Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/41677
metadata.artigo.dc.title: Primeiro registro de um Mephitidae (Mammalia: Carnivora) naturalmente infectado por parasitos do gênero Physaloptera (Rudolphi, 1918) (Spirurida: Physalopteridae)
metadata.artigo.dc.title.alternative: First report of a Mephitidae (Mammalia: Carnivora) naturally infected by parasites of the genus Physaloptera (Rudolphi, 1918) (Spirurida: Physalopteridae)
metadata.artigo.dc.creator: Guimarães, Gregório Correa
Barçante, Thales Augusto
Bezerra Junior, Pedro Soares
Oliveira, Amanda do Nascimento
Rosa, Matheus Camargo de Britto
Lopes, Gabriela Castro
Barçante, Joziana Muniz de Paiva
metadata.artigo.dc.subject: Animais silvestres
Nematoide
Parasitos
Physaloptera
Wild animals
Nematode
Parasites
metadata.artigo.dc.publisher: Universidade Federal de Santa Catarina
metadata.artigo.dc.date.issued: Jun-2015
metadata.artigo.dc.identifier.citation: GUIMARÃES, G. C. et al. Primeiro registro de um Mephitidae (Mammalia: Carnivora) naturalmente infectado por parasitos do gênero Physaloptera (Rudolphi, 1918) (Spirurida: Physalopteridae). Biotemas, Florianópolis, v. 28, n. 2, p. 149-152, jun. 2015.
metadata.artigo.dc.description.resumo: Os animais silvestres podem ser considerados reservatórios de espécies de vários parasitos. A ocorrência de determinados agentes parasitários pode fornecer informações importantes sobre a ecologia e o comportamento do hospedeiro e suas relações tróficas. Dessa forma, este estudo teve por objetivo determinar a fauna parasitária de animais silvestres do sul de Minas Gerais no período de janeiro a dezembro de 2011. Foi realizado um estudo transversal com uma amostra de conveniência constituída por cadáveres de dois animais atropelados, que foram resgatados de rodovias e transportados para o Laboratório de Anatomia Animal da Universidade Federal de Lavras (UFLA). Os exemplares foram inspecionados para verificação da presença de ectoparasitos e, em seguida, dissecados para recuperação do conteúdo gastrintestinal e detecção de helmintos. Não foram identificados ectoparasitos nos dois animais, ambos da espécie Conepatus semistriatus (jaritataca), mas foi identificada a presença de helmintos do gênero Physaloptera no estômago de um espécime.
metadata.artigo.dc.description.abstract: Wild animals may be regarded as reservoirs of several parasite species. The occurrence of certain parasitic agents may provide signiicant information on host’s ecology and behavior and its trophic relations. Thus, this study aimed to determine the parasitic fauna of wild animals from southern Minas Gerais within the period from January to December 2011. A cross-sectional study was conducted with a convenience sample consisting of the dead bodies of two run over animals, which were rescued from highways and transported to the Laboratory of Animal Anatomy of the Federal University of Lavras (UFLA). The specimens were inspected to verify the presence of ectoparasites and, then, dissected to resume gastrointestinal content and detect helminths. No ectoparasites were identiied in the two animals, both belonging to the species Conepatus semistriatus (striped hog-nosed skunk), but the presence of helminths belonging to the genus Physaloptera was identiied in the stomach of one specimen.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/41677
metadata.artigo.dc.language: pt_BR
Appears in Collections:DSA - Artigos publicados em periódicos



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons