventive methods are applied to attenuate the exposition risks to biological hazards (microorganisms) and chemistries (mycotoxins and pesticides). Copper based products applied preventively or associated to systemic epoxiconazole fungicides are efficient to rust control, when applied at low disease incidences and to coffee leaf preservation, to providing adequate yield, according to the HACCP goals at rust and brow-eyes control. There were few vegetative growth alterations due to rust and brown eyes occurrence in coffee tree, there was a only lateral branch total length variation. The analyzed grain samples were classified as drink hard, and there were no differences in coffee quality.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4146
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TESE_Controle químico de doenças do cafeeiro (Coffea arabica L.) como parte do programa APPCC.pdf693.68 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback